Incrível
Incrível

21 Adultos cujas memórias da infância marcaram suas vidas, por isso são inesquecíveis

Quando damos um conselho ou quando opinamos algo sobre um determinado tema na frente de uma criança, nem sempre paramos para pensar que nossas palavras podem ficar gravadas na mente dela por muitos e muitos anos. As histórias de hoje falam exatamente disso: coisas que as crianças ouvem na infância e que carregam por toda a vida, para o bem ou para o mal.

Incrível.club listou algumas dessas histórias compartilhadas por pessoas corajosas que decidiram reviver um pouco do seu passado.

  • “As meninas devem cuidar dos bebês e dos meninos. Os homens, não”. Às vezes, ainda me sinto presa a pensamentos como esse, tão gravado no meu cérebro. Vi um pai em uma festa levando o filho ao banheiro para trocar a fralda e pensei: “Ele não deveria fazer isso. Onde está a esposa dele?” Rapidamente percebi como estava sendo besta em pensar aquilo. Contudo, infelizmente a ideia realmente está gravada na minha cabeça. © c****dprincess / Reddit
  • Me diziam que dirigir na estrada era extremamente perigoso e que por isso eu devia usar apenas rotas secundárias. A questão é que as pessoas estavam apenas projetando em mim seus próprios medos de que os carros fossem rápido demais e batessem. Durante os dois primeiros anos que dirigi, peguei apenas caminhos menores. No verão, cansei de dirigir durante mais de uma hora para ir ao trabalho, pensei que na estrada haveria menos trânsito e tentei arriscar. Era muito mais fácil, sobretudo porque as grandes estradas estavam em melhores condições que as pequenas que eu estava acostumado a pegar. Menos voltas, muito mais seguro e muito mais rápido. © Gogar1 / Reddit
  • Me diziam que por ser mulher eu nunca deveria me aproximar de um rapaz primeiro. Ele que deveria fazer o esforço (por exemplo: se eu quisesse passar um tempo com um rapaz de quem gostava ou apenas enviar uma mensagem de texto, tinha de esperar ele falar comigo primeiro). Hoje eu tenho 23 anos, portanto posso fazer o que quiser em relação aos homens, mas às vezes sinto que mantenho um pouco da mentalidade do passado. O mais doido disso tudo é que agora meus pais me perguntam por que as meninas não se comunicam com os meninos em quem estão interessadas, hahaha. © hitagiss / Reddit
  • Quando eu era criança, minha mãe dava diferentes tarefas de limpeza para mim e para meus irmãos durante a semana. Um dia, decidi fazer uma faxina profunda. O resultado foi mal recebido e ela criticou cada detalhe. Honestamente, já naquela época eu sabia que ela não estava falando sério. Minha conclusão foi que me esforcei o dobro ou o triplo para obter o mesmo resultado, e o pior é que me criticaram por isso (diferentemente de quando eu fazia o trabalho malfeito). Ou seja, isso me fez questionar se deveria me esforçar na hora da faxina; faço apenas o indispensável, já que o reconhecimento não é algo que acontece, pelo menos não na minha casa. No entanto, estou trabalhando duro para não virar uma pessoa desleixada. Acho que estou indo bem, mas já associei “fazer coisas agradáveis” para a família (principalmente limpar) com experiências negativas, portanto é melhor tomar cuidado. © Physical_Implement_6 / Reddit
  • Lembro que quando estava na quarta ou na quinta série, fiquei amiga de um menino. Ainda não tinha idade para me apaixonar, a não ser por atores da televisão, portanto jamais imaginei que meu pai fosse pensar que eu queria passar um tempo com um menino porque estava a fim dele. Quando eu disse que queria ir na casa do menino, meu pai fez o maior escândalo. Eu era pequena e mesmo assim percebi que a reação dele era totalmente exagerada. Quando ele finalmente me levou na casa do meu amigo, descobriu que o rapaz tinha uma deficiência física muito séria. Para mim, não fazia diferença mencionar isso, pois gostava dele como pessoa, já que líamos os mesmos livros. Eu nunca tinha visto nem meu pai nem minha mãe envergonhados. Lembro que meu pai ficou com um nó na garganta. Ele disse que sentia muito, mas eu achei que ele estava se desculpando pelo mau humor. Demorei anos para perceber que aquele comportamento era, na verdade, ele percebendo o abismo que havia entre o que ele pensava que estava acontecendo e o que estava acontecendo realmente. © Feisty-Donkey / Reddit
