Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

6 coisas para saber ao comprar anel de pedra preciosa

Os diamantes são realmente pedras lindíssimas, basta ver como brilham e chamam a atenção. Poucas pessoas podem se dar ao luxo de ter uma joia com essa. Mas, se pudesse comprá-la, conseguiria saber apenas dando uma olhada rápida se a joia foi feita com um diamante verdadeiro e de boa qualidade? E se vale a pena gastar nisso o dinheiro que trabalhou tão duro para ganhar?

Para que se torne uma expert em diamantes, o Incrível.club preparou um guia detalhado sobre essas pedras preciosas, para que nenhum profissional de joalheria mal intencionado consiga te enganar.

Para determinar o valor e a qualidade das pedras preciosas, os joalheiros usam a regra dos 'quatro C', que inclui:

Esta regra foi inventada para avaliar a qualidade dos diamantes; no entanto, pode ser aplicada também para outras pedras preciosas e semi-preciosas.

Conhecendo os detalhes que devem ser levados em consideração, o risco de comprar uma pedra falsa ou um ornamento que não combina com você será mínimo.

Saiba como um quilate é visto

O peso ou o quilate é o principal parâmetro levado em conta na determinação do valor de qualquer pedra. Tudo é simples: quanto mais uma pedra pesa, mais cara ela é.

Os joalheiros medem a massa exata do diamante por pesos especiais (1 quilate = 0,2 gramas). Mas você também pode ter ideia de seu peso com base no diâmetro da pedra ou dando uma olhada nesta tabela sobre quilates.

Os tipos de lapidação

Precisamente o tipo de lapidação da pedra é responsável por todo o seu charme, profundidade e brilho. Se uma pedra não tão rara ou não tão cara brilhar apresentando todas as cores do arco-íris, é mérito do joalheiro.

Há muitas formas de lapidação de pedra e cada uma tem suas peculiaridades. Com um tamanho perfeito, a pedra reflete e refrata a maior parte do fluxo de luz que a atravessa.

A lapidação mais universal é a arredondada. Cerca de 90% de todas as pedras preciosas nos anéis têm esse formato. Esse formato tem um jogo de luz mais colorido de todos. Então, se você não quer errar em sua escolha, opte por ela.

Você terá de decidir do que mais gosta: da cor ou do brilho

No entanto, a escolha do tipo de lapidação não é tudo. Muitas vezes, o comprador tem de escolher o que mais gosta: da cor ou do brilho. Trata-se da localização das faces da pedra, é isso lhe que dá a sua aparência única. Por exemplo:

  • A lapidação moderna da pedra dá ênfase ao brilho. As pedras com esse tipo de lapidação têm a parte de baixo fina e um espaço largo e plano em cima para refletir e refratar melhor a luz.
  • A lapidação antiga europeia tem a parte superior plana, mas um pouco mais estreita e a parte debaixo não é tão pontiaguda. A localização das faces, neste caso, se concentra na cor. Com certeza, este tipo de diamante é mais barato.

Depois de conhecer alguns tipos de lapidação, você pode aplicar alguns truques. Por exemplo, se quer um anel com uma pedra grande, mas a um preço mais baixo, opte pela lapidação rosa. Tem a parte inferior plana, o que faz com que a pedra pareça maior e pese menos, influenciando da mesma forma o preço. Além disso, a lapidação rosa capta a luz mais suavemente e, por isso, é simplesmente magnífica.

Verifique o quão limpa é a pedra

A pureza da pedra é a ausência de defeitos. Quanto mais puro for um diamante, mais caro ele é. Mas isso não significa que uma pedra com defeitos ou incrustações seja ruim. Em alguns casos, ao contrário, isso se transforma em sua vantagem. Continua a refratar a luz e às vezes produz efeitos interessantes.

Por exemplo, se quiser algo realmente único, vai gostar dos diamantes cinzas. Como eles não são inteiramente puros, também não são tão valorizados por joalheiros e valem muito menos. Mas possuem uma textura interessante, são naturais e totalmente mágicos. E, sim, você vai poder dizer que possui um diamante.

Observe a cor

Um bom diamante deve ser incolor. Se você colocá-lo na água, uma pedra perfeita deve se tornar invisível.

Para algumas pedras, a cor e os tons são os indicadores principais. Por exemplo, ao escolher pérolas, primeiro você tem de levar em consideração sua cor e brilho. Para outras pedras, por só terem uma cor principal, é importante que o tom seja puro, verde nas esmeraldas e vermelho nos rubis. Tudo depende de como essas pedras naturalmente devem ser.

Como economizar e conseguir um anel com um diamante grande

Como já mencionado, o anel mais barato, mas não menos impressionante, seria o de lapidação rosa e também o diamante com incrustações (diamante cinza).

Se quer economizar, vale a pena comprar anel com 'auréola'. Trata-se de uma borda de pedras em miniatura ao redor da pedra central.

Uma pedra 1 quilate com auréola parece ter o mesmo tamanho da de 2 quilates. Além disso, a auréola é um jeito excelente de dar um brilho adicional a seu acessório.

Ilustradora Astkhik Rakimova exclusivo para Incrível.club
Produzido com base em material de lumeradiamonds