Incrível
Incrível

30+ Provas de que a vida cotidiana na boa e velha Europa pode surpreender até mesmo os turistas mais experientes

Os países do Velho Mundo parecem ser tão familiares para nós que podemos ter a impressão de que não tem mais nada lá que possa nos surpreender. No entanto, alguns aspectos da vida cotidiana dos habitantes locais podem não só confundir os turistas, mas também os imigrantes que se mudaram de outras partes do mundo para lá.

Nós, do Incrível.club, resolvemos coletar a experiência de turistas e expatriados que se mudaram permanentemente para diferentes partes da Europa. Chegamos à conclusão de que estes países podem ser muito mais misteriosos do que parecem à primeira vista. Confira!

França

  • Em alguns estabelecimentos, um cafezinho vai sair mais barato se ao fazer o pedido você disser “olá” e usar a palavrinha mágica “por favor”.
  • O refil de refrigerante foi proibido em restaurantes fast-food.
  • Os supermercados não podem jogar fora ou destruir alimentos não vendidos.
  • A legislação trabalhista francesa tornou ilegal entrar em contato com funcionários fora do horário de trabalho ou durante o fim de semana. Além disso, a maioria das empresas não possui refeitório dentro do escritório. Os franceses gostam de tirar um tempo do trabalho para ir almoçar. E a empresa paga metade do custo de alimentação.
  • É possível encontrar mais de 10 tipos de saladas verdes no supermercado.
  • Mesmo durante a semana, os supermercados nas pequenas cidades fecham para o almoço. Então, se você estiver no meio das compras e as luzes da loja se apagarem, os caixas fecharem e os trabalhadores começarem a sair, não precisa se preocupar.
  • Os franceses adorarem baguetes não é nenhum um estereótipo. Sim, vê-los carregando várias baguetes é comum no dia a dia. Mas eles não comem tudo de uma vez: congelam algumas unidades caso precisem e a padaria esteja fechada.
  • “Uma vez, em um domingo à noite, estava no metrô de Paris. Estava extremamente silencioso e vazio. Vi um sem-teto sentado com um cachorro. Eu o vi várias vezes antes no mesmo lugar, e as pessoas geralmente davam dinheiro a ele. Resolvi então colocar alguns euros também. E, de repente, ele devolveu o dinheiro e disse: “Muito obrigado. Mas eu não trabalho nos fins de semana!” © Sam Qwato / Quora

Alemanha

  • Os alemães dão grande importância ao Ensino Superior. Se a pessoa tem mais de dois doutorados, ela será tratada como “doutor doutor”.
  • Todos sabem que os alemães são cuidadosos na separação do lixo. Se alguém o separar incorretamente, o saco será devolvido com um adesivo com instruções de como o lixo deve ser separado corretamente.
  • Por alguma razão, os travesseiros são enormes, sem enchimento e ocupam metade da cama. É incompreensível como eles nunca sentem dores no pescoço.

“O caixa está cansado. O caixa precisa dormir”

  • Seguir as regras de trânsito no país é indispensável. Atravessar a rua com o semáforo vermelho, mesmo que não tenha carros por perto, é uma violação grave. Além disso, as pessoas consideram falta de educação e um mau exemplo para as crianças.
  • Se você acidentalmente olhar para um estranho na rua por mais de 5 segundos, diga “olá” para ele.
  • Nem todos os turistas sabem que na Alemanha você pode encontrar fãs do topless não só na praia ou em saunas, mas também nos parques da cidade.
  • “Reservamos um quarto em um pequeno hotel alemão. No site dizia que algumas instalações ficavam no térreo. Pensei que se tratava do banheiro. Como estava errado. O chuveiro e a pia ficam em um canto, já a privada ficava no corredor. Digamos que não foi muito confortável”.

Finlândia

  • É estritamente proibido brincar de guerra de bolas de neve na escola. Afinal, uma pedra ou algo pontiagudo pode ir acidentalmente na bola.
  • Talvez seja o único lugar do mundo onde você pode encontrar sorvete no sabor de alcaçuz salgado.
  • Algumas vilas finlandesas têm lojas onde os artesãos locais vendem suas artes. É possível encontrar alguns artesanatos incríveis, itens de decoração e muito mais nas prateleiras.
  • É possível encontrar lugares para piqueniques ou acampamentos para pernoitar no meio das florestas finlandesas. Tem banheiro, lenha para fogueira, machados e um abrigo para esperar o mau tempo passar.
  • Muitos chalés na Finlândia são alugados sem roupa de cama. E você terá de pagar mais do que o normal pela limpeza deles no momento do check-out. Um conjunto de lençóis e toalhas normalmente custa a partir de 15 euros e a taxa de limpeza acima de 100 euros.
  • Uma licença é necessária para usar varas de pescar profissionais. Cogumelos e frutos silvestres podem ser colhidos livremente, desde que se peça permissão aos proprietários do local.
  • É comum existir quiosques no meio das fazendas onde as pessoas podem comprar frutas, legumes e hortaliças. Basta pesar e depositar o dinheiro em uma caixa, onde é possível também retirar o troco.
  • “Nos hospedamos em um pequeno hotel. Era fim de semana e não havia funcionários no local. Todos os futuros hóspedes receberam um SMS com o código da porta da frente. E nós colocamos o dinheiro da hospedagem em um envelope embaixo da porta do escritório da administração”.

Noruega

  • Se você não prestar atenção, pode comprar acidentalmente queijo vegano. O produto é feito de gordura vegetal e fécula de batata.
  • É bastante raro ter praça de alimentação ou refeitórios em escolas e escritórios. Todo mundo traz comida de casa.
  • O queijo norueguês mais famoso — o brunost — tecnicamente não é queijo. Ele é feito a partir do soro do leite de cabra. Como resultado, possui um sabor forte e picante de caramelo.
  • O jornal é entregue cedinho de manhã, mas as correspondências só chegam à tarde. Então, os entregadores de jornal chegam por volta das 4h30 da manhã, já o carteiro por volta das 13h da tarde.
  • “Na Noruega, nos ônibus intermunicipais, quando você entra no veículo e todos os assentos do corredor estão ocupados, as pessoas evitam te olhar porque sabem que você precisa sentar-se em algum lugar e não querem dividir o assento ao lado”. © Severine Riise / Quora

Dinamarca

  • Durante muito tempo, a maioria das lojas e dos restaurantes na Dinamarca só aceitava o cartão local Dankort. Os turistas ficavam muito irritados com isso. E até hoje alguns problemas de pagamento ainda existem. Se o cartão não tiver senha, você não poderá pagar com ele.
  • Os cachorros-quentes de lá talvez sejam um dos mais saborosos do mundo. No mínimo, eles são claramente superiores em qualidade aos encontrados em Nova York.
  • No porto de Copenhagen, a água é tão limpa que você pode nadar tranquilamente.
  • Há uma tradição na Dinamarca: “Ninguém é melhor do que qualquer outra pessoa”. Assim, quando um cidadão alcança um feito notável, todos os outros ficam felizes em compartilhar de seu sucesso.
  • O inglês é muito popular na Dinamarca. Os jovens até criaram uma espécie de versão anglo-dinamarquesa da língua, em que misturam bizarramente palavras dos dois idiomas.

Países Baixos

  • O leite é uma bebida muito popular entre todos os públicos, mas o mais surpreendente é que ele é consumido no almoço e não no café da manhã no país. Os locais também comem granulado nos sanduíches com manteiga em vez dos ingredientes tradicionais de pão com chocolate. Além disso, é possível encontrar batatas fritas em todos os lugares, mas eles comem apenas com maionese em vez de ketchup.
  • Nenhum escritório vive sem uma cafeteira. Esse é um item obrigatório no trabalho. Antes de ir buscar outra xícara de café, é recomendado perguntar quem quer café também.
  • O típico almoço neerlandês consiste em um simples sanduíche de queijo. Comer uma comida quente pode não ser bem-visto. Além disso, os sanduíches devem ser consumidos com garfo e faca. Comê-los com as mãos é considerado praticamente um ato bárbaro.
  • “Vim visitar meus amigos neerlandeses: uma família encantadora, uma casa agradável. A única coisa que me confundiu foi que o banheiro tinha três portas e nenhuma delas tinha fechadura. Entrar nos cômodos era um pouco preocupante”.
  • “Um conhecido reservou uma suíte para a lua de mel em um hotel boutique em Amsterdã. O design era impressionante. E o banheiro era no meio do quarto e sem porta. Eles tiveram de desistir da reserva, já que não estavam prontos para esse tipo de intimidade”.

