Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Por que vale a pena falar com você mesmo, sem medo de se passar por louco

Por que vale a pena falar com você mesmo, sem medo de se passar por louco

Falar em voz alta não é um sinal de loucura e essas conversas podem trazer mais benefícios do que pode parecer à primeira vista.

O Incrível.club divide com você o por que é importante, mesmo ocasionalmente, falar em voz alta.

Em primeiro lugar, é preciso destacar que falar em voz alta é um sinal de genialidade. Algumas das pessoas mais inteligentes da história tinham o hábito de falar com elas mesmas. Isso se reflete em obras científicas - a poesia, a arte e a história confirmam isso.

Por exemplo, Albert Einstein adorava refletir em voz alta sobre fórmulas e teorias complicadas e, às vezes, até mesmo pedia conselho a si mesmo. Além disso, há muitas pesquisas mostrando que pensar em voz alta acelera e estrutura o pensamento.

"Carteira, carteira, carteira. Onde a terei deixado? Ah, ali está, sobre a mesa!". Verificou-se experimentalmente que encontramos as coisas mais rápido se repetimos o nome delas em voz alta. Nomear o objeto no momento em que o está procurando estimula o trabalho da memória e faz com que você se concentre mais rapidamente, como resultado, você encontra o objeto mais rápido.

No entanto é preciso ter em mente que isso só funciona se você sabe com certeza como é o objeto que está procurando.

As crianças muitas vezes aprendem repetindo em voz alta o que estão fazendo. Aliás, dessa maneira se lembram como resolveram o problema e esta experiência vai servir para ocasiões futuras. É mais fácil se lembrar de algo quando você repete em alto e bom som. Isso ocorre porque o nosso cérebro ouve as informações necessárias ditas por nossa própria voz e se lembra do que ouviu muito mais rapidamente e durante mais tempo.

Quase todos temos um caos na cabeça: os pensamentos vão de um lado para o outro, criando uma confusão. No entanto, dizer as preocupações em voz alta, faz com que você consiga organizar seus pensamentos e acalmar os nervos. A famosa psicóloga americana Linda Sapadin acredita que, falando em voz alta as nossas preocupações, encontramos soluções: "Isso permite que as ideias fiquem mais claras, descobrimos o que realmente importa e nos sentimos confiantes com as nossas decisões".

"Já decidi, a partir de segunda-feira começo a correr, vou estudar uma língua estrangeira e vou me inscrever na aula de pintura", dizemos para nós mesmos. Todos sabemos o quão difícil é fazer uma lista de objetivos e começar a se mover para cumpri-los. Falando em voz alta cada passo a seguir, podemos deixar esta tarefa muito mais fácil, tudo se torna menos complicado e mais concreto. Isso ajuda a ver as coisas em perspectiva e avançar com maior confiança.

Finalmente, a pessoa que sabe absolutamente tudo sobre você. Não tenha medo de ouvir a sua voz interior e respondê-la em voz alta.

Afinal, mais louco é quem não cumpre seus objetivos.

Imagem de capa depositphotos
Produzido com base em material de psych.wisc.edu, Dr. Linda Sapadin