Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como eram 15 membros da realeza cujas histórias apareceram em filmes e seriados

5-16
277

A história é repleta de grandes personalidades da realeza que se destacaram pelos mais variados motivos. Graças a isso, muitos deles se tornaram verdadeiras lendas, sendo retratados em diversas obras de arte, romances, peças de teatro, filmes e produções televisivas. Nos últimos dois casos, vários famosos buscaram interpretar governantes icônicos, com o intuito de motivar os espectadores a procurarem saber mais sobre o passado da humanidade.

O Incrível.club produziu uma nova seleção de atores que interpretaram algum personagem histórico em filmes e seriados, comparando o que foi mostrado na tela com as pinturas, esculturas ou fotos da pessoa retratada.

1. Emily Blunt como a rainha Vitória, em A Jovem Rainha Vitória

Uma das monarcas mais lembradas do Reino Unido, a rainha Vitória ocupou o trono por mais de 60 anos, sendo o segundo reinado mais longo do país.

Tanto a história quanto a imagem da soberana foram representadas em várias produções cinematográficas, entre elas A Jovem Rainha Vitória. O longa é estrelado pela atriz Emily Blunt, que dá vida à monarca durante a juventude, quando se viu obrigada a lidar com uma mãe possessiva e com o controlador da casa da família, John Conroy. Após herdar o trono, ela conheceu o príncipe Albert, ficando encantada com a boa educação do rapaz. Não demorou muito para que Vitória resolvesse se casar com ele.

2. Joaquin Phoenix como o imperador Cômodo, em Gladiador

Cômodo (Commodus Lanúvio) foi um imperador romano conhecido como o último da sua dinastia. Nos primeiros anos de reinado, dividiu o poder com o pai, Marco Aurélio. Quando passou a governar sozinho, conduziu o império a uma grande crise política. Também é conhecido por participar dos shows no Coliseu como um gladiador, onde também imitou alguns dos grandes feitos de Hércules.

O monarca foi interpretado pelo ator Joaquin Phoenix no filme Gladiador, no qual é retratado como um homem capaz de qualquer coisa para tomar o trono. Embora existam certas ações do personagem que não condizem com os dados históricos, é verdade que ele lutou como um gladiador enquanto governou o Império Romano.

3. Colin Farrell como Alexandre Magno, em Alexandre

As conquistas de Alexandre, o Grande, em todo o mundo antigo, foram bastante inspiradoras e influentes ao longo dos séculos. O desejo desse rei era expandir seu domínio para além da Macedônia, começando pela unificação das cidades-estado gregas. Em seguida, se espalhou para a Pérsia, Egito, Macedônia e, finalmente, chegou à Índia.

Na indústria cinematográfica, podemos destacar o filme Alexandre, em que o ator Colin Farrell interpretou o maior conquistador da Antiguidade. O longa traz alguns elementos que ainda não existiam no tempo de Alexandre Magno. Por exemplo, o farol de Alexandria e o mosaico de Alexandre, que só seriam construídos alguns anos depois.

4. Leonardo DiCaprio como Luis XIV, em O Homem da Máscara de Ferro

O reinado de Luís XIV durou 72 anos e 110 dias, o mais longo registrado na história europeia. Foi coroado rei da França em 1643 e é conhecido por estabelecer a monarquia absoluta, centralizando todo o seu poder na capital do país. Entre os títulos que o monarca ostentava estavam o de “Rei Sol” e “o Grande”.

No filme O Homem da Máscara de Ferro, o ator Leonardo DiCaprio interpreta um rei que vive cercado de luxos e prazeres, enquanto seu povo atravessa uma grande crise econômica. Paralelo a esses fatos, os antigos mosqueteiros se encontram com o irmão gêmeo do rei na prisão e articulam para libertá-lo, com o intuito de retirá-lo do trono. Historicamente, contudo, a identidade do prisioneiro mascarado nunca foi comprovada. Entretanto, não faltam teorias envolvendo o assunto.

5. Claire Foy como Elizabeth II, em The Crown

A rainha Elizabeth II subiu ao trono na década de 1950. Na época, ela já era casada com o príncipe Philip, duque de Edimburgo.

A atriz Claire Foy interpretou a emblemática personagem da atualidade nos primeiros capítulos da série The Crown, justo nos momentos de transição de princesa para rainha, em um contexto de mudanças e conflitos. Quando isso ocorreu, Elizabeth II era uma recém-casada que precisava agir para reerguer um império em declínio.

6. Yul Brynner como Ramsés II, em Os Dez Mandamentos

Um dos mais importantes governantes do Antigo Egito foi Ramsés II, também conhecido por outros títulos, como “Ramsés o Grande” e “Grande Ancestral”.

O personagem histórico já foi retratado em inúmeras obras de ficção, entre elas no filme Os Dez Mandamentos. O ator Yul Brynner interpretou Ramsés II como um soberano que conquista os israelitas com mão de ferro, enquanto persegue o irmão adotivo, Moisés, que voltara do exílio para liderar seu povo.