Itália

  • Nem todos os restaurantes trazem a conta na mesa. Normalmente, os clientes quando terminam vão até o balcão e dizem o que comeram e pagam a conta.
  • Você pode deixar pago um café para um estranho em alguns estabelecimentos. Se alguém aparecer sem dinheiro, poderá ter um de graça.
  • Os italianos gostam de ir até a área do vulcão Etna para comer cogumelos. Dizem que há muitos deles crescendo por lá.
  • Não faz sentido pedir um latte na Itália, isso porque em italiano essa palavra significa “leite”. Para pedir um café com leite use “caffelatte.
  • “Estávamos de férias na Itália dirigindo até Milão. No meio da rodovia, de repente, o motorista da frente começou a diminuir a velocidade, passou para a pista da direita, freou e começou a dar ré enquanto os outros carros se espalhavam para evitar um acidente. Acho que ele perdeu a saída certa. Nunca vi nada parecido em nenhum outro lugar”. © Susan Pohl / Quora

Inglaterra

  • Os ônibus oferecidos pelos hotéis saindo do Aeroporto Internacional de Heathrow são absurdamente caros. Você pode pegar um ônibus público de graça que faz o mesmo trajeto.
  • A comida nos restaurantes pode ser muito cara, mas você pode encontrar produtos relativamente baratos e de alta qualidade nos mercadinhos.
  • Em Ashbourne existe um dia em que toda a cidade joga uma partida de futebol. Isso mesmo, de uma só vez. Duas equipes de centenas de pessoas reunidas na praça.
  • “Ainda não entendo por que as pessoas dirigem na mão esquerda nas estradas e na escada rolante sobem pela direita”.

Portugal

  • Talvez apenas em Portugal seja possível ver uma árvore de Natal feita de bacalhau.
  • Nos aeroportos, as televisões não mostram os horários dos voos, mas sim jogos de futebol.
  • Alguns apartamentos em prédios de frente para o mar são alugados para turistas. Mas o mais engraçado é que cada proprietário decora sua propriedade do seu jeito, embora o preço dos apartamentos de mesmo tamanho não varie. Assim, você pode pagar o mesmo para ficar em um lugar recém-reformado ou de mobília mais antiga.

Suíça

  • Nos dias de carnaval na Suíça, os bueiros e ralos são fechados para evitar que os confetes caíam na rede de esgoto.
  • É perfeitamente possível deixar o carro com as portas abertas. Ninguém fica preocupado em ser furtado. E nos trens, os passageiros às vezes deixam a carteira e a bolsa no assento quando vão ao banheiro.
  • É normal os moradores limparem a parada de ônibus.
  • “Morava em Berna em um apartamento minúsculo. Tínhamos um gato, mas não tínhamos jardim, apenas uma varanda bem pequena. Então, geralmente o deixávamos sair pela manhã e quem chegasse primeiro o pegava. Um dia, chegando em casa, vi o bichano do outro lado da rua. Chamei-o e ele veio alegremente em minha direção. Quando se aproximou da rua, ele percebeu um carro vindo e ficou com medo de atravessar. Aí, o que aconteceu? O veículo parou para que meu gato atravessasse”. © Emmanuel Gautier / Quora

Suécia

“Tem um McDonald’s especial na Suécia, não para motoristas, mas para esquiadores”

  • É considerado falta de educação falar alto em transportes e locais públicos. E embora todos ao seu redor fiquem incomodados com esse tipo de comportamento, ninguém falará nada para você.
  • Os homens costumam ser mais habilidosos em assuntos como criar filhos, cultivar flores, corte e costura do que as mulheres.
  • Se os suecos virem alguém em uma situação embaraçosa, farão o possível para mostrar que ninguém percebeu.
  • Normalmente, os vizinhos não se falam. Por exemplo, se algum morador separou errado o lixo, os outros são capazes de revirá-lo procurando algo que entregue quem foi o culpado e, então, deixarão um bilhete raivoso na porta. Mas nunca vão falar nada diretamente.
  • Estava sentado tomando café da manhã em um hotel de luxo. De repente, um morador de rua entrou no restaurante, com bastante calma, pegou um sanduíche no bufê e saiu. Até que me explicaram ao verem meu olhar perplexo: “Nossa cozinha está sempre aberta para quem precisa de comida”. © Michael Petersen / Quora

Você já presenciou alguma característica estranha do cotidiano europeu enquanto viajava por lá? Conte para a gente na seção de comentários.

Incrível/Lugares/30+ Provas de que a vida cotidiana na boa e velha Europa pode surpreender até mesmo os turistas mais experientes
Compartilhar este artigo