7 Tratamentos de beleza populares com os quais não pretendo mais gastar dinheiro em salões de beleza

Certa vez, caminhando pela vizinhança, fiquei surpreendida ao perceber que muitas das cantinas, das lojas e dos cafés que havia na região tinham dado lugar a salões de beleza. Fiquei admirada: será mesmo que tantas pessoas recorrem aos serviços de estética hoje em dia? Como um breve estudo mostrou, a popularidade dessa indústria está crescendo a cada ano. Mas será que esses procedimentos são necessários para todos, sem exceção?

Para o Incrível.club (e para mim mesma), tentei entender se realmente precisamos de todos esses serviços que têm se tornado tão populares nos últimos anos. E fiz uma lista de procedimentos dos quais desisti por uma razão ou outra.

Maquiagem definitiva

A micropigmentação ou maquiagem definitiva, sem dúvida, é algo muito prático: economiza seu tempo na hora de se arrumar pela manhã e permite ter uma aparência brilhante sem esforço adicional. Eu queria fazer micropigmentação de sobrancelhas, pois estava cansada de desenhá-las com lápis o tempo todo. Marquei uma visita ao salão. E aí, um dia, vi que uma vizinha tinha umas manchas desbotadas no lugar das sobrancelhas. Depois notei a mesma coisa em uma amiga. No final das contas, a profissional que havia feito o procedimento, exagerou com a tinta. Bem, eu decidi não me arriscar e continuar com o lápis.

Alongamento de unhas

Tenho unhas finas e quebradiças. Portanto, costumo deixá-las bem curtas e aplicar um verniz fortalecedor em vez de um simples esmalte em cor. E as minhas amigas sempre dizem que “é uma vergonha, uma dama não pode andar assim”.

Me arrisquei e fiz alongamento acrílico. O efeito foi impressionante, mas as unhas me incomodavam. Em primeiro lugar, parecia que a sujeira estava se acumulando sob elas. Em segundo lugar, elas faziam muito barulho quando digitava algo no teclado. Depois de algumas semanas tive de tirá-las. E, sob elas, vi as minhas próprias unhas: fracas e tortas. Levei muito tempo para tratá-las. Especialistas dizem que o uso constante de unhas de acrílico pode piorar o estado das unhas naturais.

Pintar o cabelo

Tenho cabelos castanhos por natureza, mas costumava achar que era uma cor sem graça. Durante 10 anos, pintava o cabelo de vermelho em salões. Os fios se tornavam cada vez mais finos e secos, e em geral, o cabelo ficava sempre emaranhado, parecendo uma esponja. Cremes, bálsamos ou máscaras não resolveram, por mais que eu tentasse.

Parei de tingir o cabelo e percebi que a minha cor natural não era pior. Com tempo, é claro, apareceram alguns fios grisalhos. Eu nem tinha percebido, até que minha sogra disse: “Você não tem dinheiro para um salão de beleza? O cabelo branco está visível! Se não quiser pintar, pelo menos arranque os fios!” Eu apenas ri.

Alongamento de cílios

Esse procedimento, na minha opinião, tem várias desvantagens. Se visitar uma profissional inexperiente, você corre o risco de não apenas perder alguns fios de seus cílios, mas também de contrair uma infecção. Além disso, o uso de cílios postiços impõe algumas limitações. Você não pode esfregar o rosto com uma toalha ou dormir com o rosto afundado no travesseiro. É muito difícil para mim.

Certa vez, uma amiga decidiu alongar os cílios. Quando nos encontramos no dia seguinte, eu fiquei, literalmente, de queixo caído. Os seus cílios estavam tão grossos e longos que fiquei a me perguntar: como ela consegue manter os olhos abertos ou piscar? “Está horrível, não é?”, suspirou a amiga. “Vou voltar no salão para fazer alguma coisa com esta ’beleza’... Parece que a pessoa que me atendeu estava entusiasmada demais!”

Implantes e injeções labiais


Não posso usar batom, porque acabo comendo o produto em segundos. Me incomoda a sensação de que há uma substância estranha nos lábios. No entanto, nunca me arrisquei em fazer nenhum procedimento estético para deixar os lábios mais volumosos ou bonitos. Em caso de implantes labiais, o que mais me preocupa são os efeitos secundários. O efeito de implantes, em geral, é duradouro. Se você não gostar do resultado, ficar desconfortável com eles ou simplesmente quiser diminuir os lábios, vai ter de fazer uma segunda cirurgia. As injeções de preenchimento são mais seguras. Porém, o efeito desaparece muito rápido — literalmente, após alguns meses. Além disso, não se deve esperar nenhuma mudança drástica na aparência após o procedimento.

Preenchimento facial

Notei as primeiras rugas no meu rosto por volta dos 30 anos. Fiquei horrorizada e pensei: devo fazer alguma coisa com isso e com urgência! O mercado de estética moderna oferece várias opções. Porém, me deparei com alguns artigos interessantes a respeito do tema. O fato é que as rugas nos cantos dos olhos nos tornam mais bonitos e confiáveis, porque geralmente são formadas quando sorrimos. Se os “pés de galinha” forem removidos, o rosto parecerá menos expressivo e até artificial. Além disso, nossos rostos rejuvenescidos parecem menos confiáveis para as crianças.

Se ainda assim você quiser experimentar o procedimento, é melhor usar preenchimento que contenha ácido hialurônico. Se não gostar do efeito, será possível se livrar das consequências facilmente. Outras substâncias, no entanto, podem causar efeitos inesperados. Uma amiga não parava de falar que precisávamos nos livrar das rugas no pescoço. Que era “uma vergonha” e tudo mais. Ela foi a primeira a fazer e ficou ótima após o procedimento. Certa vez, no entanto, notei que ela estava massageando o pescoço. Afinal, a substância injetada na área das rugas ficava se acumulando em pequenas bolinhas. Portanto, você precisa massagear o pescoço para que essas bolinhas se dispersem.

Peeling facial químico

Não consegui me livrar de acne nem mesmo na idade adulta. Certa vez, antes de um evento importante, marquei um peeling químico no salão mais próximo. Infelizmente, não avisei à pessoa que me atendeu que o evento seria literalmente em alguns dias. Sim, eu me livrei das espinhas. Mas cheguei na festa com o rosto todo vermelho e inchado.

A acne não escolhe idades: esse problema pode se manifestar aos 13, 30 ou 50 anos. O tratamento a laser e os peelings químicos são métodos excelentes, mas bastante dolorosos. O bom é que existem outras formas de tratamento, embora demorem um pouco mais. E, claro, usar toalhas descartáveis, lavar frequentemente os lençóis e tudo que entra em contato com o rosto também ajuda bastante no combate à acne.

E então, vale a pena ir ao salão?

Todos os procedimentos mencionados acima são seguros e podem ser uma verdadeira salvação para muitas pessoas. Mas será que vale a pena recorrer a eles sem necessidade, simplesmente porque se popularizaram? Provavelmente não. Às vezes, precisamos parar e nos perguntar se realmente precisamos de uma determinada coisa.

Em qualquer caso, antes de se decidir sobre qualquer procedimento, você deve consultar um dermatologista e um esteticista. É aconselhável ouvir várias opiniões. Apenas um especialista poderá recomendar um tratamento específico para o seu tipo de pele e avisar sobre o efeito que se deve esperar. E mais uma coisa: você não deve realizar todos esses procedimentos em casa ou em clínicas não regulamentadas.

Você costuma visitar salões de beleza? Costuma ficar satisfeita com os resultados de procedimentos?

Compartilhar este artigo