5 Hábitos noturnos que podem acelerar o surgimento das rugas

Muita gente se preocupa em prevenir os sinais do envelhecimento com cremes, procedimentos estéticos e cuidados com a alimentação. O que poucas pessoas sabem é que pequenos “vícios” que costumamos praticar antes e durante o sono podem levar ao surgimento das rugas e aumentar a flacidez da pele.

Pensando nisso, o Incrível.club foi pesquisar quais são os hábitos que levam ao avanço das chamadas rugas do sono e como prevenir a evolução dessas vilãs, com dicas práticas, para você não colocar a rotina de beleza a perder enquanto dorme.

1. Dormir de barriga para baixo

Encontrar uma posição confortável para dormir pode ser um desafio, a gente sabe! Mas se o seu jeito preferido para pegar no sono é de barriga para baixo, temos uma má notícia: essa postura pode agravar o aparecimento de um tipo específico de marcas na pele: as sleep wrinkles — rugas do sono, em bom português.

Um estudo divulgado pelo Jornal de Medicina Estética da Universidade de Oxford mostrou que, durante o sono nessa posição, o tecido facial está sujeito à compressão e forças mecânicas de tração. Em outras palavras, a pele é comprimida, esticada e puxada em todas as direções ao longo da noite, a cada mudança na posição da cabeça.

Essas forças, ainda segundo a pesquisa, são muito significativas especialmente quando consideramos a quantidade de tempo em que a pele permanece exposta a elas. O rosto no travesseiro deixa a pele em atrito direto com o tecido, além de impedir a respiração dos poros. A pressão do rosto contra o travesseiro também é uma das causas da flacidez.

Como você pode perceber por essa ilustração, os vincos que formam as chamadas sleep wrinkles (ou sleep lines) não são os mesmos originados pelas marcas de expressão. Justamente por serem frutos da contração da pele, do peso e do atrito provocados durante a noite, elas se formam na perpendicular ao eixo de contração muscular.

As rugas da expressão facial começam pequenas, com vincos superficiais verticais. Como a pele perde elasticidade e enrijece, as marcas progridem para vincos mais profundos que se tornam permanentes com a repetição e a idade.

Para combatê-las — ou minimizar o avanço — a melhor alternativa é se deitar de barriga para cima pelo menos até pegar no sono, como a apresentadora Eliana compartilhou no seu Instagram.

Segundo especialistas, com o passar dos anos, nossa tendência é mudar menos de posição durante o sono. Então, ao iniciar a noite com o rosto longe do travesseiro, os danos podem ser menores.

2. Usar fronha de algodão

Caso deitar de bruços seja a única forma que você encontra para relaxar de verdade, não precisa perder o sono para fugir das rugas! Existem provas científicas de que a intensidade dessas marcas também depende da superfície de contato.

Já reparou como a fronha está toda amassada e cheia de vincos quando a gente acorda? Essas dobras do tecido formam uma área ainda mais densa que, no decorrer da noite e com nossos movimentos, agridem a pele.

Com o passar do tempo, esse atrito constante e a pressão exercida pelas pregas do tecido, aceleram e acentuam as marcas no rosto. Por isso, o ideal é usar uma fronha de cetim, de seda ou de tecidos que não amassem, como a Flavia Alessandra postou no Instagram.

Com textura lisa e suave, esse tipo de fronha se tornou a queridinha de celebridades e, aos poucos, está ganhando espaço nas nossas prateleiras também. Isso sem contar que ela igualmente ajuda a reduzir o frizz dos cabelos, deixando as madeixas mais alinhadas e definidas. Benefício em dose dupla!

Para as pessoas que dormem de lado, também é válida essa dica de tentar dormir de barriga para cima. Isso vai evitar tanto as rugas no rosto quanto a formação das linhas do sono no colo, como explicou a influencer Camilla Brandão em um vídeo no seu canal.

Mas, se essa parece ser uma missão impossível, você pode adotar um travesseiro específico para manter o rosto longe do atrito. No vídeo, ela também dá dicas dos modelos que estão disponíveis na Internet.

3. Ler ou usar o celular na cama

Se você ficou impressionada ao ver esse tópico, precisamos confessar que nós também não esperávamos por isso, mas é a realidade. Aquele costume de “dar uma última olhadinha” nas redes sociais antes de dormir pode colocar a beleza da pele em risco.

Já está comprovado que ficar muito tempo com o pescoço na posição inclinada gera uma sobreposição da pele, formando dobras que aceleram a ação da gravidade, aumentam a flacidez e levam ao surgimento de rugas no pescoço, no queixo e na parte inferior do rosto.

