Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

5 Histórias cheias de boas vibrações

A escritora Tove Jansson disse uma vez: "De vez em quando, todo mundo precisa ouvir uma boa história". E para você, o momento acaba de chegar! O Incrível.club preparou alguns relatos muito oportunos que irão te conquistar. Confira:

Acreditamos em algo...

Era uma vez, há muito tempo, eu e meu futuro esposo não tínhamos carro, casa nem planos para as férias em comum. Ele me trouxe flores. Um buquê simples, não muito fresco, que ele tinha comprado apressadamente num posto de gasolina.

"Sabe de uma coisa?", disse ele, arrumando as flores amassadas. "Nós, os esotéricos, temos uma crença: quanto mais tempo durem as flores dadas de presente, mais forte será o relacionamento".

Todas as noites, o meu pobre marido vinha cheirar e conferir o estado daquele buquê, que aguentou bravamente por cerca de três semanas. Depois disso, ele trouxe mais flores do posto de gasolina, e todas elas cresceram de uma maneira elegante e surpreendente por muito tempo.

Pouco tempo depois, viajamos de férias. Fiquei grávida e tivemos uma filha. Compramos uma casa, nos mudamos e ele comentou sobre um segredo que havia descoberto graças àquelas flores, as mais persistentes flores: aquele era mesmo um sinal do destino, e nada poderia interferir nele. Nem a idade, nem os filhos, nem diferenças nos interesses, nem minha paciência curta. Nós superaríamos tudo.

E eu, por outro lado, entendi que, todos os dias, ele trocava as flores murchas por outras, mais novas. Ia sempre ao mesmo posto de gasolina para comprá-las.

Nós, os esotéricos, acreditamos numa coisa: tudo aquilo em que você tem fé funciona.

Pura magia

Um computador do escritório parou de funcionar. Ligamos para um especialista. Ele chegou e resolveu tudo.

Um funcionário nos contou sobre o ocorrido:

"O técnico veio, olhou atentamente para o computador, levantou as mãos para o céu, murmurou algo, deu 10 voltas em torno da minha cadeira no sentido anti-horário, deu um chute na máquina, voltou a murmurar qualquer coisa e foi embora. E a máquina começou a funcionar. Um verdadeiro mago".

E agora, a versão do técnico:

"Me ligaram para averiguar o que acontecia com o computador. Pelo visto, o dono daquele computador era muito inquieto, sempre girando em sua cadeira, o que fez com que um cabo de enrolasse num dos pés da cadeira. Desenrolei o o cabo, rezando para que os céus me dessem paciência, liguei a tomada que tinha saído da parede, levantei e fui embora".

Dar a mesma nota a todos os alunos funciona?

Um professor do curso de ciências contábeis conta como suspendeu uma turma inteira de uma vez.

Um grupo da turma insistia em dizer que o poder do nivelamento numa sociedade era muito grande. Com ele, não haveria diferenças entre as pessoas. O professor disse: "Tudo bem, então iremos fazer uma experiência sobre este sistema. Todas as notas serão niveladas e todos terão a mesma pontuação. Assim, ninguém será reprovado e ninguém vai tirar 10".

Após a primeira prova, as notas foram niveladas, e todos tiraram 8. Os alunos que deram duro nos estudos ficaram tristes, enquanto aqueles que estudaram pouco ou nada ficaram felizes. Mas ao chegar a segunda prova, os estudantes que se preparavam pouco se prepararam menos ainda, e os que sempre tinham estudado bastante decidiram que não valeria a pena se esforçar. Nas notas da segunda prova, todo o grupo tirou 7. Ninguém ficou feliz.

Chegada a terceira prova, a nota média foi de 6.

A experiência precisou chegar ao fim, pois as brigas, acusações mútuas, xingamentos e irritações deixaram a turma marcada pelas relações hostis. Ninguém queria ficar estudando pelos outros.

Um dia, um cachorro apareceu no meu jardim

Um dia, um cão velho e cansado apareceu no meu jardim. Pela coleira e barriga avantajada, podia-se dizer que ele tinha casa e recebia muita atenção dos donos. O cachorro se aproximou de mim em silêncio e eu fiz carinho em sua cabeça. Correndo atrás de mim, ele entrou em minha casa. Lentamente, cruzou o corredor, deitou num canto da sala e adormeceu. Uma hora depois, ele levantou e se dirigiu à porta. Deixei que ele saísse sem interferir.

No dia seguinte, lá estava ele novamente no meu jardim. Me cumprimentou, entrou na casa, voltou ao mesmo canto da sala e novamente dormiu por cerca de uma hora. Isso aconteceu durante várias semanas. Com curiosidade, coloquei um bilhete em sua coleira: "Gostaria de saber quem é o dono deste cão maravilhoso. Saiba que, quase todos os dias, ele vem dormir na minha casa".

No dia seguinte, o cachorro apareceu com outro bilhete, também colocado em sua coleira: "Ele mora numa casa com seis crianças. E duas delas ainda são menores de 3 anos. Ele simplesmente quer dormir. Amanhã... eu posso ir com ele?"

Todo mundo tem uma oportunidade

Um anúncio dizia: "Vende-se mansão à beira-mar, com 3 andares, piscina e jardim. Preço: 1 dólar". "Absurdo!", resmungou um homem em situação de rua, jogando o jornal para longe. Ao caminhar pelas ruas em busca de comida, ele viu o anúncio fixado no muro de uma casa: "Vende-se mansão à beira-mar, com 3 andares, piscina e jardim. Preço: 1 dólar".

"Será que eles se enganaram? Só pode ser", pensou o homem sem lar, já confuso em seus pensamentos. Chegando a uma avenida, viu outro cartaz enorme: "Vende-se mansão à beira-mar, com 3 andares, piscina e jardim. Preço: 1 dólar".

O homem ficou pensativo. Sentiu curiosidade em saber que louco teria escrito aquilo, e resolveu investigar. Afinal, ele não tinha nada a perder, a não ser seu último dólar no bolso. Ao chegar ao endereço, viu a mansão do anúncio. Timidamente, tocou a campainha. A porta abriu e apareceu uma bela mulher.

- Licença, venho por causa do anúncio. É uma brincadeira?
- Não! Está tudo certo.
- Falo do preço: 1 dólar, é isso mesmo?
- Sim, 1 dólar. Se estiver interessado, pode entrar e conhecer a casa.

Impressionado com o que via, deu seu último dólar e tornou-se dono daquela luxuosa mansão. Ainda assim, decidiu entender porque o preço pedido pelo imóvel era tão irrisório. Sorrindo, a mulher disse: "Antes de sua morte, meu marido deixou escrita sua última vontade: que eu vendesse nossa mansão e transferisse o dinheiro obtido com a venda para a conta de sua amante. Mas eu não conseguia atender ao seu último desejo. O anúncio foi publicado há seis meses, e você foi o único interessado a aparecer. Tenha um ótimo dia". E foi embora.

Moral da história: As oportunidades chegam para todos! Basta acreditar que até o impossível pode ser possível.