Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Criança desenha gatinha que desapareceu e espalha cartazes diferentes para encontrá-la

3-1-
753

Em Blumenau (Santa Catarina), a história de uma gatinha desaparecida comoveu muitos corações. Na noite do último dia 26 de outubro, Lola, uma felina da raça persa, resolveu passear pelas ruas, porém, não retornou no dia seguinte. Ao perceber o sumiço de seu animal de estimação, João Eduardo, de 8 anos, ficou muito triste e teve a ideia de “desenhar” a gatinha em cartazes e depois espalhá-los pelos postes próximos de sua casa. A iniciativa chamou a atenção de Ana Lucia, uma desconhecida da família, que publicou um dos cartazes do garoto em sua rede social.

Incrível.club quis saber mais sobre essa história e deseja compartilhar com você os detalhes do desaparecimento e do reencontro de Lola. Confira!

O desaparecimento

Cortesia de Clare Siebert ao Incrível.club

Lola tem 5 anos e vive em uma casa com outros dois gatinhos. Eles possuem um espaço próprio, mas na noite do dia 26 de outubro, Lola resolver “variar” e não dormir lá. O problema é que não retornou no dia seguinte. Foi então João Eduardo deu asas à sua imaginação para reencontrá-la.

A ideia dos “cartazes”

Com a impressora sem tinta colorida, João colocou em prática um de seus passatempos preferidos: desenhar. Assim, confeccionou “cartazes” com o desenho da gatinha, escreveu o nome e a raça do animal e assinou. A mãe, Clareana Siebert (conhecida como Clare), acompanhou o filho nas colagens dos cartazes em postes próximos à casa. Só que eles se esqueceram de mencionar um e-mail ou telefone para contato; o nome de João Eduardo era a única pista. Clare acreditava que Lola estaria próxima e logo voltaria. Por isso, apoiou o filho.

Repercussão na Internet

Cortesia de Ana Lucia S Fagundes ao Incrível.club

Um desses cartazes chamou a atenção de Ana Lucia, que viu o anúncio perto de casa. A jovem se sensibilizou com a situação e gostou da criatividade do cartaz. E para ajudar a encontrar a gatinha, resolveu usar seu perfil no Facebook. O que Ana não esperava é que a sua iniciativa fosse comover tantas pessoas, gerando milhares de curtidas e, sobretudo, compartilhamentos. Logo no dia seguinte, a jovem já estava sendo procurada para conceder entrevistas. Tanta repercussão chamou a atenção da família de João. Havia se passado dois dias do desaparecimento da felina quando, após a publicação do post, Ana Lúcia foi procurada por Clare. Apesar de morarem próximas, elas não se conheciam. Juntas, somaram esforços para encontrar a gatinha, mas os dias foram passando e Lola não aparecia.

O encontro

Em 8 de novembro, quase 2 semanas depois do sumiço (e quando já não havia esperança de encontrar a felina), uma vizinha da família de João relatou que havia escutado uns miados em uma casa desabitada bem em frente à residência da família de João. Diante disso, uma tia do menino resolveu investigar e, com a ajuda de uma escada, conseguiu entrar na casa. Para a felicidade de todos, ali estava a Lola, extremamente magra e mais arredia do que nunca. Os muros altos a impediam de escapar. Diante dessas circunstâncias, é até difícil explicar como a gatinha sobreviveu a tanto tempo sem alimento e água.

Logo após o reencontro, Lola foi levada a uma clínica veterinária para cuidados. Novamente em casa, está recuperando o peso e, mais calma, tem evitado se aventurar pelas ruas.

Cortesia de Clare Siebert ao Incrível.club

João Eduardo junto com a avó (tutora de Lola), agora mais tranquilos com o retorno da gatinha

Cortesia de Clare Siebert ao Incrível.club

Ufa! Enfim, tudo terminou muito bem. E você? Gostou dessa história fofa? Conhece alguém que teve um animal de estimação que desapareceu e conseguiu encontrá-lo? Já encontrou algum animal que estava sendo procurado pelos donos? Conte para nós!

Imagem de capa Cortesia de Ana Lucia S Fagundes ao Incrível.club
3-1-
753