E isso não é só sobre os celulares, não. Ler um livro, físico ou digital, e usar o tablet pode gerar o mesmo efeito caso não seja dada atenção à posição durante a leitura. A atriz Isis Valverde, que pratica ioga e está sempre ligada em manter a postura correta, tem vários registros nas redes sociais em que está lendo com o pescoço bem esticadinho!

Além disso, adotar a posição correta pode evitar dores nas costas e até de cabeça, além de problemas cervicais. Especialistas em prevenção e tratamento mostram como criar o hábito de fazer as coisas do dia a dia sempre com a melhor postura pode melhorar nossa qualidade de vida.

Por isso, antes de ir para a cama com o seu livro ou celular, lembre-se de preparar um apoio para manter sempre as mãos na altura dos olhos, evitando a inclinação do pescoço.

4. Luz do celular ou computador

Não é de hoje que pesquisadores de todo o mundo desenvolvem estudos sobre os efeitos da luz azul na nossa saúde. Ela está presente no dia a dia, nos raios solares, na lâmpada da cozinha e nas telas de computadores e smartphones.

O problema é que, de acordo com um estudo divulgado no Journal of Investigative Dermatology, a exposição à luz visível — na qual a luz azul se enquadra — aumenta a produção de lipofuscina, um pigmento que acelera o envelhecimento da pele.

Nem mesmo a rainha Ivete escapa de dar uma “vacilada”, usando o celular próximo ao rosto durante à noite. A boa notícia é que, segundo a Natura, a luz azul não é sempre vilã! Ela ajuda na manutenção da saúde, pois regula nosso ciclo de 24 horas, eleva o humor e ajuda na memória.

Só precisa tomar cuidado com os excessos. Esse descuido, sim, pode desencadear danos aos olhos e causar manchas e rugas precoces na face e no colo.

Para se proteger, o ideal é usar filtros solares contendo óxido de ferro ou de zinco em sua composição. Isso porque eles formam uma barreira física contra a luz visível. Especialistas lembram que o produto deve ser reaplicado de manhã e novamente na hora do almoço.

Como é difícil usar um produto como esse à noite, quando a pele precisa respirar, uma medida eficaz é instalar aplicativos como Twilight, para Android, que filtra a luz azul da tela. Alguns dispositivos, como o iPhone e outros smartphones modernos, oferecem uma função de proteção contra luz azul, que coloca cores mais quentes na tela. No entanto, o melhor mesmo é evitar esses aparelhos antes de dormir.

5. Esfregar os olhos

Os olhos são o grande destaque do nosso rosto. Na mesma medida, são delicados e merecem atenção especial. Para se ter uma ideia, a espessura da pele nessa região é de apenas 0,4 milímetros. Isso quer dizer que qualquer descuido pode agredir essa área tão sensível.

Então, não basta apenas usar os melhores produtos de limpeza e nutrição da pele. É fundamental fazer a aplicação correta, com delicadeza e suavidade.

Nem que seja de brincadeira — como a poderosa Bruna Marquezine posou para essa foto aí de cima — esfregar os olhos, com força ou com produtos agressivos, faz com que a pele perca a elasticidade e o tônus, ficando mais propensa a rugas e olheiras. É melhor não fazer!

Na hora de remover a maquiagem, procure fazer isso com a maior suavidade possível e com demaquilante adequado para a pele ao redor dos olhos. Além disso, se você tem a mania de coçar os olhos quando começa a sentir sono, precisa parar hoje mesmo!

Bônus: Dicas de especialista

Abandonar esses pequenos hábitos e aliar a mudança a uma boa rotina de sono são dois passos importantes para conquistar a tão desejada pele de porcelana! Por isso, deixamos aqui uma sugestão de checklist para o sono da beleza indicado pela dermatologista Fairuz Helena Castro:

  • Limpeza com sabonete específico para seu tipo de pele e água micelar
  • Hidratação com o produto indicado para o seu tipo de pele
  • Creme para área dos olhos
  • Cremes com tratamentos indicados pela sua dermato do coração
  • Uma boa noite de sono para repousar a beleza

Fofo, né? E o melhor de tudo, eficiente! E você, tem uma rotina de beleza noturna? Conte aqui nos comentários se já sabia desses pequenos pecados que cometemos sem perceber — e aproveite para compartilhar a sua dica de beleza com a gente!

Compartilhar este artigo