Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

“Eu sou bonita, então devo ser burra”. Internautas compartilharam os estereótipos mais brutais que já ouviram

“Ela se casou com um homem rico? Tenho certeza que não foi por amor”. “Sim, olhe para a cara dela, de quem não fez nem curso superior”. Tais estereótipos sobre pessoas, cidades e culturas inteiras não são incomuns. E o triste é que tais padrões estão firmemente gravados em nosso subconsciente. A maioria de nós, automaticamente, tira conclusões sobre a orientação de uma pessoa por seu hobby e julga sua inteligência pela sua aparência.

Incrível.club preparou uma lista com histórias da vida de pessoas que caíram na percepção estereotipada de outros. Alguns da nossa lista, até admitem que eles mesmos colocaram etiquetas em seus entes queridos e em interlocutores desconhecidos. Confira!

  • Durante muito tempo, sinceramente, acreditei que só as mulheres fofocassem. Entrei em um coletivo predominantemente masculino e fiquei completamente frustrada: nunca ouvi tantas fofocas sujas em nenhuma companhia feminina. © Marina Ulb
  • Geralmente, dizem que os homens não prestam atenção às unhas, sobrancelhas e maquiagem das mulheres. Mas tenho certeza que eles percebem tudo isso e guardam sua opinião para si. Outro fato é que eles não dão tanta importância a isso quanto as mulheres. Em geral, eles não devem ser considerados tolos desatentos, mas também não faz sentido ter vergonha de ter unhas quebradas. Na verdade, os jovens são mais atentos do que se pensa. © Alina Lovitskaya
  • Costumava ser muito criticada por não parecer com uma mãe jovem, as pessoas diziam que eu me arrumava muito. E quando comecei a ter depressão, as pessoas que eu considerava queridas, ficaram satisfeitas e falavam pelas minha costas: “Agora ela parece uma mãe de verdade”. Essa é uma das minhas memórias que mais odeio. © Anonymniy Polzovatel
  • Estava indo da cidade russa Tula até a capital. Durante a inspeção na estação, o policial perguntou: “De onde?”, Respondi: “De Tula”. Ele: “Você tem armas ou pão de gengibre?” © youngHeroM
  • Eu acreditava que a aparência de um cara não era importante para as garotas, até que comecei a ouvir com muita frequência: “Bem... ele não é muito bonito”, “Não gostei muito do rosto”, “Não é meu estilo”. Ouvi tantas vezes, que parei de acreditar na história de que “um homem deve ser um pouco mais bonito que um macaco”. © Artem Zhdanov
  • Eu tinha certeza de que os homens são criaturas calmas e de sangue frio, que são capazes de resolver tudo em um minuto. Mas, na realidade, eles geralmente se comportam histericamente, se ofendem mais do que algumas meninas. Às vezes, eles organizam um verdadeiro escândalo em resposta a uma palavrinha dita sem muito cuidado. Em geral, cheguei à conclusão de que muitos homens são muito sensíveis e sutis. Cada vez mais, ao lidar com o sexo oposto, sinto-me casca grossa e insensível. © Masha Dubinina

Mensagem de um contador de diamantes de Iakutsk, uma região da Rússia, onde se encontram muitas minas de diamantes

