Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

13 Sinais de um relacionamento saudável

É natural que de vez em quando as pessoas se questionem se suas experiências como casal se encaixam no modelo padrão imposto pela sociedade. No entanto, cada relacionamento é um “mundo” completamente diferente e com dinâmicas próprias, onde a sua experiência pode não ser a mesma vivenciada pelos membros da sua família e totalmente diferente da de um amigo.

Nós, do Incrível.club, analisamos algumas características de relacionamentos que não são os mais exemplares, e descobrimos com psicólogos que casais que quebram alguns estereótipos, tendem a ser mais felizes. Confira!

O silêncio não é um problema

Um longo período de silêncio, inclusive quando estão juntos, é um bom sinal. Ainda mais se você não se sente desconfortável com isso e não sente a necessidade de falar o tempo todo. A Dra. Roni Beth Tower acredita que casais que conseguem ficar juntos em silêncio com seus próprios pensamentos ou fazendo alguma atividade própria, têm uma conexão especial.

  • Meu pai sempre me disse que tudo que eu precisava para fazer amigos era ter um bom papo, ser bom em ouvir e excelente em ficar calado. © Pretty*****Chalant / Reddit
  • Ser capaz de ser feliz em um silêncio “constrangedor” é, na verdade, um silêncio de amor verdadeiro. Diz tudo o que as palavras não podem. © BigBossLittleFiddle / Reddit

Fazer coisas separadamente

Tracey Cox, uma especialista britânica em relacionamentos, observa que uma proporção crescente de pessoas está começando a sair de férias sem seu parceiro. E isso pode até fortalecer o relacionamento: se você realmente ama e confia no seu companheiro, com certeza sentirá falta dele, mas ao mesmo tempo, você pode fazer o que quiser. Por exemplo, pode ir visitar um museu, enquanto seu parceiro, está escalando montanhas.

  • No verão passado, precisava de uma pausa e meu marido não podia tirar uma folga junto comigo. Fiquei bem desanimada, mas decidi me proporcionar um descanso sem ele. Não saí da cidade nem nada, só tirei um dia somente para mim. Passei a manhã caminhando sozinha pelas montanhas, saí para almoçar e fiz compras para mim e não para os meus filhos. Foi provavelmente o dia mais relaxante que tive em muito tempo. Não precisei me preocupar com meus filhos, ou ter pressa em fazer as coisas rápido por causa da agenda lotada do meu marido. Era o meu dia. Eu realmente amo meu esposo, mas também amo fazer atividades sozinha. Ter um tempo só para mim era muito necessário. Depois dessa experiência, decidi tirar pelo menos um dia no ano para mim, sem marido, sem filhos, sem trabalho, sem casa, apenas fazer o que eu quiser. © Lizzy White / Quora

Resolver conflitos de uma maneira diferente

Suas maneiras de resolver conflitos não podem ser sempre as mesmas. Neil D. Fleming e Coleen E. Mills classificam as pessoas em 4 grupos de acordo com a percepção do que é mais significativo para elas: as pessoas visuais, que notam melhor as informações quando são apresentadas através de uma representação visual; as auditivas, que percebem melhor as informações de maneira verbal; as pessoas de leitura/escrita, que absorvem melhor as informações lendo e escrevendo; e as cinestésicas, que percebem o mundo de uma maneira diferente: o importante para elas é tocar, cheirar, saborear.

  • Durante o início do meu relacionamento, sempre que meu parceiro e eu discutíamos, ele sempre tentava segurar minha mão ou me abraçar enquanto conversávamos. Mas eu me sentia nervosa e precisava de espaço para pensar, então o afastava. Sempre chegávamos em um ponto em nossas discussões que ele simplesmente se fechava ou saía do apartamento, e eu não conseguia entender o porquê. Achei que ele simplesmente não se importava o suficiente para conversar sobre as coisas comigo. Finalmente aprendi que o toque físico é uma grande parte da sua linguagem de amor, e era disso que ele precisava durante/depois de nossas brigas para se sentir emocionalmente conectado a mim. Desde então, quando um de nós fica chateado, ficamos de mãos dadas e conversamos. É uma coisa pequena e estranha que fez uma grande diferença em nosso relacionamento. © Salsa__Stark / Reddit

O relacionamento do seu parceiro com sua família

Se seus pais e seu parceiro se dão bem, isso é um ótimo sinal. A situação, decerto, é menos agradável quando seus familiares e seu cônjuge não gostam um do outro, mas isso não deve se tornar a causa de conflitos. Seu parceiro não é obrigado a participar de jantares em família com seus pais, mas se ele realmente ama você, tratará sua família com respeito. A psiquiatra Abigail Brenner sugere que você defina os limites comportamentais imediatamente.