7. Sergey Makovetsky como Ivã IV da Rússia, em Terrible

Com apenas 16 anos, Ivan IV foi declarado czar de toda a Rússia. Além de ter ficado conhecido como “Ivan o Terrível”, também entrou para a história como “Ivan o Formidável”.

Em 2020, foi lançada a série Terrible, na qual são retratadas as origens do polêmico personagem. O ator que dá vida ao czar é Sergey Makovetsky, que representa sua transformação em um tirano cruel, devido às traições e perdas sofridas ao longo de sua vida.

8. Gerard Butler como o rei Leônidas I de Esparta, em 300

Os espartanos foram liderados pelo rei Leônidas I durante a Segunda Guerra Médica, e seu exército foi a última resistência demonstrada pelos gregos diante da invasão dos persas.

A batalha foi retratada no filme 300, em que o ator Gerard Butler vive o rei Leônidas ao lado de sua tropa de 300 espartanos, 700 téspios e 400 tebanos, que enfrentou um exército com mais de 100 mil integrantes.

9. Elizabeth Taylor como a rainha do Nilo, em Cleópatra

Cleópatra foi a última governante do Antigo Egito, e sua morte deu fim a uma longa dinastia do país.

filme, protagonizado por Elizabeth Taylor, mostra como ela agiu para cair nas graças de César e fazê-lo derrubar Ptolomeu. Assim, Cleópatra se tornou a líder absoluta do Egito. O estilo exibido pela atriz na produção popularizou a imagem de Cleópatra, tanto que muita gente usou o corte de cabelo e a maquiagem inspirados pelos ares egípcios.

10. Valery Degtyar como o imperador Nicolau II, em Grigory R

Em um período de várias reformas atravessado pela Rússia no fim do século XIX e começo do XX, o czar Nicolau II governou o país com o objetivo de modernizar a infraestrutura do império.

Esse personagem histórico foi retratado em muitos filmes e seriados, centrados não apenas na história dos Romanov, como em outras figuras emblemáticas do período. A mais recente é a minissérie Grigoriy R, na qual o ator Valery Degtyar vive Nicolau. A produção dedica atenção especial a Rasputin, homem que exerceu grande influência junto à família imperial e que teria contribuído para o seu trágico fim.

11. John Lone como Pu Yi, em O Último Imperador

Quando ainda era apenas um menino, Pu Yi foi coroado Imperador Xuantong da China, e seu governo durou quatro anos.

O ator John Lone estrelou o filme O Último Imperador, interpretando Pu Yi, no período em que ele esteve preso, na década de 1950. Na prisão, ele relembra a juventude, a forma como foi totalmente isolado da situação política da época e como sua vida mudou radicalmente quando a revolução se estendeu por todo o país.

12. Eric Bana como Henrique VIII, em A Outra

Um dos atos do rei Henrique VIII mais lembrados até hoje é sua ruptura com a Igreja Católica, que o levou a instaurar a Igreja Anglicana e declarar-se seu líder supremo. Além disso, ele entrou para a história ao se casar seis vezes.

O monarca já foi retratado em vários filmes, mas aqui iremos citar A Outra. Na produção, o ator Eric Bana interpreta Henrique VIII quando ele se interessa por Mary, irmã caçula de Ana Bolena e que vira a amante oficial do rei. Só algum tempo depois, os olhos do soberano se voltam para Ana, dando início ao seu processo de divórcio de Catarina.

13. Ciarán Hinds como Julio César, em Roma

Durante a era republicana de Roma, Julio César passou de militar a detentor do controle total da política romana.

A primeira temporada da série Roma mostra Julio César interpretado pelo ator Ciarán Hinds, que retrata o personagem como um homem ambicioso e com objetivos ambíguos, úteis para testar a lealdade de outros membros do Senado. Apesar de ser um nobre, ele se coloca ao lado dos plebeus e se mostra como um reformador.

14. Sean Connery como Ricardo Coração de Leão, em Robin Hood — O Príncipe dos Ladrões

Na Inglaterra medieval existiu um rei que praticamente não permanecia em seu trono para governar o reino: Ricardo I da Inglaterra, também conhecido como “Ricardo Coração de Leão”.

Na cultura popular, foi retratado em diversas obras literárias e cinematográficas, sendo as de Robin Hood as mais famosas. No filme Robin Hood — O Príncipe dos Ladrões, o rei Ricardo foi interpretado pelo ator Sean Connery, que apareceu rapidamente na cena final para oficializar o casamento entre Hood e Lady Marian.

15. Cristiana Capotondi como a imperatriz Elisabeth, em Sissi

Criada longe das normas rígidas do Palácio Real, a imperatriz Elisabeth da Áustria (também conhecida como “Sissi”) era famosa por ter espírito livre e não querer se adaptar aos protocolos da realeza.

Na produção televisiva Sissi, a imperatriz foi interpretada, durante a juventude, pela atriz Cristiana Capotondi. A série mostra como o imperador austríaco Francisco José se apaixona por ela à primeira vista, para desgosto de sua mãe.

Que personagem histórico você gostaria de ver representado em filmes ou seriados? E qual famoso, na sua opinião, poderia interpretá-lo? Deixe um comentário explicando sua resposta!

5-16
277
Compartilhar este artigo