Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

7 Atitudes que fazem com que você saia mal de uma discussão

No mundo atual, estamos rodeados por inúmeras ideias pseudocientíficas impostas pela publicidade e por outras armadilhas das quais só podemos escapar fazendo uma séria análise.

O Incrível.club reuniu erros e truques de lógica básicos que não apenas podem te ajudar a sair vencedor de uma discussão, mas também fazem com que você reflita melhor sobre aquilo que deve ser dito.

Esse truque funciona assim: um dos participantes do debate distorce as razões do oponente, substituindo-as por outras similares, porém menos lógicas. Assim, o sentido da afirmação feita pelo outro é alterada, facilitando sua derrubada.

É um erro lógico que exclui qualquer outra opção menos as duas em questão. De forma geral, uma delas é falsa ou inaceitável, restando apenas a outra, que todo mundo deveria escolher.

Esse tipo de falácia ajusta os dados para poder demonstrar que a pessoa tem razão (como um vaqueiro esperto que primeiro atira na parede da casa e só depois desenha o alvo no local onde ficaram mais buracos de bala). Em boa parte dos casos, o truque é usado em conversas nas quais estatísticas e hipóteses científicas são importantes. O oponente ajusta sua opinião às informações que possui, de forma que pareça verossímil. O correto, contudo, seria propor uma hipótese primeiro e só depois procurar pelos dados que a comprovassem.

De lógica, este truque não tem nada. Trata-se de prever certos acontecimentos terríveis, tirando conclusões equivocadas. É a mesma coisa de dizer que o acontecimento "A" acontece por conta do acontecimento "Z", sem levar em consideração qualquer acontecimento intermediário.

Usando esse truque, seu oponente foca em suas qualidades pessoais. Ao sair vitorioso de uma discussão graças a insultos, seu oponente acredita que venceu o debate inicial, o que está totalmente incorreto.

É um erro de raciocínio caracterizado quando a opinião da maioria é apresentada como a correta. Em casos assim, a pessoa costuma dizer: "A maior parte da sociedade não pode estar equivocada". Só que este não é um argumento válido, pois todos somos diferentes uns dos outros. Como diria o escritor Nelson Rodrigues, "toda unanimidade é burra". Talvez ele estivesse exagerando, mas fica a lição.

Essa falácia apresenta a experiência pessoal como sendo um argumento irrefutável. Mas precisamos ter em mente que aquilo que é bom para uma pessoa talvez pode não ser para outra.

Ilustradora Natalia Kulakova exclusivo para Incrível.club