Incrível
Incrível

Um estudo revelou como as crianças gostam que lhes sirvam a comida, segundo a idade e o gênero

Muitos pais enfrentam o desafio de fazer seus filhos comerem todos os dias sem reclamar, mas alguns não conseguem, e as refeições acabam se tornando um momento difícil. Eles nem ao menos conseguem fazer com que provem a comida. Ha aqueles que optam por servir a refeição em forma de gato, palhaço, desenham rostos felizes em todos os lugares e disfarçam os produtos da melhor maneira possível, para tentar oferecer os nutrientes de que seus filhos precisam diariamente. Se esse for o seu caso e você acha difícil fazer seu filho comer pratos variados, saiba que há uma luz no fim do túnel.

Incrível.club gosta de encontrar maneiras diferentes de ajudar os pais na tarefa de fazer com que os filhos comam melhor e, por isso, deseja compartilhar com você os resultados de uma pesquisa a esse respeito.

A imagem importa, sim

Em diferentes tutoriais, vemos milhões de ideias sobre como servir a comida para as crianças, e muitos pais fazem o possível para imitá-las e conseguir fazer com que seus pequenos comam verduras e legumes. Mas tais apresentações os levam a comer melhor? Um estudo do Future Consumer Lab, do Departamento de Ciência dos Alimentos da Universidade de Copenhague, analisou as preferências de 100 crianças de 7 e 8 e 12 a 14 anos para ver se elas gostavam que lhe servissem toda a comida de uma vez, separada ou misturada. Os resultados obtidos são muito interessantes.

Separado ou misturado

Geralmente, os pais servem a comida em pequenas porções, pois acreditam que os pequenos podem pegar livremente cada pedaço e comê-lo. No entanto, os pesquisadores fizeram apresentações diferentes para ver qual era a mais eficaz: com os alimentos apresentados separadamente sem se tocarem, uma mistura de produtos separados e todos os alimentos misturados.

Meninas e meninos preferem de modos diferentes

Os pesquisadores descobriram o seguinte:

  • Meninas entre 7 e 8 anos preferem alimentos como arroz e frango servidos separadamente, mas no mesmo prato.
  • Os meninos entre 12 e 14 anos optaram por misturar tudo no prato ou misturar apenas algumas coisas, como molho e arroz, ou frango e legumes.

Recomendação de uma especialista

Annemarie Olsen, líder da pesquisa, afirmou que uma possível explicação para esse comportamento é que as meninas acreditam que um ingrediente pode “contaminar” outro, talvez em seu sabor ou textura. Além disso, indicou que talvez elas prefiram comer diferentes alimentos em uma determinada ordem, razão pela qual, com base nesse estudo, recomendou que os pais preparassem uma refeição separada em pratos, pelo menos para se alinharem com as preferências das mais novas.

Os alimentos que escolhem segundo seu nível escolar

Além da apresentação dos alimentos, outra preocupação dos pais era como montar as entradas, acompanhamentos e pratos principais dos filhos para torná-los mais atraentes. Uma pesquisa analisou as preferências de 80 tipos de alimentos com 1.818 crianças do terceiro ano ao ensino médio de uma escola em Ohio, e os resultados foram divididos de acordo com o nível escolar em que se encontravam:

  • Educação infantil: preferiam frutas e carboidratos, como batatas fritas como acompanhamento, em vez de verduras e legumes.
  • Ensino fundamental: os alunos tendiam a escolher cada vez menos fast-food, como nuggets, cachorros-quentes ou hambúrgueres, e, pelo contrário, preferiam alimentos como queijo, couve-flor, couve e espinafre.
  • Ensino médio: nesta fase, mostraram-se muito mais abertos a comer diferentes tipos de alimentos, como comidas étnicas, incluindo fajitas, quesadillas, tacos e burritos; comida vegetariana; e peixe, carne vermelha e porco. Além disso, optavam por legumes como acompanhamento.

Os alimentos favoritos de todos

A pesquisa também produziu uma lista de alimentos preferidos por crianças de todos os níveis escolares:

  • Batatas fritas em forma de bolinha.
  • Queijos, sobretudo em fatias.
  • Frutas como morangos e uvas, que são as favoritas de todos, e melões.
  • Batatas ao forno.
  • Leite com e sem chocolate.
  • Purê de batata.
  • Sanduíches.
  • Iogurte.
  • Batatas fritas.

As quantidades nem sempre são as ideais

Mas e as porções? Uma pesquisa conduzida pelo Infant & Toddler Forum entre 1.000 famílias na Inglaterra revelou que 79% dos pais oferecem aos filhos porções de alimentos, bebidas e guloseimas em quantidades maiores do que as recomendadas. Por outro lado, 57% são propensos a oferecer aos filhos mais do que precisam ao servir massas à bolonhesa e 36% oferecem grandes quantidades de nuggets e batatas fritas. No entanto, apesar desses números, 37% estão preocupados com o fato de seus filhos não comerem o suficiente.

O prato ideal

Para orientar os pais, a Harvard T.H. Chan School of Public Health publicou um bom guia alimentar que indica quais nutrientes o prato infantil deve incluir e em que proporções:

  • Metade do prato deve ser composta de legumes e frutas, e é recomendável escolher as duas opções como lanches. Quanto mais verduras e legumes, melhor. Obviamente, batatas fritas não contam como legume.
  • A outra metade deve ser preenchida por proteínas saudáveis, como feijão, ervilha, nozes, sementes, peixe, ovos, frango, grãos integrais, trigo integral, arroz integral, quinoa e alimentos feitos com eles, como macarrão integral. É melhor limitar a carne vermelha, como carne de boi, porco ou cordeiro, e evitar as processadas, como salsichas ou bacon.
  • As frutas devem ser de todas as cores e recomenda-se que sejam consumidas inteiras ou picadas, em vez de sucos de frutas, cujo consumo recomendado é de um copo por dia.
  • As gorduras também são necessárias na dieta diária. Portanto, o uso de óleos de plantas, como azeite extravirgem ou óleo de amendoim, é recomendado em saladas e vegetais. É melhor limitar o uso de manteiga.
  • Em relação aos laticínios, o ideal é escolher leite sem sabor, iogurte natural e pequenas quantidades de queijo.
  • Finalmente, sugere-se optar pela água como a melhor opção para saciar a sede.

Comida saudável disponível a todo momento

Os pais e responsáveis ​​devem ser incentivados a oferecer alimentos saudáveis às crianças pequenas. Especialistas afirmam que é muito importante começar com essas recomendações desde bem cedo para incentivar a criação de hábitos. E, de fato, eles recomendam que todos os alimentos sejam cortados para facilitar seu consumo pelas crianças

De que forma seus filhos preferem a comida? Misturada ou separada? Conte para a gente nos comentários

Imagem de capa Mingusdrew / Reddit
Incrível/Psicologia/Um estudo revelou como as crianças gostam que lhes sirvam a comida, segundo a idade e o gênero
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos