Incrível
Incrível

Após a terceira tentativa de ter um filho Jennifer Lawrence experimenta as dores e delícias de ser mãe

Jennifer Lawrence conquistou a telona e nossos corações com vários dos seus filmes, desde as produções da saga Jogos Vorazes O Lado Bom da VidaTrapaça. A estrela de Hollywood não tem redes sociais, no entanto, isso não a impediu de abrir o coração e falar sobre o momento de vida pelo qual está passando, tendo se tornado mãe pela primeira vez em fevereiro, após ter duas gestações interrompidas. Como adoramos conhecer o outro lado de nossas celebridades favoritas e descobrir as pessoas por trás da fama, compartilhamos essa história com você.

Cada uma vive a gravidez à sua maneira

Seu primeiro filho, fruto de seu casamento com Cooke Maroney, diretor de uma galeria de arte, nasceu em fevereiro de 2022. O bebê recebeu o nome Cy em homenagem ao pintor norte-americano Cy Twombly. Jennifer foi clara ao falar sobre a maternidade, dizendo poder compartilhar sua própria experiência, mas não poder falar em nome do marido ou do filho.

O medo e a incerteza

Kristin Callahan / Everett Collection / East News

Jennifer afirmou ter medo de falar sobre ser mãe, porque para cada mulher é uma experiência diferente: “Se eu disser que desde o início foi lindo, algumas mães vão pensar que para elas não foi e poderão se sentir mal.”

Também mencionou a importância da sinceridade de suas amigas. Elas a avisaram que ser mãe era assustador, que poderia não ser tão fácil para ela se conectar com o bebê ou se apaixonar por ele perdidamente em um instante.

Lawrence confidenciou: “Eu me preparei para poder me perdoar. Um dia, eu estava andando com uma amiga, já no meu nono mês de gravidez, e lhe disse: ’Todo mundo fica me dizendo que vou amar meu bebê mais do que amo meu gato, mas não é bem assim. Vou amá-lo tanto quanto amo o meu pet?’”

Sua experiência no trabalho de parto

Kristin Callahan / Everett Collection / East News

Como uma cena de filme, Jennifer estava subindo as escadas de sua casa em Los Angeles quando a bolsa estourou. Ela escreveu uma série de citações inspiradoras para o marido ler durante o parto, mas, “uma vez que você está ali tendo contrações, nem quer ouvi-las”.

A essa altura, Lawrence estava em trabalho de parto sobre uma bola inflável, repetindo para si mesma uma afirmação que estava na sua cabeça: “Não seja covarde. Não é tão terrível. Não seja covarde. Não é tão terrível. ”

Logo depois de dar à luz

A estrela de Jogos Vorazes falou sobre aquele primeiro momento após dar à luz: “Na manhã seguinte ao parto, senti que toda a minha vida estava começando de novo. Como se fosse o primeiro dia da minha existência.”

Além disso, mudou sua maneira de ver os bebês que hoje considera incríveis: “Eles são todos fofos, inchados e frágeis, mas são sobreviventes. Agora, amo todos os bebês; quando ouço um chorando em um restaurante já fico assim, ’Ai, lindo, não chore.’”.

Imaginando o futuro

A atriz admitiu que Cy fez seu coração se expandir para uma capacidade de amor que ela desconhecia. “Meu filho vai dirigir um dia. Ele será um jovem atrás do volante de um carro e me dirá: ’Boa noite!’. E eu: ’Como vou conseguir dormir?’ ”.

Feito qualquer mãe de primeira viagem, Lawrence está se preparando para testemunhar a infância de outra pessoa. “Eu sempre me pergunto sobre o que ele vai dizer ao seu terapeuta no futuro. ’Ela não me largava, me enchia de beijos e me pediu que não fosse para a universidade.’”

Sua conexão com Causeway

Seu último filme começou a ser rodado em 2019, mas a pandemia parou tudo e não puderam continuar até o final de 2021. O longa será lançado em novembro de 2022, e muita coisa aconteceu nesse tempo de produção. Jennifer se casou e, quando retomaram as gravações, ela estava grávida.

Ao estudar a personagem Lynsey, Jennifer percebeu naquele momento suas semelhanças. “Sua incapacidade de se comprometer devido a feridas internas que são invisíveis aos olhos, mas por dentro são enormes. Ela é uma mulher com medo de se comprometer.”

Um passado difícil

Quando tinha 20 anos, Lawrence engravidou. Ela considerou abortar, mas antes que pudesse fazê-lo, perdeu o bebê quando estava sozinha em Montreal. Há alguns anos, enquanto gravava Não Olhe Para Cima, a atriz ficou grávida novamente. Ela estava casada e queria muito ser mãe, mas novamente perdeu a criança, e esse segundo aborto espontâneo terminou em cirurgia.

“Lembro-me de pensar nessas coisas um milhão de vezes durante a gestação. Pensava em tudo o que estava acontecendo com meu corpo. Minha terceira gravidez foi ótima, mas cada uma delas foi diferente. E às vezes me pegava pensando: ’E se eu tivesse sido forçada a fazer isso?’”.

Burston Cole / Canadian Press / ABACA / Abaca / East News

Além de voltar a atuar, Jennifer aproveita cada instante com o filho e curte todos os momentos: “Recentemente, Cy experimentou um abacate pela primeira vez e eu não conseguia parar de chorar. Meu bebê é como um boneco vodu, pois tudo o que dói nele, dói em mim também. Sempre me pergunto como posso amá-lo tanto.”

Qual a sua opinião sobre o novo papel de Jennifer Lawrence como mãe? Como você viveu os primeiros dias da sua maternidade? Conte para a gente nos comentários!

Incrível/Famosos/Após a terceira tentativa de ter um filho Jennifer Lawrence experimenta as dores e delícias de ser mãe
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos