Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Se o seu filho passa horas assistindo a vídeos de outras crianças jogando videogames, é hora de saber por que ele faz isso

3-15
134

Se você tem filhos em idade escolar e está preocupado com o tempo que passam assistindo a vídeos de outras crianças jogando videogames, em vez de jogarem sozinhos, saiba que não é o único. O que é chato para você é pura diversão para eles! Mas, felizmente, podemos tentar encontrar a resposta para isso, uma vez que, de acordo com vários especialistas em psicologia infantil, há três razões pelas quais esse fenômeno ocorre.

Incrível.club conduziu uma pesquisa para esclarecer seus medos e dizer por que as crianças fazem isso.

É divertido

Por incrível que pareça, as razões são as mesmas que explicam por que gostamos de ver outras pessoas jogando futebol, tênis, basquete ou esportes similares, mesmo que não pratiquemos nenhum deles. No entanto, aproveitamos o tempo que passamos em frente à TV para ver como os outros jogam.

O mesmo vale para as crianças. No livro O cérebro da criança explicado aos pais, do neuropsicólogo infantil Álvaro Bilbao, explica-se que, ao assistir a esse tipo de vídeo, uma parte do cérebro das crianças é ativada, fazendo-as viver a experiência como se fossem elas mesmas atrás da tela. Em sua mente, elas sentem que estão jogando e se divertindo, mesmo se estiverem sentadas, apenas olhando para a tela. Além disso, devemos ter em mente que quem grava esses vídeos o faz com um grande componente de carisma e humor.

Portanto, talvez seu filho goste de um jogador mais do que outro. Há ainda a opção de acompanhá-lo nas redes, comentar os vídeos e obter respostas. Isso faz com que ele se sinta próximo de seu jogador favorito.

É uma forma de conexão social com outras crianças

Um estudo do Pew Research Center concluiu que os videogames ajudam as crianças a se conectarem socialmente com o ambiente.

Seu filho não é o único que passa horas e horas assistindo a vídeos de outros jogadores. Seus colegas também. É lógico que, quando estão juntos, eles falam sobre o que veem, assim como os adultos quando comentam os jogos de futebol que viram no fim de semana. Com tal prática, as crianças sentem que têm algo em comum com seus amigos, algo que as une, que podem compartilhar e discutir.

É uma maneira de melhorar as habilidades

O psicólogo Peter Gray escreveu um artigo sobre os benefícios que os videogames exercem sobre as crianças. Elas aprendem estratégias de jogo observando os outros e as colocam em prática quando jogam. Isso significa que, assistindo a vídeos de outras pessoas jogando, desenvolvem seu senso de melhoria. Registram em sua mente o objetivo que desejam alcançar e, mais tarde, o alcançam. Isso é muito positivo para o seu crescimento intelectual, não acha?

Cuidados que você deve ter como pai

Se você ainda se preocupar com o tempo que seu filho passa na frente da tela do computador, a American Pediatric Association aconselha o seguinte:

  • Imponha limites. Defina um tempo razoável para o seu filho assistir a vídeos e garantir que ele o respeite.
  • Preste atenção ao tipo de conteúdo que seu filho vê. Se os jogadores usarem linguagem obscena ou compartilharem cenas de violência com o público, remova esses vídeos da playlist. Você tem a opção de ativar o controle dos pais para impedir que as crianças encontrem esse tipo de vídeo na rede.
  • Certifique-se de que seu filho faça atividades físicas com frequência. Assistir a videogames e jogá-los é uma atividade passiva. Ele também precisa de ar fresco, correr e interagir com outras crianças.
  • Passe tempo com seus filhos, mesmo que seja assistindo a vídeos de outras crianças jogando videogames. E então, joguem uma partida juntos!

Você concorda com os especialistas? O que faz para reduzir o tempo que seu filho passa na frente da tela? Se esta informação lhe foi útil, compartilhe-a com outros pais.

Imagem de capa whichisnicee/ Imgur
3-15
134