Incrível
Incrível

Que benefícios experimentam as mulheres que dão à luz em idade avançada

Esperar alguns anos para formar uma família pode ter suas vantagens. A idade adequada para ter um filho mudou com o passar do tempo, e agora existe uma tendência a adiar a maternidade, seja por motivos pessoais, educacionais, profissionais ou financeiros. Nesses casos, algumas mulheres sentem medo devido aos riscos de complicações relacionadas à gravidez tardia. Todavia, um estudo recente revelou que dar à luz em idade avançada melhora as possibilidades de viver por mais tempo.

No Incrível.club pesquisamos a relação existente entre dar à luz mais tarde e o aumento da longevidade.

Por que a idade “ideal” para engravidar é antes dos 35 anos?

Uma mulher nasce com todos os óvulos que terá em sua vida. Eles vão envelhecendo e, consequentemente, diminuem sua qualidade e quantidade. Por isso, a idade é considerada o fator mais importante a afetar a fertilidade. Diversas pesquisas apontam que as mulheres entre 20 e 25 anos têm, todos os meses, de 25 a 30% de possibilidades de engravidar.

Contudo, o relógio biológico diminui com o passar do tempo, isso a partir dos 30 anos. A fertilidade se reduz ainda mais depois dos 35. E já com 40 anos, a possibilidade de ficar grávida em qualquer ciclo menstrual é de cerca de 5%. Devemos considerar que manter hábitos saudáveis melhora as condições da maternidade mesmo em idades avançadas.

A tendência atual é de adiar a maternidade

A partir da década de 1970, vimos um aumento dramático no número de mulheres que dão à luz aos 35 anos ou mais. A partir do ano 2000, a idade média do primeiro parto também aumentou. Essa tendência a adiar a maternidade está ocorrendo no mundo todo e isso se deve a fatores sociais, culturais e econômicos.

Portanto, é preciso considerar que as mulheres estão alcançando níveis educacionais mais altos. Além disso, houve mudanças culturais e de valores que levaram ainda mais pessoas a não se sentirem “preparadas” para ter um filho. Outras razões incluem a incerteza econômica para manter uma família, ou mesmo a falta de estabilidade no relacionamento.

A relação entre a fertilidade e a longevidade

Um novo estudo revelou que a longevidade da mulher poderia estar associada à idade materna no momento de dar à luz o último filho. Cientistas relacionaram o estado das sequências repetitivas de proteínas do DNA, que se encarregam de proteger a informação genética, com a idade biológica. Assim, chegaram à conclusão que aquelas mães, cujos filhos nasceram mais tarde, apresentavam sequências mais longas, ou seja, mais anos de vida.

Outros benefícios da gravidez tardia

Contudo, essa descoberta científica não é o único benefício. As mulheres maduras têm um melhor preparo físico e mental para enfrentar a maternidade, com maiores chances de saúde e mais vantagens socioeconômicas. Além disso, parecem ser mais felizes depois de ter filhos. As vantagens também incluem as crianças nascidas de mães com mais de 35 anos, pois, seus resultados em testes cognitivos indicam serem mais inteligentes.

Qual foi sua primeira reação ao saber que estava esperando um bebê? Compartilhe as histórias mais curiosas sobre a sua gravidez nos comentários!

Incrível/Mulher/Que benefícios experimentam as mulheres que dão à luz em idade avançada
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos