Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

13 Famosas que empoderaram a amamentação em locais públicos

Quantas mulheres sentem culpa ou, ao contrário, muita pressão em relação à amamentação? Ou o bebê está grande demais para continuar mamando no peito ou a mulher não é mãe o “suficiente” porque não amamentou o seu pequeno...as pressões são de todos os tipos. Bem, existem muitas celebridades que lutam contra todos os preconceitos e tomam suas próprias decisões porque podem, querem e, melhor ainda, porque sabem que, com seu exemplo e influência, podem ajudar e inspirar todas as mulheres a fazer o mesmo.

Incrível.club quer apresentar 14 casos em que as celebridades ignoraram os preconceitos e, empoderando a amamentação, conseguiram retomar as rédeas de suas vidas e dar o exemplo de que a amamentação significa amor.

1. Miranda Kerr

Dois meses após dar à luz Flynn, o bebê que teve com Orlando Bloom em 2011, Miranda Kerr estava pronta para bater suas asas de anjo novamente nas passarelas da Victoria’s Secret. Seu segredo? De acordo com suas próprias declarações, um pouco de genética e muita amamentação. E, embora diga que não tinha pressa em recuperar sua silhueta, as duas coisas estavam do seu lado: “meu foco era ter um bebê saudável e ele nasceu com 4,5 kg!”, afirmou. “Adorei amamentar. Foi algo muito fácil para mim e ajudou a acelerar o meu metabolismo. Amamentei por um ano e meio e tirava o leite quando estava no trabalho”. Miranda compartilhou mais de uma foto com seu bebê em suas redes sociais, nas quais se orgulhava de sua maternidade e da amamentação.

2. Hilary Duff

Por sua vez, Hilary Duff não se divertiu tanto ao misturar a amamentação com o trabalho. E, como ela, há muitas mulheres que de repente se surpreendem ao sentir uma tremenda culpa por não serem capazes de alimentar seus pequenos como gostariam porque precisam cumprir outras responsabilidades. Por esse motivo, a atriz compartilhou sua experiência e os motivos que a levaram a abandonar a amamentação, uma decisão completamente válida e respeitável:

“Meu objetivo era amamentar minha filha até completar seis meses e depois decidir se eu (e ela, é claro) queria seguir em frente. Tirar o leite no trabalho não é fácil. Normalmente quatro mãos trabalham no meu cabelo e minha maquiagem preparando-me para a próxima cena. A quantidade de leite diminui drasticamente quando você para de amamentar o bebê com tanta frequência e isso faz com que perca contato e conexão com ele. Curti todo momento de amamentar minha filha e tive a sorte de estar perto dela e lhe oferecer esse começo. Sei que muitas mulheres não conseguem, tenho simpatia por elas e me sinto grata porque pude, mas precisava de um descanso. Estava triste e frustrada, me sentia assim o tempo todo. Nós, mães, nos sentimos supermulheres ... porque somos! Fazemos demais porque podemos, mas temos a sensação de que poderíamos fazer ainda um pouco mais. Estou surpresa com tudo o que fazemos em um dia! Eu quis compartilhar isso tudo porque a decisão de interromper a amamentação foi muito difícil para mim. Chorei muitas vezes e me senti deprimida, algo assustador pairou sobre minha cabeça e meu coração. Eu estava sentindo falta daquela alta ocitocina natural; esses produtos químicos são hormônios poderosos e não piadas. Espero que isso ajude quem está na luta, no período pré ou pós-parto, ou seja, as mães ocupadas”.

3. Olivia Wilde

Olivia Wilde é outra das atrizes e modelos que falaram publicamente sobre a questão da amamentação em reiteradas ocasiões. A primeira foi logo após o nascimento de Otis, em 2014, em uma entrevista a uma famosa revista, para a qual esta fotografia foi feita: “Ser fotografada com Otis foi perfeito, porque qualquer imagem minha nesse momento não estaria completa sem que minha identidade de mãe estivesse presente. A amamentação é a coisa mais natural. Não sei, agora me parece que Otis devia sempre ter o meu peito”, declarou.

Em outra ocasião, ela também expressou sua opinião sobre os estigmas e estereótipos que a amamentação carrega há anos: “As mães devem poder amamentar onde e quando quiserem. Não deve haver pressão sobre as mulheres para amamentarem, ou que sejam consideradas péssimas mães por não fazê-lo. Acho isso realmente injusto.” Essa é a mesma postura que manteve em diferentes entrevistas, como a que deu sobre Daisy, sua outra bebê: “Deveria ser uma escolha para todas. Não gosto da ideia de forçar alguém que se sente culpada, a amamentar.” E embora não tenha sido simples, foi, sim, algo de que ela gostou: “Não é fácil, é um pouco desastroso, na verdade. 90% das vezes você fica encharcada de leite, por isso é algo um tanto complicado. Mas, para mim, foi uma ótima experiência”.

4. Alanis Morissette

Uma das famosas fervorosamente convencida de que não há nada melhor para um bebê do que a amamentação é Alanis Morissette. Em várias ocasiões, a cantora defendeu o ato em entrevistas e com várias fotografias em suas redes sociais, nas quais aparece amamentando seus filhos pequenos. “Para mim, é proteger sua segurança, seu bem-estar e seu apego. Esse estágio de desenvolvimento é extremamente importante”, disse em entrevista na qual também deixou claro o fato de que é defensora da amamentação prolongada, porque são os filhos que devem decidir quando largar o peito da mãe, independentemente da idade.

Além disso, Alanis também se juntou a outros defensores da amamentação para fazer um documentário chamado The Milky Way (“A Via Láctea”), que busca mostrar que as empresas de fórmulas para bebês incentivam as mães a evitar amamentar a todo custo, com a intenção de obter maiores lucros com seus produtos. “Vivemos em uma sociedade muito engraçada, na qual, por um lado, dizem que somos apenas um objeto sexual e, então, quando chega essa outra ordem fora desse contexto, com um poder biológico e divino que é a amamentação, isso, o nutrir nossos filhos de uma maneira muito bonita e instintiva, é o que hoje mais choca as pessoas”, afirma no documentário.

5. Alyssa Milano

Antes mesmo de ter filhos, Alyssa Milano já era uma mulher que defendia o direito das mães e, mais ainda, dos bebês, à amamentação. Com a chegada de seus filhos, esse “protesto” se tornou uma bandeira. “Eu adorava ter essa proximidade com eles e ter esse tempo só nosso. Gostei de amamentar mais do que poderia imaginar ”, confessa.

Ela também teve a oportunidade de divulgar sua opinião sobre a principal insegurança que as mães enfrentam ao amamentar seus pequenos: “Não posso acreditar que isso ainda seja um problema. Quando as pessoas dizem a uma mãe que está amamentando para ir ao banheiro é como dizer a alguém para ir ao W.C. comer seu sanduíche. Você almoçaria no banheiro? Ou embaixo de um cobertor?” A atriz decidiu defender o ato de amamentar nas suas redes sociais, compartilhando os momentos em que amamenta sua filha.

6. Nicole Trunfio

A modelo Nicole Trunfio deu sua força à amamentação muito à sua maneira, porque, apesar de posar para uma revista na qual era vista tranquila amamentando seu bebê, longe de romantizar o ato, falou sobre todas as complicações pelas quais teve de passar para alcançar esse nível de tranquilidade na hora de dar de mamar ao filho, uma decisão completamente dele e que deve ser respeitada: “Todo o processo foi muito doloroso para mim. Meus mamilos sangravam de tanto coçar. Foi muito difícil! Eu estava muito comprometida. Queria amamentar meu filho tão desesperadamente que cheguei a um ponto em que não podia mais alimentá-lo, pois sentia muita dor. Tinha febre. Parecia que eu ia morrer”, contou.

Ela também falou sobre o problema social que ainda envolve a amamentação em locais públicos: “Todos têm suas opiniões. Alguns acham que é um momento privado que você deve compartilhar apenas com seu filho. Outros acham que é uma coisa cultural. Eu acho que o principal problema é o lado sexual. O corpo de uma mulher é muito sexualizado. Uma garota pode aparecer de lingerie em um anúncio, mas uma mãe que está completamente vestida e discreta não pode amamentar seu filho? Acho que os seios devem ser vistos como algo não sexual, devem ser vistos pelo que são: para alimentar uma criança. A sociedade transformou as mulheres em algo visual, que se usa para vender. Como modelo, posso dizer que uso meu corpo para isso, para vender produtos como roupas e lingerie, mas precisamos encontrar um equilíbrio como cultura. Felizmente, um dia, quando uma mulher estiver amamentando, ela não se sentirá envergonhada ou julgada”.

7. Doutzen Kroes

Doutzen Kroes sabe que uma imagem vale mais que mil palavras, porque a ex-modelo da Victoria’s Secret se tornou uma porta-voz fiel dos benefícios da amamentação para os bebês nas suas redes sociais, nas quais não perdeu a chance de publicar várias fotos amamentando seu pequeno. Suas palavras sempre foram claras e concisas em suas publicações: “Defender a amamentação é o melhor para o seu bebê, na medida do possível!”

No entanto, ela não é uma mãe livre das críticas, pois foi questionada por continuar amamentando o filho até uma idade muito avançada ou por “ousar” publicar uma foto dessas. Ela respondeu apenas com mais imagens que pretendiam mostrar a amamentação como algo natural.

8. Pink

Como achar algo normal se você dá a isso muita importância? Pink sabe perfeitamente como agir dessa forma e não se trata de ser a favor ou contra de amamentar em público, mas de deixar acontecer de forma natural, como se tirasse uma selfie, porque, para ela, é exatamente isso. Em suas redes, há um grande número de imagens nas quais ela aparece amamentando seu filho, acompanhadas de frases como: “Orgulhosamente publico esta foto de um ato muito SAUDÁVEL E NATURAL entre mãe e filho”, ou “O caminhar nos dá sede! ”, enquanto vemos seu bebê mamando.