Vocês podem ter diferentes pontos de vista e interesses

O Dr. Mark White acredita que as pessoas enfatizam demais o fato de que seu parceiro deve compartilhar das mesmas paixões e dos mesmos interesses. Segundo ele, gostos em comum podem abafar problemas do casal, prologando relacionamentos que não são mais viáveis. A psicoterapeuta Diane Barth vê como um problema o fato de que as pessoas frequentemente percebam a compatibilidade como semelhança. A maioria de nós precisa de alguém diferente de nós, que fortaleça nossos pontos fortes e enriqueça nossas vidas.

  • Acredito que dentro de um relacionamento o casal precisa ter a mesma opinião sobre as coisas que realmente importam. Por exemplo, ambos querem se casar, ter uma vida familiar tranquila. Eu e meu parceiro não gostamos do mesmo tipo de música, arte, livros, passatempos, temos amigos muito diferentes, mas concordamos sobre as principais coisas. Somos completamente diferentes nessas pequenas coisas, mas no final é por isso que ainda estamos juntos, porque nunca deixa de ser interessante. @ Anonymous / Quora
  • Encontrar alguém que concorde com você em tudo, e é exatamente como você, acho que seria muito chato. Quero uma mulher que me leve a novos lugares, que me mostre coisas novas, comidas novas etc. Não quero um irmão gêmeo. @ Mark Taylor / Quora

Brigar também pode ser saudável

Às vezes, ficamos tão irritados com nosso parceiro que acabamos brigando. A Dra. Elizabeth Dorrance Hall enfatiza que frequentemente a pessoa que amamos recebe a maior carga das nossas emoções negativas. Por outro lado, o conflito é bom para o relacionamento porque sinaliza a necessidade de mudança para ambas as partes. É importante acabar com uma discussão pedindo desculpas e admitindo seus erros.

  • Tenho amigos que amam ter batalhas intelectuais entre si, é como eles se conectam e expressam seu amor. © Iwunderalot / Reddit
  • Não importa o quanto vocês estejam zangados um com o outro — você ou seu parceiro farão o possível para se ajudar, se necessário. Posso ficar muito irritado, mas prepararei o jantar para minha esposa, embora não esteja com fome. Não importa o quanto estejamos furiosos um com o outro (geralmente não dura muito), mas nunca iremos ignorar ou tentar ensinar uma lição ao outro. Muitas vezes a briga termina com os dois se desculpando. Discutir e ficar com raiva é apenas parte do relacionamento e é inevitável. É como você lida com isso que separa um relacionamento saudável de um relacionamento ruim. © kamikaziboarder / Reddit
  • Se o seu parceiro leva críticas a sério, sem tentar devolvê-las imediatamente para você na forma de novas críticas, vocês dois têm uma grande chance de ir longe. © SqueakyCleanNoseDown / Reddit

Não tentar agradar o outro de qualquer maneira

Não tente fazer pelo outro coisas que ele não gosta de fazer (por exemplo, arrumar a cama etc.). Façam as atividades rotineiras juntos ou igualmente delegadas. A psicóloga Atalanta Beaumont aconselha que você não se esforce demais para agradar seu parceiro. Um desejo irresistível de cuidar do outro geralmente remonta à infância, quando seus esforços não eram recompensados ou não eram considerados suficientes e você se sentia desvalorizado.

  • Se você tenta agradar a todos, às vezes acaba sacrificando suas próprias necessidades. Não há problema em desagradar as pessoas. Você não pode fazer todo mundo feliz e, se pudesse, seria preocupante. © Daniel Dye / Quora

Dormir separados

Se você dorme separado do seu parceiro porque um de vocês ronca durante o sono e o outro tem um sono muito leve, não se preocupe, a psicóloga Katherine Schreiber observa que cada vez mais os casais estão optando por dormir em quartos separados. Um estudo da Universidade de Ohio mostra que um sono saudável é mais importante para o relacionamento do que dormir juntos, porque distúrbios com o sono podem levar a graves problemas familiares.

  • Por anos, dormir na mesma cama não funcionou para o nosso relacionamento. Isso causou muito atrito entre nós. Começamos a dormir separados e com isso nos tornamos um casal melhor. Uma boa noite de sono sem o outro reclamando de roncos ou puxando os lençóis pode fazer maravilhas para o relacionamento. Nós rimos mais e ficamos relaxados. E na hora de dormir, calmamente dizemos boa noite um para o outro e partimos para nossos quartos separados. © Ameerah Ahmed / Quora

Pouco romance

Se um parceiro não dá flores para o outro e os seus presentes costumam ser econômicos e funcionais, o psicólogo Barton Goldsmith explica: a maioria das pessoas não tenta fazer coisas românticas porque simplesmente não sabem como fazê-las.

  • Sou ruim em lembrar de detalhes. Então, comecei a gravá-los no meu telefone e isso me permitiu ser muito mais atenciosa com as pessoas que eu amo. © imasassypanda / Reddit

Não querer ter filhos

Se ambos aceitam esse fato, isso não prejudica de forma nenhuma as ambições do casal. Psicólogos dizem que muitas vezes casais sem filhos são mais felizes do que casais com filhos.

