Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

10 Plantas e ervas que podem te deixar ainda mais bela

Você provavelmente já ouviu falar que certas plantas e ervas aromáticas têm ações medicinais e suas propriedades costumam ser excelentes em tratamentos complementares e cosméticos. O tomilho, por exemplo, pode ser um ótimo aliado no combate à acne. Já a camomila é conhecida por amenizar irritações na pele.

No entanto, vale ressaltar que “natural” nem sempre é sinônimo de seguro. Ou seja, procure sempre a avaliação de médicos especialistas antes de recorrer ao uso da fitoterapia.

A seguir, o Incrível.club montou uma lista de dez plantas medicinais que podem contribuir para a beleza da pele e do cabelo. Confira!

10. Alecrim pode fortalecer as madeixas

Por conta do aroma maravilhoso, o alecrim costuma ser usado de forma fresca ou seca no preparo de carnes e massas. Mas você sabia que essa erva nativa da região mediterrânea também tem seu lado medicinal? O alecrim tem benefícios antioxidantes e seu óleo pode ajudar a prevenir a queda de cabelo. Afinal, estudos sugerem que ele contribui para acelerar e estimular o crescimento dos fios.

Quando usado no cabelo, o chá de alecrim sem açúcar pode ajudar a fortalecer os fios, a diminuir o excesso de oleosidade e a combater a caspa.

9. Aloe Vera tem propriedades emolientes, suavizantes e hidratantes

Se você está antenada nos assuntos de beleza, então provavelmente já ouviu falar sobre Aloe Vera ou Babosa. Engana-se quem pensa que essa “moda” é recente. Na verdade, suas propriedades benéficas são conhecidas e utilizadas há milênios — inclusive, os egípcios a chamavam de “planta da imortalidade”.

Atualmente, a Aloe Vera é utilizada para variados fins na indústria cosmética. O “gel transparente” encontrado no interior das folhas faz parte da composição de loções, cremes e shampoos, por conter propriedades emolientes, suavizantes e hidratantes. A planta também potencializa a regeneração dos tecidos por conter vitaminas A e E, o que acaba proporcionando um aspecto saudável para a pele e o cabelo.

8. Camomila tem propriedades calmantes

Assim como a Aloe Vera, a camomila é frequentemente usada em tratamentos alternativos, principalmente para cuidar de inflamações da pele. Estudos apontam que a planta tem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e hidratantes que podem auxiliar no tratamento da rosácea — doença conhecida por deixar a pele avermelhada principalmente na região das bochechas e do nariz.

Por ser um ingrediente natural e ter propriedades calmantes, você pode fazer compressas geladas de chá de camomila para aliviar irritações e coceiras na pele.

7. Óleo de jojoba contribui para nutrir as madeixas

O óleo de jojoba, extraído da castanha de jojoba, é sensacional para nutrir os cabelos, pois é rico em vitamina C, vitaminas B, vitamina E, cobre e zinco. Quando aplicado em cosméticos, ele visa repor a oleosidade natural dos fios — já que a produção de sebo no cabelo acaba diminuindo com a idade e com a ação de agentes externos, como a poluição. Por essas razões, uma tese de mestrado realizada na USP indica que o óleo de jojoba é um ótimo aliado para prevenir a quebra e o ressecamento dos fios.

Você já deve ter ouvido por aí que o óleo de jojoba estimula bastante o crescimento do cabelo. No entanto, uma pesquisa feita em 2014 aponta que outros “remédios naturais” podem ser mais eficazes nesse quesito, como o óleo essencial de hortelã-pimenta.

6. A calêndula é conhecida por sua atividade cicatrizante

A calêndula é uma planta com poderosas propriedades medicinais, por ter agentes anti-inflamatórios e antioxidantes. Desde a antiguidade, ela também é conhecida por sua atividade cicatrizante. Por essas razões, o óleo de calêndula é usado com frequência em tratamentos complementares e está presente em pomadas, cremes e loções para a pele.

É possível que você já tenha ouvido falar que a calêndula faz maravilhas em peles ressecadas. Pois bem, por mais que ainda seja necessário ampliar os estudos nessa área, uma pesquisa feita em 2011 descobriu que — de fato — o extrato dessa planta pode promover a hidratação e a firmeza da pele.

5. A lavanda tem efeitos anti-inflamatórios e antibacterianos

Pesquisas científicas sugerem que o óleo de lavanda, puro ou como princípio ativo de produtos de beleza, pode ajudar a manter a saúde da pele e aumentar a produção de colágeno. A ciência também aponta que ele pode ter efeitos anti-inflamatórios e antibacterianos.

Mas é importante ressaltar que, como o óleo de lavanda pode provocar reações alérgicas, é essencial procurar um médico especializado antes de começar o tratamento.

Além desses benefícios, o óleo de lavanda também tem um perfume delicioso e tranquilizante. Um estudo divulgado em 2015 aponta que esse aroma pode até melhorar a qualidade do sono. Não é maravilhoso?

4. O óleo de eucalipto pode auxiliar na luta contra a caspa

A caspa é uma questão desagradável, que chega até a afetar a autoestima de mulheres e homens ao redor do mundo por conta da coceira e do acúmulo de “pontinhos” esbranquiçados no couro cabeludo. Vale ressaltar que é difícil identificar a causa exata dessa condição sem o auxílio de um profissional — por isso, se esse for o seu caso, indicamos fortemente que você procure a opinião de especialistas.

Ainda assim, pesquisas apontam que óleos essenciais — como o de eucalipto — podem ser eficazes contra a caspa. A ciência também indica que o óleo de eucalipto possui propriedades antimicrobianas, antifúngicas e herbicidas.

3. O tomilho pode auxiliar no combate à acne

O tomilho pode ser usado para dar um sabor delicioso na comida, especialmente para temperar carnes. Mas você sabia que essa erva aromática também pode servir como um poderoso auxiliar no combate à acne? Um estudo realizado em 2012 sugere que o extrato de tomilho tem um efeito antibacteriano maior do que concentrações de peróxido de benzoíla — um ingrediente presente na maioria dos cremes antiacne.

O tomilho tem uma característica antisséptica tão eficaz, que ele também pode ser usado como um forte agente no combate de micróbios causadores de infecções. Fazer um gargarejo com infusão de tomilho pode ajudar em casos de dor de garganta, por exemplo.

2. Rosa mosqueta: o óleo queridinho das celebridades

A rosa mosqueta é uma planta deslumbrante, não acha? E ela pode deixar a sua pele deslumbrante também, já que seu óleo tem benefícios de hidratação e antienvelhecimento. Não é à toa que ele conquistou celebridades como Cara Delevingne, Victoria Beckham e até a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton.

Produtos derivados da rosa mosqueta podem ser ótimos para manter a pele jovem. Um estudo realizado em 2015, em que os participantes ingeriram pó de rosa mosqueta por oito semanas, observou uma diminuição considerável das rugas do rosto (conhecidas por “pés de galinha”) e uma melhora significativa na umidade e elasticidade da pele. Maravilhoso, não?

1. A sálvia pode atenuar sinais de envelhecimento

sálvia, que pode ser cultivada como erva aromática ou planta medicinal, também pode ser uma excelente aliada para manter uma aparência jovem. Assim como a rosa mosqueta, estudos indicam que componentes da Salvia officinalis podem atenuar os sinais de envelhecimento na pele, como as rugas.

Você costuma fazer uso de plantas medicinais no seu dia a dia? Quais são as suas preferidas? Conte ao Incrível.club nos comentários.

Compartilhar este artigo