Incrível

Menina amarra pedido de Natal em bexiga, que voa quilômetros e é recebido e atendido por homem em outro país

1---
682

A maioria das pessoas, quando cresce, deixa de acreditar em Papai Noel, fadas e em todas as coisas ligadas ao mundo da fantasia. O problema é que, quando isso acontece, há quem passe a enxergar os sonhos também como uma mera fantasia infantil. Felizmente, as crianças, com seus olhos inocentes e sua visão de um mundo que não estabelece limites entre o real e o mágico, estão sempre nos mostrando que a bondade e o amor têm força para realizar mais do que podemos imaginar.

Nós, do Incrível.club, acreditamos que todos os sonhos podem virar realidade. Por isso, trazemos a bela história de um homem que elaborou um plano para realizar o desejo de uma menina que vivia em outro país, e a quem ele sequer conhecia, mas a quem queria fazer feliz.

Tudo começou quando uma bexiga, levando um desejo de Natal, voou por milhares de quilômetros

Era dezembro quando Amin Adzhiev, um agricultor da República de Carachai-Circássia, Rússia, levou os olhos por acaso ao céu e viu que um estranho objeto branco descia em sua direção. Ao se aproximar, intrigado, ele viu que se tratava de uma bexiga trazendo presa uma carta. O homem tentou ler o que havia escrito, mas estava em um idioma que ele desconhecia. O pouco que ele notou foi que era uma carta escrita por uma menina pequena. Como a situação era um tanto curiosa (sejamos honestos, não é todo mundo que, do nada, encontra uma bexiga caindo do céu carregando uma mensagem ininteligível), Amin resolveu pedir ajuda a alguns amigos. Esses amigos, por sua vez, compartilharam a história nas redes sociais com o intuito de encontrar alguém capaz de traduzir a mensagem e descobrir a remetente daquela carta.

Assim, foi possível descobrir que a carta estava escrita em alemão, que tinha o Papai Noel como destinatário e que estava assinada por uma menina chamada Sophia que, aparentemente, tinha 9 anos. Na carta, a pequena, que morava na Áustria, contava que queria ganhar de Natal um vestido de princesa de contos de fadas, uma barraca em forma de castelo medieval, um cachecol e um hoverboard. Além disso, ela pedia “muito amor para todo mundo, e para que as pessoas parem de brigar tanto”.

Assim, teve início o plano para realizar o desejo de Sophia

Ao finalmente entender o que a criança pedia, Amin resolveu encarnar o Papai Noel, iniciando uma campanha de arrecadação para comprar os presentes a tempo. Porém, a atitude tão solidária, aparentemente simples, teria alguns obstáculos: além do dinheiro necessário para a compra dos produtos, era preciso descobrir o endereço de Sophia, e tudo isso antes do dia 25 de dezembro, para que a menina recebesse seus presentes de Natal a tempo. “Todos os meus amigos, de todos os lugares, incluindo Moscou, arrecadaram o dinheiro rapidamente”, conta o homem, orgulhoso. Porém, ainda não se sabia como encontrar Sophia, e foi aí que internautas realizaram um trabalho digno dos melhores detetives.

A pista fundamental para descobrir a identidade e o paradeiro da menina estava na bexiga, que trazia uma espécie de selo do Museu de Oberndorf. Algumas pessoas entraram em contato com funcionários do local, que informaram que as bexigas haviam sido lançadas ao ar por crianças que tinham como missão escrever seus pedidos de Natal. Em seguida, os “detetives” obtiveram uma lista de participantes, encontraram os nomes dos pais de Sophia, e arregaçaram as mangas.

Um sonho que ultrapassou fronteiras

Finalmente, os ajudantes de Amin conseguiram escrever para a família da menina. Foi uma grande surpresa para Stefan, pai de Sophia, quando ele recebeu, em uma rede social, uma mensagem escrita em russo, informando que a bexiga solta por sua filha dias antes havia chegado, surpreendentemente, a outro país, e que pessoas desconhecidas estavam dispostas a realizar o desejo da pequena. A sensação de Stefan deve ter sido muito parecida com a vivenciada por Amin quando ele encontrou a bexiga.

A família de Sophia contribuiu com a causa, recebendo alegremente aquela iniciativa. Assim, os voluntários tiveram tempo de comprar e enviar todos os presentes. Eles chegaram até a contratar um ator para interpretar o Papai Noel e entregar os embrulhos.

Um sonho que fez muito sucesso

Vários veículos de comunicação, tanto da Áustria quanto da Rússia, se interessaram em mostrar a história da menina e do seu balão de desejos. Ao ser entrevistada, Sophia disse a jornalistas que aquela experiência despertou nela a vontade de aprender russo. A menina contou ainda que, no próximo Natal, irá soltar mais uma bexiga com seus pedidos, para ver até onde a cartinha chegará. Quem sabe? Se seus desejos foram realizados uma vez, a história pode perfeitamente se repetir.

A notícia ultrapassou as fronteiras dos países e ganhou repercussão mundial. Não é para menos, já que, além de um balão de festa ter viajado mais de 2.332 quilômetros sem explodir, o que já desafia a lógica, a história deixou clara toda a força da solidariedade e das boas ações. A chamada “magia” não se encontra em fadas nem em lâmpadas mágicas, muito menos no Papai Noel. Ela está escondida no coração de todas as pessoas, como as que participaram da realização do sonho de Sophia, de diferentes partes do mundo, mas unidas no propósito de colocar um sorriso no rosto de uma criança.

Você acredita que é possível ver grandes sonhos virarem realidade? Não hesite em publicar um comentário falando sobre o seu maior desejo. Vai que alguém resolve realizá-lo, não é mesmo?

1---
682