9 Características que destacam uma pessoa de sucesso das demais

O que faz com que uma pessoa comum se torne alguém de sucesso? Qual a diferença entre aqueles que conquistam a fama ou conseguem amealhar grandes fortunas e os demais? Pode ser uma mistura de inteligência e sorte, uma boa dose de carisma ou a vocação para a liderança. A verdade é que não existe uma fórmula definida para o sucesso. Mas, por outro lado, não dá para negar que existem algumas características comuns que distinguem os indivíduos bem-sucedidos.

Nós, do Incrível.club, encontramos vários atributos que destacam as pessoas de sucesso. Se você tiver as mesmas qualidades, terá todas as chances de alcançar o êxito.

Preferem óculos em vez de lentes

A afirmação de que existe uma conexão entre o uso de óculos e o nível de inteligência não é um estereótipo, mas um fato praticamente comprovado. A questão é que as pessoas com óculos têm menos probabilidade de praticar esportes de muita ação, por exemplo, e, em geral, preferem praticar atividades mais intelectualizadas. Um leitor ávido de livros tenderá a escolher óculos, não lentes, pois eles são mais práticos. Além disso, intelectuais não costumam ter vergonha de usar óculos. Pelo contrário, os valorizam.

Sabem e costumam dizer “não”

Para ter sucesso profissional ou financeiro é importante controlar seu tempo, mesmo que você pareça estar decepcionando as pessoas. O bilionário Warren Buffett disse uma vez: “A diferença entre pessoas de sucesso e pessoas de muito sucesso é que as de muito sucesso dizem ’não’ a quase tudo.” Dizer “sim” a tudo significa, muitas vezes, sacrificar tempo precioso, que poderia ser empregado no crescimento profissional ou em treinamentos, por exemplo.

Não esbanjam com roupas

Muitas pessoas bem-sucedidas preferem não se vestir com roupas da moda da cabeça aos pés. Afinal, a preocupação com estilo exige tempo e gastos que podem ser evitados. Em primeiro lugar, porque a moda é passageira e tende a mudar o tempo todo. Enquanto a pessoa está “estudando” um estilo, esse estilo já pode ter dado lugar a outro — ou seja, você pode estar gastando energia à toa.

Esse gasto de energia, aliás, pode ser algo diário: imagine quanto tempo, em um ano, uma pessoa preocupada com o assunto gasta para escolher bem o look do dia.

Mark Zuckerberg, o criador do Facebook, é conhecido por sua icônica camiseta cinza, usada com enorme frequência. Steve Jobs ficou famoso por sua camisa preta de manga comprida acompanhada por jeans e tênis. Empresário americano e importante teórico do Marketing, Seth Godin prefere se destacar um pouco mais, usando sempre meias coloridas. Ele mostra que é possível não pensar muito na moda, sem deixar de “sair da caixa”.

Descansam de maneira pouco convencional

Personalidades extraordinárias têm outro recurso secreto: o modo como dormem. Nikola Tesla não dormia mais do que duas horas por dia, Leonardo da Vinci dormia cerca de 20 minutos, depois trabalhava quatro horas e assim por diante. Albert Einstein dormia 10 horas ou mais todo dia.

É difícil dizer se esses ciclos de sono influenciaram esses gênios, mas as pesquisas têm mostrado que os humanos não são naturalmente programados para dormir oito horas “em uma tacada só”. Então, que tal experimentar novas maneiras de dormir?

Usam técnicas incomuns para aumentar a produtividade

Algumas personalidades de sucesso adotam (ou adotavam) técnicas consideradas “diferentes” para manter o foco. Bill Gates, por exemplo, adora se balançar na cadeira em momentos de tensão; Ígor Stravinski, o compositor e pianista russo, se colocava de ponta-cabeça toda vez que se sentia “em um beco sem saída”.

Mas isso ainda não é o mais surpreendente. O poeta alemão Friedrich Schiller mantinha maçãs podres na gaveta de sua escrivaninha por causa de seu aroma “inspirador”. O escritor Jonathan Franzen coloca fones de ouvido com cancelamento de ruído, uma venda nos olhos e se desconecta da internet.

Sempre anotam as coisas a fazer

O bilionário contemporâneo Richard Branson e o magnata do século XX Aristóteles Onassis concordariam em uma coisa: é importante que você sempre tenha um caderno de anotações à mão. Branson disse, mais de uma vez, que não poderia abrir sua empresa, a Virgin (que acaba de mandar o bilionário ao Espaço) sem um simples caderno que leva consigo aonde quer que vá. E Onassis disse: “Sempre leve um caderno com você e anote absolutamente tudo. Esta é uma lição de um milhão de dólares que a escola de negócios não vai ensinar!”

Fazem exercícios diferentes

A atividade física é importante para manter a clareza mental e o bem-estar. Mas algumas pessoas bem-sucedidas vão a extremos “inventando” os exercícios para si mesmas. Vamos começar com um exemplo simples: Tim Cook, da Apple, acorda antes das 4h da manhã para ir à academia antes do trabalho.

Simon Cowell, um dos mais importantes representantes do show business britânico, prefere treinamentos não tradicionais; ele “escala” árvores diariamente. Nikola Tesla costumava dobrar os dedos dos pés por 100 vezes. E Oscar Wilde costumava passear com sua lagosta frequentemente.

Só fazem reuniões quando realmente é necessário

Quando o renomado bilionário Mark Cuban foi questionado sobre um bom conselho para empreendedores iniciantes, respondeu: “Nunca faça uma reunião a menos que receba um cheque por ela.” As reuniões estão realmente roubando nosso tempo. Não apenas porque os participantes se atrasam na maioria dos casos, mas também porque se o número de tópicos discutidos for muito grande, as conversas demoram muito tempo, que poderia ser gasto de forma mais útil. A dica, aqui, é se possível, realizar reuniões apenas quando forem realmente necessárias. E, se não houver escapatória, fazer com que sejam tão breves e objetivas quanto possível.

Possuem gostos alimentares diferentes

Muitas pessoas de sucesso têm hábitos alimentares estranhos. Steve Jobs, por exemplo, comia apenas um tipo de comida durante semanas, por exemplo, cenoura ou maçã. Ele acreditava que sua dieta vegana rígida permitia que seu corpo ficasse mais limpo por mais tempo, de modo que só precisava tomar banho uma vez por semana. Vale destacar que os especialistas tendem a acreditar que esse tipo de dieta pode prejudicar a saúde. O escritor Stephen King adora comer um pedaço de cheesecake antes de começar a trabalhar. Ele também nunca come nada “escorregadio”, como ostras.

O fato é que as peculiaridades alimentares não são, a rigor, algo exclusivo dos famosos e bilionários. Há pessoas comuns, por exemplo, que adoram melancia com pão; outras amam tomates com açúcar. Outras, ainda, têm predileção por batatas fritas com sorvete. Tudo misturado.

Agora queremos saber: você possui algum dos hábitos que acabamos de descrever? Acredita que eles podem fazer alguma diferença na trajetória profissional de uma pessoa?

Compartilhar este artigo