Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Você dorme de meia? Descubra o que isso diz a seu respeito

Você dorme de meia? Descubra o que isso diz a seu respeito

----
32k

Pode-se dizer que o mundo se divide em dois tipos de pessoas: os que dormem descalços e os que dormem de meias. Para o primeiro grupo, sono e pés descalços são duas coisas irreconciliáveis. São pessoas que sentem frio, que se ressentem da falta de algo inexplicável (as meias, lógico) e, que, dependendo do nível de ‘meiadependência’, podem levantar de madrugada e revirar todas as gavetas atrás da peça.

Para o primeiro grupo, no entanto, dormir sem meia pode ser descrito com uma única palavra: liberdade.  São pessoas que sentem calor e que reclamam do incômodo causado pelo excesso de roupas.

A esta altura, você deve estar imaginando o que leva uma pessoa a amar ou a odiar dormir com ou sem meias e por que, afinal, discutir esse assunto. Bem, nós, do Incrível.club, descobrimos que esse tipo de escolha revela muito sobre a personalidade de uma pessoa.

Amantes das meias noturnas

Em primeiro lugar, se você dorme de meia, deve ser sensível ao frio. E isso pode estar ligado a diferentes questões, como seu ritmo metabólico. Em algumas pessoas, a circulação de sangue é mais rápida ou os ciclos naturais do corpo ocorrem num ritmo mais acelerado, o que faz com que sintam calor constantemente. Outras pessoas simplesmente têm a pele dos pés mais fina ou uma circulação lenta e, por isso, podem ser mais sensíveis ao frio.

Mas, para além das características físicas, a sensibilidade ao frio também pode estar relacionada com sua percepção do espaço, o que é bastante subjetivo. Assim, duas pessoas com características físicas bastante similares muitas vezes tendem a perceber o clima de maneiras diferentes. Partindo desse raciocínio, é possível que nosso cérebro emita constantemente o sinal de ‘sentir fio’ como um mecanismo de buscar contato e contenção através do calor – em outras palavras buscando uma meia.

Os ‘meiólatras’ em geral, buscam, além da peça de roupa, outras proteções, como lençóis e cobertores. Se você pertence a esse grupo, é provável que adore espaço acolhedores e busque relações profundas e íntimas com outras pessoas. Você possivelmente não se sente incomodado por abrir mão de seu espaço pessoal às pessoas e o contato físico, carícias e abraços lhe fazem feliz.

Amantes dos pés descalços

Se, por outro lado, você não tolera a ideia de dormir de meia e, só de pensar em seus pés envolvidos por elas já lhe causa incômodo, é possível que você pertença a uma categoria de pessoas que, por natureza, conserva uma alta temperatura corporal. Isso se deve, em boa parte dos casos, a um metabolismo mais acelerado, ou a outros fatores como uma pele dos pés mais grossa.

Você tem uma predisposição biológica a conservar e gerar calor e, por isso, as meias lhe sobram debaixo dos cobertores. Além disso, sentir a liberdade e o contato direto com os lençóis faz com que sua pele respire e ajuda seus músculos a relaxar. Não há nada que comprima seus tornozelos ou pernas.

Nem tudo, no entanto, é físico e essa é a parte mais interessante. Ser menos sensível ao frio também está relacionado com a forma pela qual você reage aos estímulos externos. É muito provável que você seja uma pessoa independente, que valoriza o espaço pessoal e se dispõe a se abrir com outras pessoas com menos frequência. Você tende a ser franco e, em muitas ocasiões, desafiador e essa é uma maneira de expressar carinho, embora muitas vezes seus interlocutores não entendam isso.

Embora pareça contraditório por suas atitudes independentes, você sabe muito bem cuidar dos outros.

Mas, lembre-se: não importa se você seja pró meia ou anti-meia. O mais importante é cair na cama e dormir tranquilo.

Bons sonhos!


 

Foto: Depplus

----
32k