Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

11 regras dos casais que vivem felizes para sempre

----
13k

Quando concordamos em passar a vida ao lado de alguém, não imaginamos que tipo de dificuldades precisaremos encarar com nosso parceiro ou parceira.

A redação do Incrível.club analisou algumas pesquisas sobre o assunto e selecionou 11 regras que ajudou qualquer casal a seguir uma vida feliz.

Se não gosta de algo, simplesmente diga

Nada melhor que a frase: "Lembra que há dois anos você...?". O rancor devora qualquer um por dentro, e faz o mesmo com o relacionamento. Diga tudo o que pensa, fale em voz alta todos os detalhes e problemas e.... esqueça deles! Afinal, é mais fácil deixar uma situação para lá depois de conversar bastante sobre ela.

Inventem rituais: tomar café, tomar banho ou sair para correr juntos

Como muita gente sabe, as coisas agradáveis cotidianas destroem uma rotina entediante. Os rituais em conjunto cumprem o papel de nutrir emocionalmente seu relacionamento. Porque todas as noites, vocês irão esperar ansiosamente o próximo café da manhã juntos. Quando estiverem no trabalho, pensarão na próxima vez em que irão ao cinema. Esses 'acordos' evitam que o relacionamento se esgote emocionalmente.

Não tenha medo de mostrar seu "verdadeiro eu"

Nem sempre achamos fácil ser nós mesmos plenamente. Há detalhes e coisas mais significativas que só nos permitimos quando estamos totalmente sozinhos: alguns têm vergonha de cantar e só o fazem durante o banho. Outros, só dançam na cozinha. Temos medo que nossas peculiaridades sejam vistas como defeitos. De acordo com a prática e os relatos de casais que estão há muitos anos juntos, são características assim que os fazem estar apaixonados por tanto tempo.

Sempre se coloque em primeiro lugar

Mostrar um egoísmo saudável não apenas não prejudica a relação, como a beneficia. Numa união pouco saudável, frequentemente se escutam coisas como "gostamos de ir a tal lugar", "estamos resolvendo isto" e, em casos mais graves, "pensamos que...". Quando você começar a sair com alguém e se apaixonar, não se esqueça: aconteça o que acontecer, continue vivendo sua vida.

Tudo dentro dos limites do adequado, é claro. Os interesses em comum são importantes para os relacionamentos, mas sempre lembre de você.

Elogie

Não apenas a aparência física do seu parceiro ou parceira, mas também seus atos, pensamentos e atitudes pouco relevantes. Deixe as críticas de lado. No mundo já tem muita gente querendo criticar seu companheiro.

Deixe que o outro diga e faça o que quiser

Respeito e apoio. Talvez estes sejam os princípios básicos de qualquer relação, tão mencionados por psicólogos, e que são tão esquecidos pelos casais.

Você é uma pessoa saudável, curiosa e tem o direito de se interessar por qualquer bobagem. Seja pela criação de caramujos em casa ou por saltar de para-quedas. E apesar da opinião da sua mãe, colegas de trabalho ou vizinhos, seu parceiro deverá ser seu apoio, aceitando suas inquietudes e dando força às suas ideias.

Beije seu parceiro para cumprimentar e ao se despedir

E a qualquer hora do dia. Os beijos são muito importantes num relacionamento: eles mantêm o vínculo emocional. O primeiro beijo é como uma prova do quanto você é compatível com aquela pessoa. E todos os outros beijos são para intensificar o resultado.

Recentemente, a Universidade de Oxford, Inglaterra, estudou as funções dos beijos, concluindo que, entre os participantes da pesquisa que declararam estar numa relação estável, era a frequência dos beijos, não das relações sexuais, que indicava o nível de satisfação das pessoas envolvidas.

Expresse seus sentimentos

Perceba seus próprios sentimentos, capte as emoções positivas, confesse seus medos e desejos, fale do seu amor. Um vínculo emocional saudável é a força que te ajuda a crescer no relacionamento e perante você mesmo.

Ao dizer: "Te amo", "Vou te ajudar", "Te entendo", "Desculpa", "Obrigado", "Valorizo o que você faz", "Gosto tanto de te ver", "Você se saiu muito bem", aos poucos, acaba fortalecendo sua relação.

Troquem carinhos

Abraçar ao se encontrarem, segurar as mãos, trocar beijos pela manhã, massagear os ombros depois de um dia de trabalho: esses toques insignificantes criam a sensação de segurança e confiança. Isso satisfaz os instintos básicos da pessoa e cria vínculos especiais com seu parceiro.

Nosso espírito está em nosso corpo. Ao tocar o corpo do outro, você toca também seu espírito. Assim ele se sente amado.

Agradeça

Agradecemos com facilidade ao desconhecido que nos abre a porta, ao vendedor do supermercado, a quem passa por nós na rua. Mas em casa, às vezes esquecemos de agradecer pela xícara de chá, pela roupa lavada, pelo jantar saboroso. Nos acostumamos rapidamente às atitudes gentis e passamos a contar com elas como se a outra pessoa fosse obrigada a isso. Mas o agradecimento é a base do amor.

Você pode comprovar isto facilmente: escreva todas as manhãs pelo que você agradece seu parceiro. Ao voltar a ler a lista, sentirá mais uma vez uma intensa onda de amor pela pessoa que está ao seu lado.

Não crie ilusões

Os psicólogos costumam dizer: "Case-se por conveniência", mas uma conveniência racional e saudável:

  • Evite as ilusões iniciais.
  • Perceba e aceite a probabilidade de seu parceiro mudar com o tempo.
  • Se vocês são muito diferentes, apenas aceite este fato.
  • Os sentimentos de vocês dois nunca serão idênticos.

Um relacionamento sempre envolve as duas pessoas. Quando surgem momentos de tensão, o importante é que os dois se reencontrem no meio do caminho. Se você deu os seus cinco passos e não encontrou seu parceiro, pense seriamente se aquela pessoa é com quem quer ficar de verdade.

Imagem de capa imgur
----
13k