Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Um jeito simples de cortar uma conversa desagradável

Todos conseguimos lembrar de uma situação em que nos sentimos deprimidos ou confusos, depois de conversar com certas pessoas. Essas pessoas são chamadas passivo-agressivas. Sem expressar abertamente sua agressão, conseguem nos perturbar muito de repente. Mas podemos nos defender.

Neste post o Incrivel.club compartilha com você algumas maneiras eficientes de evitar que algum agressor estrague seu dia.

Passo 1. Contato visual

Olhe para seu interlocutor diretamente nos olhos. Dessa forma você dá a entender, sem dizer nada, que descobriu suas verdadeiras intenções. Uma pessoa passivo-agressiva não começará um confronto direto e muitas vezes um olhar aberto ajudará a evitar algum diálogo desagradável. Às vezes podemos compreender mal as intenções de uma pessoa e em vez piorar a situação, apenas lhe daremos a oportunidade de se corrigir, respondendo às suas perguntas abertamente.

Passo 2. 'Disparo' preventivo

Os manipuladores fazem as perguntas certas da maneira que lhes convém. E fazem todo o possível para que as suas respostas não sejam as que você quer ouvir. Nossa tarefa é impedir que façam isso. Ao reformular a pergunta da maneira que nos convém e respondê-la, em vez de responder à versão original, facilmente nos protegemos dessa manipulação. Por exemplo: "Não entendo o que isso tem a ver com o assunto, mas...".

Passo 3. Cartas na mesa

Diga à pessoa da maneira mais cordial possível que quer acabar com o diálogo sobre o assunto com o qual tenta te manipular.

Você consegue notar que o comportamento de seu adversário mudou, porque ele mesmo sente que não reage da maneira que gostaria. Fale assim: "Vejo que você está nervoso; é melhor não falar sobre isso".

É interessante observar a pessoa, que vai mostrar inquietação. Alguns sinais:

  1. Evita o seu olhar.
  2. Suas mãos ficam trêmulas.
  3. Não consegue ficar parada.
  4. Não consegue ficar com as mãos quietas.

Passo 4. Contra-ataque

Quando você tentou os passos acima, mas não a pessoa não se acalmou, aplique a técnica de contra-ataque.

Pergunte: "O que está acontecendo aqui?", e espere a sua resposta. O importante é olhar para o seu interlocutor diretamente nos olhos. Se continua se comportando de forma passivo-agressiva, adote o último passo.

Passo 5. Saída cordial

Você não é obrigado a ouvir o que não quer. Mesmo se isso não parece agressiva, a pessoa quer lhe prejudicar. O melhor de tudo seria dizer adeus e deixar a conversa. Se não for uma opção muito viável (por exemplo, uma conversa com o seu chefe), você pode inventar algum pretexto respeitável. O importante a lembrar é: não leve esta situação para o lado pessoal.

Imagem de capa hbo