  • Quando criança, eu gostava de deixar o melhor que havia no prato para o fim, portanto separava minha parte preferida no canto do prato e comia só no final. Durante uma viagem familiar com meus primos, paramos em um lugar que servia frango frito. Eu tinha uns 10 anos. A pele do frango era a minha parte preferida, então eu deixei reservada no canto e comi o resto. Mais ou menos 30 minutos depois, meu primo disse: “Você não gosta disso?”, pegou com a mão toda a pele do frango e comeu de uma vez só antes que eu pudesse dizer uma palavra. Fiquei arrasado. Isso acabou com a viagem para mim. Até hoje penso em deixar o melhor para o final, mas como pelo menos um pouco antes que alguém pense em tirar a melhor parte de mim. © umnosorry / Reddit
  • Me lembro de um dia em que eu estava morrendo de vontade de jogar videogame com meu pai, mas ele estava ocupado com algo no computador. Me senti realmente frustrado e comecei a correr como um louco de um lado para outro na sala de estar. Meu pai olhou para mim e perguntou o que estava acontecendo; fiquei quieto e fechei a cara. Ele parou de prestar atenção em mim, então eu voltei a correr e bati contra a parede. No final, me cansei e não consegui que ele jogasse comigo. Sempre reflito sobre esse momento quando quero pedir algo a alguém. Não é preciso montar um show ou agir de maneira frustrada, basta perguntar. © AllTheNamesAr3Taken / Reddit
  • Quando tinha 4 anos, roubei um pequeno moinho de vento de brinquedo porque minha mãe não quis comprar na loja. Ela percebeu antes de chegarmos no carro e me fez entrar, devolver e me desculpar. Me lembro de sentir muita vergonha, por isso NUNCA mais roubei nada. Recentemente, me esqueci de pagar 20 centavos por uma sacola de papel no caixa do autosserviço de uma loja e voltei correndo para pagar. A senhora que trabalhava no local deu risada de mim e disse para eu não me preocupar. © Lizardshark20 / Reddit
  • Quando estava na terceira série, tinha certeza que “restaurante” se escrevia restaraunte. Tinha tanta certeza que discuti com a minha professora. Ela deu risada e disse para eu procurar no dicionário. Quando vi que estava errado, me senti envergonhado e humilhado. Desde então, evito afirmar algo com certeza, a menos que já tenha verificado duas vezes. © Bergenia1 / Reddit
  • Essa história é bastante boba, mas aconteceu na semana passada. Saí do chuveiro, peguei uma toalha e comecei a secar o cabelo. Meu corpo estava encharcado e eu estava com frio. Me lembrei da minha infância, de quando tinha 10 anos e perguntei à minha mãe se podia usar duas toalhas, uma para secar e enrolar o cabelo e outra para secar o corpo, como eu via as mulheres na televisão. Ela disse que não, porque “para que desperdiçar duas toalhas e blá blá blá”. De repente, percebi que a adulta sou eu, este banheiro é meu, estas toalhas são minhas e eu faço as minhas regras. Ou seja, pela primeira vez na minha vida, aos 55 anos, usei DUAS toalhas e foi maravilhoso. © lynnemaddie / Reddit
  • Quando era criança e íamos para alguma casa com piscina, depois de comer sempre ligavam um temporizador. Desses giratórios e que tocam. Todas as crianças se juntavam ao lado e ficavam olhando para ele. Tic ​​tic tic. Precisávamos esperar o tempo passar, porque entrar na piscina com o estômago cheio era algo impensável! © MorePieForEveryone / Reddit