  • As mulheres adoram homens que sabem conversar? Eu não sei como cada um interpreta isso, mas no meu caso, eu cheguei à conclusão que: se uma mulher tiver que escolher entre aquele que fala e aquele que faz, ela escolherá o segundo. © Nikolay Gurtovoy
  • Eu trabalho em uma loja de ferragens, e por isso conheço muitos caras da Ásia Central. Nossa cidade é pequena, e muitas vezes os encontro na rua. Nós nos cumprimentamos, trocamos algumas ideias. Meus amigos têm certeza absoluta de que é possível contrabandear drogas pela minha empresa.© SnowDream
  • Pensa-se, estereotipicamente, que a maioria dos homens trai ou é propenso a isso. Esse estereótipo foi inspirado em rumores de algum lixo informativo. Agora eu entendo que a traição dos 2 sexos acontece aproximadamente na mesma proporção. Esse ato geralmente depende dos pontos de vista da pessoa, seus motivos, estilo de vida e outras coisas. Para alguns, traição é normal, para outros é nojento. © Mirana Levskaya
  • Comprei uma roupa de cama recentemente. Eu não gosto de flores e da cor rosa. Gostei de um kit monocromático: estampas brancas em fundo preto. Eu entreguei ao vendedor para comprar. E então ela disse: “Mas esse é masculino!”
    Então, quando cheguei em casa, o entreguei para o meu marido, para que ele o colocasse na cama. Porque é masculino. © lepelsin
  • Não acredito em estereótipos de gênero, mas um conhecido se tornou uma verdadeira descoberta — um solteirão que tem um extraordinário senso de ordem. Tudo é bem lavado, colocado nas prateleiras, sapatos são ordenados em fileira. E parece que, mesmo quando ele chega em casa bêbado, encontra forças para não derrubar as coisas de maneira caótica, mas para colocar tudo em seu lugar com movimentos coordenados. © Anja Nacharova

Um punk ajudando uma mulher no metrô de Berlim

  • Frequentemente ouço algo do tipo “se você se vestiu bem para ir ao parquinho acompanhar seu filho, você não tem o que fazer”. Estou curiosa, isso é inveja? Eu, pelo contrário, sempre olhei com admiração para as mulheres bem cuidadas com seus bebês. Eu sei por mim mesma, que não é fácil. E não importa se o filho dela é calmo, se foi com a ajuda de uma babá, se o marido é rico ou se ela mesma ganha bem. De qualquer forma, ela conseguiu organizar sua vida e encontrar tempo para si mesma. Pensamento estereotipado para mim é considerar mulheres bem arrumadas e bem vestidas como estúpidas, arrogantes ou parasitas . De fato, na grande maioria, esse não é o caso. © Yulia_moda_blog
  • Meu namorado trabalha como motorista de táxi e muitas vezes me leva da universidade para casa em algum carro da empresa. Normalmente, eu o beijo como despedida, saio do carro e vou para a entrada do prédio. Recentemente, parei na entrada para encontrar minhas chaves e, ouvi uma conversa entre duas vizinhas idosas sentadas em um banco.

— Olha só, esse aí é o amante?

— Amante?! Não, esse aí é mais um cliente! Ela só mente que está estudando medicina.

Eu sempre soube dos estereótipo sobre as velhinhas, que chamam todas as mulheres de prostitutas e viciadas em drogas, mas foi a primeira vez que experimentei isso na minha própria pele. Parabéns: estou inscrita na liga das prostitutas. © Kristophor

  • Fomos andar de bicicleta com alguns amigos. Nos nos deparamos com uma fazenda com enormes montes de serragem e começamos a escalá-los. De pé, no topo de um desses montes, um dos meus amigos viu um cavalo que estava pastando nas proximidades e disse: “Oh, queria roubar um cavalo e sumir no mundo!” Por um momento, todos ficamos em silêncio e depois não conseguimos para de rir. E isso tudo porque ele é de origem cigana, não sabíamos se ele estava falando a verdade ou não. © leo33240
  • Eu sou de uma cidade na Rússia chamada Chelyabinsk. Os moradores dessa cidade industrial têm fama de serem agressivos e mal humorados. Eu fui a São Petersburgo no verão, conheci uma garota em um bar, e tivemos o seguinte diálogo:

— Oh, a cidade é muito boa, aqui tudo é bonito.
— E você é de onde?
— Chelyabinsk.
— Oh, quer dizer que você vai começar a “dar na cara” de todo mundo depois de ficar bêbado?

Se você estiver lendo isso, saiba que eu “dei na cara” de todo mundo naquela noite, ficando sóbrio enquanto todos os outros estavam bêbados. E não julgue as pessoas por sua origem! © shab

E você, quais estereótipos já escutou? Acha que é possível julgar as pessoas sem conhecê-las? Ou já aconteceram casos em que sua intuição não o decepcionou, e as suas impressões à primeira vista de uma pessoa foram confirmadas mais tarde? Comente, estamos curiosos.

Imagem de capa Anja Nacharova
Compartilhar este artigo