Em uma ocasião, ela foi concisa com sua maneira de pensar: “É uma coisa tão estranha que as pessoas tenham opiniões tão fortes sobre a amamentação...é uma criança e precisa se alimentar”, disse a ela uma apresentadora de TV. E Pink respondeu: “Estou apenas alimentando meu filho. Você prefere que ele chore ou grite? Porque ele pode fazer isso também.”

9. Gisele Bündchen

Tornar o ato de amamentar algo natural também significa conversar sem tabus ou preconceitos sobre o lado bom e o ruim do ato. E foi o que Gisele Bündchen fez desde que começou até quando terminou seu período de amamentação. “Um dos momentos mais especiais que compartilhei com meus filhos foi durante a amamentação. Esse olhar especial que você recebe, esse sentimento de conexão é diferente de tudo o que experimentei. Sim, no início pode ser difícil, pode doer e há rachaduras e sangramento, mas não importa o quão desafiador seja, eu não trocaria essa experiência por nada. Sinto-me abençoada por ter sido capaz de alimentá-los dessa maneira. Parabéns a todas as mães pelo esforço que fazem, as que amamentaram e as que não puderam e viveram momentos de partir o coração tentando fazê-lo ”, comentou em um post.

No entanto, ela também falou dos complexos físicos que a amamentação gerava: “Sempre me elogiaram pelo meu corpo e senti que as pessoas tinham expectativas sobre mim que eu não poderia cumprir. Eu me senti muito vulnerável porque posso me exercitar, posso me alimentar de forma saudável, mas não posso mudar o fato de meus dois filhos mamaram mais na mama esquerda. Tudo o que eu queria era que elas fossem iguais e que as pessoas parassem de comentar”, confessou.

10. Chrissy Teigen

Como provavelmente aconteceu com toda mãe de primeira viagem, Chrissy Teigen, modelo americana, teve algumas dificuldades com a chegada da lactância e o processo de amamentação, em si. Ela confessou que, embora a amamentação seja uma etapa bonita, não é tão simples. “Os horários me surpreenderam bastante. Se você fizer os cálculos, amamenta cerca de 10 horas por dia no total. É muito amoroso e doce, mas não é fácil. Eles apenas te usam para lhes dar leite e você se sente como uma vaca. É difícil trabalhar o dia todo para dar o alimento que o bebê precisa”, disse em uma entrevista.

Além disso, Teigen é especialista em polemizar a questão da amamentação, como aconteceu quando compartilhou essa foto na qual podia ser vista amamentando sua filhinha e uma boneca de sua filha. “Luna me fez alimentar seu bebê, então acho que tenho gêmeos agora”, escreveu em seu post.

11. Kate Hudson

Por outro lado, Kate Hudson, além de compartilhar fotos, também falou sobre o complicado dia-a-dia de uma mulher que trabalha e é esposa e mãe ao mesmo tempo: “Estou tentando descobrir como equilibrar a amamentação e o trabalho. Quero dizer que é difícil, tem de bombear ... olha, eu tenho uma amiga que parece uma máquina de leite. Eu também queria ser, mas não sou. Eu preciso bombear ”, disse em uma ocasião. “A maternidade não nos impede. Estou tentando perder 11 kg. Gostaria de experimentar novos exercícios e comer o mais saudável possível. Quero fazer tudo isso e manter a produção de leite, criar meus filhos, trabalhar todos os dias, ter tempo para meu marido e me manter lúcida ”, compartilhou em um post.

12. Karolina Kurkova

A modelo e atriz checa polemizou a questão da amamentação com esta foto que publicou e na qual comenta o seguinte: “Não é como se estivéssemos fazendo algo errado, estamos fazendo algo bonito. Estamos lhe dando vida. Estamos dando nutrientes ao bebê e acho que fui muito discreta a esse respeito. Não é algo do tipo: ‘estou aqui, olhe para mim, façam o mesmo.’ É apenas algo natural”. No entanto, ela também disse que se sentia orgulhosa por inspirar outras mulheres: “Fiquei feliz em dar voz àquelas que podem estar em casa e querem sair e fazer coisas que podem dificultar a amamentação. Afinal, lá fora, muitas são obrigadas a se cobrir.”

13. Kym Herjavec

A bailarina e apresentadora australiana Kym Herjavec publicou uma foto na qual mostrou um pouco mais da amamentação comum, essa em que não se esconde por trás das aparências glamourosas de uma vida acostumada a isso. “Nunca imaginei que ser mãe seja algo glamouroso. Minha mãe me deu ótimos conselhos quando chegamos à casa com os bebês: eu tinha senso de humor ... Obrigado @robert_herjavec por capturar esses momentos MUITO REAIS como mãe de primeira viagem. Sou uma novata e aprendo todos os dias, mas nunca fiz nada mais desafiador e incrível!”, escreveu para acompanhar uma foto em que sua blusa estava molhada devido à lactância.

Conte-nos: como foi sua experiência com a maternidade? Quais foram seus conflitos com a amamentação? Durante quanto tempo seu filho mamou no peito?

Imagem de capa P!nk / Instagram