  • Quando tinha 4 anos, roubei um pacote de chiclete em uma loja de um acampamento em Quebec. Os chicletes da marca Wrigley’s estavam lá, à altura dos olhos, então enfiei um no bolso. Minha irmã mais velha tinha 9 anos e me dedurou. Meus pais me levaram de volta na loja para que eu pagasse e me desculpasse. Tinha certeza absoluta que o homem atrás do mostrador tinha algum tipo de autoridade extrajudicial para me mandar para o lugar onde as crianças más do Canadá eram mandadas, sobretudo porque ele tinha um sotaque que eu nunca tinha ouvido. Nunca voltei a roubar, nem mesmo na idade em que as crianças costumam tentar. © Dispatcher12 / Reddit
  • Quando estava no terceiro ano da escola, minha amiga foi mordida por uma aranha que estava no sapato dela. Ela me disse que o médico teve de dar uma injeção no dedo do pé dela. Desde então, sacudo meus sapatos antes de calçar e sempre vejo se não há aranhas dentro deles. © schiaparelli_or_bust / Reddit
  • Minha mãe me disse que eu era alérgico a areia (aos 5 anos). Ela simplesmente não queria limpar a areia da minha roupa. © Aperture_Kubi / Reddit
  • “Se você odeia o seu trabalho, aguente e tire o maior proveito dele. Não reclame, porque as pessoas vão pensar que você é problemático; e se você desistir, vão olhar para você como um fraco e vão começar a te ignorar”. Esse pensamento foi pior para o meu bem-estar físico e emocional do que qualquer outra coisa. © Johhnymaddog316 / Reddit
  • Quando eu tinha 5 anos e estava no jardim de infância, era pequena, brigava com todo mundo e sempre arranjava algum problema. Um dia, irritada por algo que havia acontecido, decidi fazer algo REALMENTE TERRÍVEL para mostrar para todo mundo que eu era casca grossa. Fui até a pequena casinha de madeira que havia no centro do pátio escolar e rabisquei a palavra “demolios” na parede. Algum tempo depois, vi uma das professoras da escola em pé, a uns metros de distância, com os braços cruzados, inspecionando a minha obra. Após alguns segundos de silêncio, ela comentou: “Não é assim que se escreve. D-E-M-Ô-N-I-O-S”. E foi embora, entediada e pouco impressionada. Minha tentativa de mostrar ao mundo as profundezas da minha rebeldia foi arruinada por um estúpido erro de ortografia. Até hoje, sou meticulosa na hora de escrever. Odeio a ideia de que uma simples palavra mal escrita — ainda que falte apenas uma letra — possa invalidar completamente o que estou tentado dizer. © TheMegnificent1 / Reddit
  • Me disseram que eu tinha de terminar toda a comida que havia no prato. Sempre que comíamos, em casa ou em um restaurante, minha mãe nos obrigava a comer tudo que havia no prato. © Gabinskaite / Reddit
  • Se a pessoa for mais velha, você deve respeitá-la e escutá-la, aconteça o que acontecer, mesmo se a pessoa for grosseira. Respeite os mais velhos. © Puzzleheaded-Paint64 / Reddit
  • Quando era criança, me disseram que se eu fizesse contato visual com um animal do zoológico ele tentaria me matar. Não sei por que me disseram isso, mas a ideia sempre me assustou. Até que eu cresci e percebi que os animais não são tão agressivos quando olhamos nos olhos deles e, em alguns casos, se sentem até mais à vontade. © Safe-Wolverine-2779 / Reddit
  • É na casca do pão que ficam todos os nutrientes. 😂 © kre8ive1 / Reddit
  • Um menino me bateu no jardim de infância. A professora me disse que eu tinha de bater de volta, mas eu não queria. Ela nos colocou em um armário e disse que não nos deixaria sair de lá até que eu batesse nele. 😬 Até que ela foi demitida. © buckshill08 / Reddit

Que memórias de infância você não consegue eliminar da sua cabeça? E qual é a frase que mais marcou a sua vida e que você nunca esquece?

Incrível/Crianças/21 Adultos cujas memórias da infância marcaram suas vidas, por isso são inesquecíveis
Compartilhar este artigo