Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Uma maneira muito simples de comprovar se o seu peso está numa faixa normal

Confira uma simples e eficiente maneira de comprovar se o seu peso está correto. Ela não considera a estrutura do corpo ou a proporção entre a massa muscular e a gordura.

Algumas pessoas acreditam que, para saber se o peso ideal está dentro de um limite correto, é preciso medir o índice de massa corporal, que é calculado desta maneira:

IMC = peso em kg / altura² (altura x altura)

Na realidade, existe outro método mais seguro: medir a estatura da pessoa e a circunferência da cintura. Isso acontece porque com um mesmo IMC a pessoa pode ter um corpo atlético ou sobrepeso - um peso elevado pode significar que a pessoa tem muita gordura ou muita massa muscular. Isso acontece porque o método não considera as áreas onde acumulamos gordura. E a gordura mais 'perigosa' é a abdominal.

A Organização Mundial da Saúde usa estes índices.

Como medir a estatura corretamente

É melhor medir a estatura pela manhã, para o resultado ser mais preciso. Durante o dia a coluna pode ser levemente comprimida, dminuindo em alguns milímetros seu tamanho.

Você vai precisar de: fita métrica, lápis, um livro e um espelho.

  1. Escolha uma parede onde você possa apoiar as costas. Desta forma, a precisão da fita métrica será maior. O chão deve ser liso, sem tapete.
  2. Endireite as costas e apoie a sua cabeça, os ombros, as costas, os glúteos e os calcanhares na parede.
  3. Coloque em cima da cabeça um livro, de maneira que ele forme um ângulo reto com a parede. Comprove isso com a ajuda de um espelho, marque a área com um lápis e meça a estatura.

Como medir a circunferência da cintura corretamente

Na hora de medir a cintura surgem muitas perguntas e dúvidas. Confira algumas indicações:

  1. A fita deve ficar em volta da cintura e deve estar paralela ao chão.
  2. Ela deve estar bem colada ao corpo, mas com um espaço para um dedo.
  3. Não coloque a barriga para fora.
  4. Mantenha as costas retas.

Você vai precisar de: uma fita métrica e um elástico.

Para pessoas com a cintura fina, é suficiente colocar uma ponta da fita exatamente sobre o umbigo e medir.

Para as pessoas tamanho 'médio', amarre um elástico em volta da cintura e caminhe um pouco. O elástico vai se ajustar na parte mais estreita da cintura e é lá que a medição deve ser feita.

Para as pessoas com a barriga maior, coloque a fita uns 2 ou 3 cm acima da altura do umbigo. Meça a cintura 3 vezes e tire a média das 3.

Fórmula para calcular

Usando uma calculadora, faça a seguinte conta:

Circunferência da cintura (cm) / estatura (cm) * 100

e compare com os resultados abaixo:

Mulheres:

  • Menos de 35: peso insuficiente.
  • De 35 a 41,9: muito magras.
  • De 42 a 48,9: peso normal.
  • De 40 a 53,9: sobrepeso.
  • De 54 a 57,9: obesidade.
  • Mais de 58: obesidade mórbida.

Homens:

  • Menos de 35: peso insuficiente.
  • De 35 a 42,9: muito magros.
  • De 43 a 52,9: peso normal.
  • De 53 a 57,9: sobrepeso.
  • De 58 a 62,9: obesidade.
  • Mais de 63: obesidade mórbida.

Por exemplo: uma mulher que mede 1,65 m de altura e tem 72 cm de cintura.

A conta será: 72 / 165 * 100 = 43.

O peso é normal.

Bônus: alguns exercícios para reduzir a cintura

  • Giros de pernas na posição deitada.

Deite de costas, levante as pernas e deixe-as esticadas. Sem tirar as costas do chão e mantendo as pernas juntas, leve-as para o lado esquerdo e, depois, para o lado direito. Faça 20 repetições de 3 a 4 vezes por semana. Este exercício trabalha os abdominais oblíquos e ajuda a queimar gordura na cintura.

  • Abdominais ao contrário.

Deite de costas e, sem tirar as costas do chão, levante e abaixe as pernas até formar um ângulo de 90° entre as pernas e o corpo. Faça 10 repetições de 3 a 4 vezes por semana.

Produzido com base em material de Daniel G. Amen