  • Meu marido e eu estamos casados ​​há 6 anos e juntos há 9. Os principais pontos positivos de não ter filhos é que somos livres para fazer o que quisermos. Meu marido abriu seu próprio negócio e eu estou fazendo um doutorado em uma área que sempre me interessei. Temos a oportunidade de viajar e morar em diversos países por vários meses. Nos fins de semana, meu marido toca com uma banda e ocasionalmente eles fazem shows. Eu trabalho como voluntária em um abrigo de animais e comecei a fazer aulas de francês — sempre sonhei em aprender. Se tivéssemos filhos, provavelmente não teríamos nem a liberdade, nem tempo para os nossos interesses e passatempos. © Anonymous / Quora

Sobre passar pouco tempo juntos

Se você não consegue passar muito tempo com o seu parceiro, não se preocupe, o importante é confiar nele e nos sentimentos dele. O tempo juntos é realmente importante, mas muito mais importante, segundo psicólogos, é como esse tempo é usado. As atividades conjuntas devem ser agradáveis para ambos.

  • Quando estava no começo do namoro com meu marido, senti que ele estava distante em uma época em que estávamos ambos muito ocupados. Nunca mencionei isso para ele ou disse que estava desconfortável, mas senti que ele estava se distanciando e queria que respeitasse isso sem conflito. Principalmente considerando o fato de que o relacionamento era novo. Além disso, eu estava sempre muito ocupada. Um dia, sem aviso, ele me enviou um punhado de mensagens dizendo que sentiu que ele estava distante e que sentia minha falta, apesar de todo o caos. Pedi desculpas por ter me distraído com o trabalho e perguntei quando ele teria algum tempo para que eu pudesse vê-lo. Isso me surpreendeu. Eu senti como se ele tivesse me compreendido. Isso me convenceu de que ele era especial. © Me_Mento_Mori / Reddit

Leva tempo para aceitarmos um ao outro

Todo mundo tem seus próprios defeitos, e, às vezes, leva tempo para aceitá-los. Os psicólogos observam que a aceitação de um defeito de uma pessoa não significa concordância total ou aprovação de suas ações. A aceitação em psicologia é aceitar a realidade de uma pessoa sem tentar mudá-la ou brigar por isso. Imagine como você poderia melhorar seu relacionamento com alguém se essa pessoa sentisse que você a aceita completamente?

  • Meu marido aguentou/esperou cerca de 7 anos para que eu começasse a reagir com menos intensidade às críticas. Mas de vez em quando ainda tenho a reação instintiva inicial de pensar: “Eu sou uma esposa ruim!” © whodunit_notme / Reddit
  • Se você puder dedicar algum tempo para entender as críticas de seu parceiro, entendendo por que ele teve determinada ideia sobre você e o que o levou a esse entendimento desde sua criação, então você resolverá muitos problemas, já que muitas pessoas entendem uma ação de acordo com sua vivência. Meu parceiro cresceu em uma família pobre e tem muitos hábitos que foram adquiridos na infância. Ele sempre estava preocupado pensando no que fazer se a comida na geladeira acabasse. Na minha família acontecia o contrário: tinha muita comida e eu tinha de comer tudo o que me ofereciam para que a comida não estragasse. Demorou um pouco para entender a diferença entre nossas atitudes. © Postsupernova / Reddit

As pessoas expressam sentimentos de maneiras diferentes

Dentro de um relacionamento, podem existir ideias diferentes de como expressar sentimentos. Para um, as palavras serão mais importantes, para outro, abraços ou ações reais que confirmem as palavras. Um estudo descobriu que pessoas casadas há muito tempo veem que cozinhar, fazer as compras ou até mesmo limpar a casa como uma forma de amor e carinho.

  • É importante saber como uma pessoa expressa e aceita melhor a “linguagem do amor” para saber como expressar adequadamente seus sentimentos ao seu parceiro. Para muitos homens o mais importante é o lado físico, o que significa que recebemos melhor os sinais de afeto por meio de contato físico, como um beijo ou abraço. Da mesma forma, alguns podem ter uma companheira cuja linguagem do amor é de forma escrita ou falada, e esse tipo de pessoa adora ouvir de maneiras elegantes e profundas os sentimentos de seus parceiros. Coisas como cartas de amor, longas conversas e bilhetes amigáveis ​​fazem com que ela se sinta apreciada e lhe mostra os verdadeiros sentimentos de seu companheiro. Se não souber as melhores maneiras de demonstrar seu amor ao seu parceiro, você pode ficar para trás e acabar fazendo com que ele se sinta desvalorizado devido à sua incapacidade de demonstrar afeto. Então, sim, as linguagens do amor são muito importantes para os relacionamentos. © Christopher Johnson / Quora

Qual é o tipo de relacionamento ideal para você? Como costuma demonstrar amor pelo seu parceiro? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo