Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

7 Hábitos simples que podem revelar o lado sombrio da sua personalidade

Cada pessoa tem suas preferências e rituais cotidianos, tarefas que executamos sempre da mesma forma, sem pensar no porquê de fazermos aquilo, exatamente daquele jeito. Estamos acostumados a enxergá-los como atos triviais, mas estudiosos dizem que, embora inofensivas, as ações que realizamos são capazes de demonstrar o lado sombrio de nossa personalidade. Aquele que geralmente optamos por esconder.

Assim, o Incrível.club reuniu 7 hábitos corriqueiros e o que pode estar por trás deles.

7. Comida orgânica

A escolha de alimentos orgânicos pode revelar, em alguns casos, personalidades com tendência a julgar os outros e a não demonstrar altruismo.

As pessoas que identificam os alimentos saborosos, poré

Pelo menos é o que indica um estudo da Universidade de Loyola, em Nova Orleans, Estados Unidos. O principal autor desse estudo explicou os resultados da seguinte maneira: “As pessoas que cometeram uma boa ação acreditam que, por conta disso, podem ter uma postura eticamente questionável. É algo comparável a quando você vai à academia e corre alguns quilômetros só para depois comer uma barra de chocolate”. Ou seja, as pessoas que costumam comprar alimentos orgânicos usam suas boas ações como uma justificativa para práticas condenáveis que adotarão no futuro.

6. Bronzeamento artificial

Muita gente conhece os efeitos nocivos das queimaduras solares, o que tem levado a uma diminuição na procura de locais especializados em bronzeamento artificial. Mas esses lugares ainda têm seus frequentadores. Especialistas alertam que o desejo de ganhar um tom dourado na pele graças a um sol artificial revela uma tendência a outros vícios. Por exemplo, pessoas assim têm 6 vezes mais chances de se tornarem alcoólatras e 3 vezes mais de sofrerem de um transtorno afetivo estacional.

5. Banho frio

Uma pesquisa disponível na Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos afirma que uma pessoa é capaz de compensar a falta de calor emocional regulando a temperatura da água. Por exemplo, quanto mais tempo a pessoa passa no chuveiro ou banheira, mais desenvolve um sentimento de solidão. Os adeptos dos banhos frios geralmente são egocêntricos, obstinados e não toleram a opinião de outras pessoas. Gente assim pode até ouvir o ponto de vista diferente, mas nunca concordará com ele.

4. Sacolas reutilizáveis para compras

Há alguns anos, as sacolas reutilizáveis viraram tendência e várias pessoas ficaram satisfeitas em aposentar as opções menos ecológicas, como as de plástico. Mas essa situação é similar à dos apaixonados por produtos orgânicos: existe uma espécie de “pontos de bonificação” obtidos com boas ações. Por isso, segundo uma pesquisa da renomada Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, geralmente pessoas assim geralmente compram alimentos não tão saudáveis (batatas fritas, chocolates e refrigerante, por exemplo).

Os autores do estudo explicaram os resultados argumentando que os usuários de sacolas desse tipo acham que estão cuidando do meio ambiente (o que é uma boa ação) e por isso, como recompensa, têm o direito de consumir algo gostoso, mas prejudicial.

3. Caixa de e-mail

A caixa de e-mail de uma pessoa pode revelar muito sobre ela:

  • Aqueles que não deixam de checar as novas mensagens (filtrando, eliminando ou respondendo rapidamente os e-mails recebidos) desejam ter tudo sob controle, ficando à mercê de uma tensão obsessiva.
  • Quando a pessoa raramente elimina as mensagens depois de lê-las, mostra um lado perfeccionista, que tem a necessidade de sentir-se seguro. Gente assim prefere manter tudo como está, caso venha a precisar algum dia.
  • Já quem mantém os e-mails sem apagar e também sem ler é dono de grande intelecto, pois têm a consciência de que ler cada mensagem não acrescentará nada. É gente que não quer perder tempo numa tarefa inútil.

6. “Curtidas” nas redes sociais

Estudos mostraram que as “curtidas” que uma pessoa dá no Facebook são capazes de revelar seu gênero, visão política, orientação sexual, crença religiosa e nível intelectual. E isso é feito com o objetivo de melhorar as técnicas de vendas de diferentes produtos. Mas os pesquisadores explicaram ainda que as “curtidas” definem o “ativismo preguiçoso” e o comodismo. As pessoas podem expressar sua indignação sobre certos fatos com apenas um clique, sem “perder tempo” nem realizar esforços reais.

1. Produtos amargos

Todo mundo conhece pelo menos uma pessoa que toma café sem açúcar nem adoçante. Porém, especialistas da Universidade de Innsbruck na Áustria, afirmam que as pessoas fãs de café preto sem nada têm maior probabilidade de sofrer de transtornos mentais similares aos dos assassinos em série.

De acordo com as pesquisas, a paixão por qualquer produto amargo pode indicar que você está diante de um psicopata. Já os apaixonados por cerveja, tônica e outros líquidos sem açúcar são mais propensos a desenvolver traços de sadismo e narcisismo, tendência à bipolaridade, vaidade e egoísmo, encontrando prazer no sofrimento de outras pessoas.

Você acredita que os hábitos revelam coisas muito mais profundas do que poderíamos pensar? Ou acha que os especialistas exageram um pouco? Deixe seu comentário!

Imagem de capa Twin Peaks/ABC, Friends/NBC