Incrível
Incrível

14 Histórias de mulheres que ostentam um extraordinário senso de humor

Já reparou que as mulheres são ótimas contadoras de histórias? Histórias não só interessantes e engenhosas, mas também repletas de um admirável senso de humor, que ganham um encanto especial quando contadas aos amigos.

Nós, do Incrível.club, adoramos saber mais sobre essas aventuras, contadas com um bom senso de humor que as pessoas compartilham diariamente na Internet. E guardamos um lugar especial em nossos corações para aquelas que estão cheias de simplicidade e sinceridade. Acompanhe!

  • Aconteceu no trabalho. Um homem entrou na sala e se aproximou de mim:
    — Oi, gata!
    — Oi!
    — Você é linda. Posso te pedir em casamento?
    — Ahh...tudo bem.
    — Ok, vou pedir um dia desses.
    E FOI EMBORA. Como assim? Espera aí! © NatashaChernika / Twitter

  • Quando criança, eu era um desastre ambulante. Não passava um dia sequer sem algum acidente acontecer. Lembro claramente de quando aconteceu um “combo” no mesmo dia. Quando eu e minha mãe fomos ao shopping, eu bati o rosto com tudo na porta de vidro, pois achei que era uma passagem (pelo menos não quebrou), e depois, no mesmo dia, gritei para minha mãe antes de entrar na loja: “Mãe, olha que manequim horrível!”, e era uma vendedora. Ela estava tão parada que era impossível saber a diferença. Que vergonha...

  • Quando escuto um homem dizer que está em busca de uma “MULHER DE VERDADE”, eu entro em pânico, porque na verdade eu sou uma coruja disfarçada de humano, mas eles não podem descobrir isso! © Mimiification / Twitter

  • Uma vez, durante uma visita ao dentista, fiz vários procedimentos cirúrgicos de uma vez. Após a finalização, saí do consultório e fui esperar meu táxi na rua. Enquanto esperava, um rapaz assobiou e sorriu para mim e, quando sorri de volta, cuspi uma boa quantidade de sangue da boca. © UnburntWitch / Twitter

  • Fui visitar meus pais em outra cidade. Quando voltei, encontrei cabelos loiros jogados pela casa. Arrumei minhas malas enquanto meu marido estava no trabalho e fui embora chorando. Após 4 horas dirigindo e pensando em como ele podia ter feito aquilo comigo, me dei conta de que havia pintado o cabelo de preto quando estava na casa dos meus pais, mas, naturalmente, eu sou loira. Respirei aliviada e fiz o caminho de volta. Cheguei um pouco atrasada, mas disse que tinha sido culpa da minha mãe.

  • Estava no metrô. Tinha um chaveiro em formato de saquinho com algumas bolinhas amarelas dentro. O saco arrebentou e as bolinhas caíram no chão e foram parar no outro lado do vagão. Eu estava com muita preguiça para levantar, então resolvi esperar a próxima estação já que levantaria para sair de qualquer forma. Um minuto depois, como se o universo tivesse escutado as minhas preces, as bolinhas vieram rolando de volta para o meu lugar e eu apenas me inclinei para pegá-las, sem nem mesmo levantar do meu lugar. A senhora da frente me olhava perplexa e parecia que ia começar a rezar a qualquer momento. © Подслушано

  • Quando criança, meus pais me disseram que os homens estavam interessados em apenas “uma coisa”, e que eu devia ter sempre cuidado. Bem, agora tenho 28 anos e descobri que, na verdade, os homens estão interessados em 3 coisas: dormir, assistir vídeos no YouTube e comer. © Yuriy8 / Pikabu

  • Peguei uma gripe: nariz entupido, dor de cabeça, sem voz. Minha voz tinha sumido! Meu marido fez um chá com mel e limão e disse para mim: “Isso mesmo, quietinha, não levante a voz para seu marido!” Meus filhos me zombavam: “Nossa, ficou um silêncio de repente, não é pai?!” Nossa, que vontade de responder a esses paspalhos, mas da minha boca não saía nenhuma palavra. Eu vou melhorar, e esses ingratos vão me pagar, vou ligar o karaokê no máximo e gritar o dia inteiro. © Подслушано

  • Eu usava óculos gigantes quando criança. Naturalmente, na escola, as outras crianças zombavam de mim frequentemente. Especialmente um garoto acima do peso, mas eu não queria me rebaixar ao nível dele e revidar chamando-o de gordo. Mas, quando ele veio me chatear de novo, foi a professora que o chamou de gordo. © Подслушано

  • Eu e mais dois amigos fomos comemorar o meu aniversário em um restaurante. Eu sou fotógrafo e fiquei encantando com a aparência de uma garçonete: cabelos curtos, beleza incomum, tatuagens, piercings. Era simplesmente linda! Quando saímos, resolvi me aproximar dela e disse: “Oi, eu sou fotógrafo. Sua aparência chamou muito a minha atenção, achei você linda. Gostaria de convidá-la para fazer uma sessão de fotos”. A garota sorriu, olhou para mim surpresa e disse: “Eu sou homem, meu nome é Léo”. © Подслушано

  • Estava em uma van e fiquei com a maior dúvida se devia ou não descer para comprar um cachorro-quente. Enquanto contemplava meu dilema, notei que uma senhora me olhava e mexia os lábios, como se estivesse dizendo: “Vá, compre!”, e depois repetiu: “Vá, compre!” Tomei aquilo como um incentivo divino e resolvi descer. Quando me aproximei da porta, no entanto, ela esclareceu: “Eu te pedi duas vezes para fechar a janela, por que você não fechou?” © tylersbestfrenn / Twitter

  • Eu era uma criança muito arrogante e, como todas as crianças, tentava imitar o comportamento e as frases dos adultos. Um dia estava voltando da escola, e minha mãe estava tentando me explicar por que eu devia estudar mais, mas eu não estava prestando muita atenção e continuava a interrompendo. Nisso, ela disse brincando: “Quando um burro fala, o outro abaixa a orelha”. No dia seguinte, estava tentando explicar à minha professora por que havia chegado atrasada, e ela não me deixava terminar, por isso segui os passos de mamãe e repeti aquela frase. No mesmo dia, meus pais foram chamados para conversar com o diretor, pois ninguém parece ter gostado muito do meu senso de humor. © Подслушано

  • A van estava andando com a porta aberta por um tempo, e o motorista foi fechá-la.
    Passageira: “Deixe a porta aberta, está calor”.
    Motorista: “E se algum passageiro cair?”
    Passageira: “Deixe aberta, eu pago a passagem dele”. © zum_ka / Twitter

  • Hoje, no ônibus, uma menina olhou para seu celular e começou a chorar. Como eu terminei recentemente com meu namorado, resolvi oferecer apoio moral a ela e disse: “Não chore, querida, esse rapaz não vale as suas lágrimas”. Ela ficou surpresa e respondeu: “Que rapaz?! Estou vendo meu horário novo da escola e vou ter 7 aulas por dia de segunda à sexta”, e depois começou a chorar ainda mais. Naquele momento eu notei que meus problemas não eram nada em comparação aos dela.

Que histórias memoráveis da sua vida você poderia compartilhar?

Compartilhar este artigo