20+ Pessoas que cometeram gafes épicas por serem muito desatentas

Quando prestamos atenção em algo, ficamos completamente focados nisso. Para comprovar esse estado de concentração mental foram realizados experimentos, onde voluntários assistiram a uma partida com dois times, vestidos com camisas pretas e brancas, e receberam a tarefa de contar o número de arremessos de uma das equipes. Os espectadores contaram o número com precisão, mas 50% não notou no vídeo um homem com traje de gorila que caminhava lentamente pelo local.

Muitas vezes o descuido acaba nos deixando na mão, mas nós, do Incrível.club, sabemos que são exatamente esses casos que se tornam a base das histórias engraçadas. Por isso, fizemos uma seleção de relatos sobre situações hilárias que aconteceram com a nossa equipe e com alguns internautas. Confira!

  • Desde pequeno, primeiramente fechava o zíper das calças e depois ajustava o cinto. Quando eu era universitário, um colega de quarto do dormitório me disse que nos filmes os homens primeiro apertam o cinto e em seguida fecham o zíper. Depois disso eu perdi as contas das vezes que andei por aí com o zíper aberto e odiando meu colega de quarto pelo péssimo conselho... © Dmitriy Tsoy / Facebook

  • Comprei um carro novo e fui pegá-lo na concessionária. Chegando lá, saí do veículo e fui conversar com os atendentes. Depois eu voltei para o carro, abri a porta e percebi vários homens olhando para mim naquele mesmo instante. Quando me sentei, notei que aquele automóvel não era meu. Enquanto eu estava dentro da oficina, outro carro idêntico estacionou lá. Aqueles homens riram muito de mim. © Галия Шпынова / Facebook

  • Meus pais eram bem desatentos. Quando criança, estava esperando eles virem me buscar no ponto de ônibus próximo ao sítio da minha avó (que fica a 10 km de distância da nossa casa pela rodovia). Ao chegarem, recolheram as malas, foram embora e esqueceram de mim. Eu não sou o melhor filho do mundo, mas espero que eles não tenham se arrependido de terem retornado para me buscar naquele dia. © Елена Терещенко / Facebook

  • Me lembrei de um caso. Fui com meu marido a uma pequena loja polonesa, que não tinha quase ninguém, só nós e umas vendedoras. Como adoro fazer compras, sempre acabo me distraindo. Durante a compra, passei a mão gentilmente na cintura do meu esposo e perguntei se ele queria alguma coisa de diferente (estava falando sobre os produtos da loja). Nesse momento senti alguém puxando minha outra mão e, quando eu virei, vi que era meu marido. Ou seja, por distração acabei agarrando outro homem, que inclusive não disse nadinha. As vendedoras riram e eu quase morri de vergonha. Meu marido lembra disso até hoje. © Olga Abaskalova / Facebook

“Meu funcionário desatento se esqueceu de fechar a janela do banheiro ontem à noite. Acho que isso é um pequeno falcão”.

  • Minha mãe tem mania de não fechar as portas dos armários e guarda-roupas. Quando estou de bom humor, saio pela casa fechando tudo. Por causa disso, acabei desenvolvendo o hábito de dizer ao ver uma porta aberta: “Fecha a porta, mãe!” Tanto é que meus amigos e familiares já se acostumaram comigo repetindo essa frase. Mas alguns dias atrás no mercado, eu tinha visto a porta dos congelados aberta e, inconscientemente, falei a bendita frase de costume. Na mesma hora uma pessoa aleatória, que estava por perto, saiu correndo de mim. Eu só fui entender de fato o que tinha acontecido, quando já estava em casa. © a.elyzarova / Pikabu

  • Hoje coloquei meu celular no teto do carro e minha filha na cadeirinha. Falei a mim mesmo para não esquecer o telefone. Entrei no carro, dirigi, o celular caiu no meio da rua e eu passei por cima dele. © Ccrex / FML

  • Um dia, meus pais me pediram para ir à mercearia. Cheguei lá, puxei a maçaneta e estava fechada. Olhei na porta e estava escrito “porta fechada” com uma seta ao lado direito, apontando para a outra entrada. Passei cinco minutos puxando a porta fechada, enquanto via todo mundo entrando pelo outro lado, porque na minha cabeça a seta indicava a porta direita como a fechada. © Terraglim / Twitter

  • Hoje fui para a cama muito tarde e acordei com meu celular tocando. Ainda meio sonolento, olhei rapidamente para a tela e vi minha namorada ligando. Peguei o telefone e disse: “Oi, amor!” Ela reagiu com surpresa, então olhei para a tela novamente e percebi que era minha nova chefe, que tem o mesmo nome da minha namorada. © Anonymous / FML

“Eu sem querer coloquei minhas luvas de couro na máquina de lavar”.

  • Passei vergonha no mercado hoje. Estava na seção de carnes em frente a uma vitrine refrigerada de vidro esperando o açougueiro me atender. Fiquei esperando uns cinco minutos, até que uma mulher se aproximou e simplesmente pegou uma bandeja de carne. Acontece que a seção de carnes é aberta e sem vidro. E eu ainda me pergunto por que preciso usar óculos. © tomuracosp / Twitter

  • Hoje passei dez minutos concentradíssimo tentando consertar a torradeira, até que chamei meu irmão para me ajudar. Agora ele pensa que sou um completo idiota, porque eu simplesmente tinha esquecido de ligar a torradeira na tomada. © Сoco1234 / FML

“Esqueci que o fogão continua quente depois de usá-lo”.

  • Um homem com cerca de dois metros de altura começou a trabalhar com a gente. Todo mundo o chamava de ’Pequeno’. Também comecei a chamá-lo assim num tom irônico. Mas só depois descobri que esse era o sobrenome dele de verdade. © blohovod13 / Pikabu

  • Quando tinha acabado de tirar minha carteira de motorista, não consegui manter a distância e arranhei levemente o para-choque do carro de alguém. Acabou que essa pessoa era um parente distante por parte da minha mãe, que eu não conhecia, mas ele me reconheceu na mesma hora. © Gruxxxyyy / Pikabu

  • Discuti com meu marido por três dias sobre onde estariam as chaves reserva do carro, culpando-o pelo sumiço. Acabei de encontrá-las no bolso do meu agasalho, e agora preciso escondê-las direitinho para ele não dizer que a culpa foi minha! © vicky4244 / Twitter

  • Estava sozinho no apartamento de um amigo em Nova York, quando o telefone começou a tocar, mas eu não conseguia encontrá-lo. Então vi o fio do aparelho e, na pressa para atender, puxei-o com tudo. O bendito telefone voou na minha direção e me acertou bem na testa, cheguei até a cair e fiquei com uma cicatriz. © AlexMV543 / Twitter

  • Meu marido nunca conseguia se lembrar de levar uma mala ao trabalho para entregar ao seu colega. Para ele não se esquecer mais, coloquei a mala bem na porta da entrada. No dia seguinte ele passou por cima da mala e foi embora sem ela de novo! © sonadarao / Instagram

  • Uma vez, eu e meu marido estávamos procurando pela lâmina do mixer. Abrimos quatro vezes a gaveta onde o objeto normalmente ficava e nada. Na quinta vez olhamos e a lâmina estava lá. © irapozdeeva / Instagram

  • Passei a vergonha do século quando era estudante. Eu estava andando em um micro-ônibus lotado com teto tão baixo que as pessoas estavam em pé curvadas. Como eu precisava descer na próxima parada, fui para perto da porta e me apoiei no corrimão. Sem perceber, acabei agarrando o nariz de um homem sentado lá perto! Nossa, ele ficou tão bravo e eu senti tanta vergonha, que nem consegui pedir desculpas. © maria.pakhomova / Instagram

  • Teve um caso que a mulher mandou o marido passear com o bebê no parque. Chegando lá, a criança gritava tanto que o coitado do pai balançava o carrinho com toda força para acalmá-la. Depois o choro passou e o pai pode finalmente comprar seu jornal. Sentou no banco com o bebê no colo, leu e foi embora. Chegando em casa, a esposa pergunta: “Cadê o carrinho?”, mas o homem estava tão distraído que nem respondeu. Então a mulher grita: “Cadê o carrinho do bebê?!” Ele lembrou que o esqueceu no parque. Os dois imediatamente correram ao local, a esposa estava de chinelos, e felizmente ninguém nem encostou no carrinho. © Тетя Нюра / AdMe

  • Estava andando pela rua quando vi um espelho na porta de uma loja e, desatenta, trombei no poste. O homem que estava parado perto da loja riu alto. Então eu disse que aquilo poderia acontecer com qualquer pessoa, mas o danado respondeu: “Eu também achava isso quando a primeira moça trombou aí”. Seria cômico se o galo na minha testa ainda não estivesse doendo. © larisaMelissa / pikabu

  • Estava aproveitando o verão em uma praia na cidade canadense de Vancouver. Quis ir ao banheiro, então entrei na fila e percebi que tinha um homem parado na minha frente. Achei que ele tinha se enganado e o avisei em inglês: “Senhor, você se confundiu, essa aqui é a fila para o banheiro feminino”. Então ele me responde: “Você que se confundiu, eu sou mulher”. © Подслушано / Ideer.ru

Já aconteceu alguma coisa do tipo com você por falta de atenção? Não se esqueça de contar sua história nos comentários!

Imagem de capa larisaMelissa / pikabu
Compartilhar este artigo