Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20+ Pessoas cujos superpoderes da vida real deixam qualquer herói da Marvel com inveja

Quem nunca sonhou, seja na infância ou até mesmo quando adulto, em poder mover objetos com a força da mente, ficar invisível ou até conseguir voar pelo espaço sideral? Certamente, os filmes de super-heróis dos últimos 10-20 anos intensificaram esse desejo em cada um de nós, aguçando a nossa imaginação. No entanto, existem pessoas com características tão peculiares que podem até ser consideradas superpoderosas da vida real. E os protagonistas deste post são a prova disso.

Nós, do Incrível.club, encontramos 24 relatos inusitados de internautas sobre superpoderes de verdade. E no final, você confere ainda um bônus que certamente representa muitos de nós. Confira!

  • A minha chefe tem um superpoder: se alguém mentir dizendo que adoeceu (intoxicação alimentar, febre de mais de 40 graus, luxou algum osso, etc) e não for trabalhar, então, durante esse mesmo dia, ela vai acabar encontrando ou vendo a pessoa que mentiu andando pela cidade e muito bem de saúde. Eu tenho um pouco de medo dela. © “Подслушано” / Vk
  • Minha sobrinha, que tem 21 anos, é capaz de fazer algum tipo de magia secreta — as crianças simplesmente adormecem em seus braços. Qualquer criança. De qualquer idade. Elas dormem apenas 5-10 minutos depois de sentarem em seu colo ou se aconchegarem em seus braços. E ela nem sequer os balança, os pequenos apenas dormem. © Ckott / Pikabu
  • Eu costumo jogar bastante no computador. E por causa disso acabei desenvolvendo um superpoder: quando estou tendo um pesadelo, simplesmente vou até o painel de menu, aperto em “sair” e acordo. E tem gente que diz ainda que os jogos não têm nada de construtivo a oferecer. © nikita5130 / Pikabu
  • Meu superpoder é a capacidade de dormir em aviões. Eu sempre durmo imediatamente após a decolagem e acordo somente na hora do pouso. Se alguém me acordar durante o voo, volto a dormir em questão de minutos. Caso uma criança barulhenta se sente no assento ao lado — isso não é problema nenhum, dormirei tranquila mesmo com seus gritos. Recentemente cheguei ao aeroporto depois de uma boa noite de sono tranquilo. Dormi durante os três voos seguidos e sequer me dei ao trabalho de reclinar a poltrona. Mas também há uma desvantagem nisso tudo: acabo pegando no sono muito fácil quando estou dirigindo, e isso não é nada bom. © “Подслушано” / Vk
  • Era noite e eu estava com uns amigos conversando na frente de casa. Tinha muito gelo na rua e ela era levemente inclinada. Então vimos uma mulher tentando subir com o carro, mas sem sucesso — ele deslizava. Fomos ajudá-la, éramos quatro. Mas um amigo simplesmente foi correndo na frente (na época ele já estava solteiro havia muito tempo) e com apenas um empurrão ajudou a motorista a superar o gelo e seguir imediatamente o seu caminho rua acima, sem parar para agradecê-lo. A gente então fez uma brincadeira com nosso amigo dizendo algo do tipo: “Oh, como você é fortão”, coisas assim. Ao que ele parou, pensou e respondeu:
    — Ah, é só isso que sei fazer...
    — ???
    — ...espantar as mulheres para longe de mim. © MegoChP / Pikabu
  • Meu superpoder é a capacidade de pensar em uma resposta genial para uma crítica injusta, mas apenas depois de uma hora, de alguns dias, semanas, meses, anos, séculos, eras... © palnom6 / Twitter
  • Um ex-namorado tinha o superpoder de largar as coisas bem no meio do caminho — pelos corredores da casa, atrás das portas e na frente de escadas e batentes. Ele deixava de tudo: baldes com água, aspirador de pó, malas, caixas, ferramentas e até sacos grandes com lixo. Por algum motivo, ele sempre tinha de deixar exatamente na passagem. Só que eu costumo andar rápido pela casa e no meio da noite evito ligar as luzes para não acabar acordando. Conversei com ele muitas vezes, mas não adiantou. Resultado: terminei por causa disso e quebrei dois dedos do pé, tenho uma cicatriz na testa e sofri com muitas contusões sérias. © “Подслушано” / Vk
  • Tenho uma memória tão boa que apenas 2 anos depois já não me lembro de nada da história de um filme e tenho de assisti-lo de novo como se fosse pela primeira vez. © byterskartohoi / Pikabu
  • Me lembro de que quando tinha 8-10 anos, fui para a casa dos meus avós no interior, e meu avô veio até mim e disse que ele podia ficar invisível. Mas somente quando estivesse escuro o suficiente a ponto de não dar para ver nada. Eu realmente acreditei nisso na época e fiquei impressionado com o superpoder dele. © PaRos / Pikabu
  • Descobri um novo superpoder: fui até a loja de móveis com uma lista de apenas 5 coisas, comprei todas elas e fui embora sem levar nada a mais. © korowin69 / Twitter
  • Assim que terminei a escola, começaram a reformá-la. Depois, quando me formei na universidade, imediatamente teve início uma reforma também. Me mudei para outra cidade — o locatário reformou meu antigo apartamento. Fiquei um mês internado no hospital — reformaram todo o setor depois que tive alta. Estou começando a ficar intrigado com isso... © SilentHell42 / Pikabu
  • Eu tenho um superpoder: equipamentos eletrônicos quebram quando estou por perto, as lâmpadas queimam e alguns aparelhos começam a falhar. Mas isso acontece somente quando estou com raiva. Comecei a namorar um especialista em TI e ele ficou surpreso, rindo de início, mas depois viu horrorizado como seus computadores começavam a falhar logo depois de brigarmos. Um dia, quando foi demitido e o chamaram para ir assinar alguns documentos na empresa, o acompanhei e lá meu superpoder acabou entrando em ação. Resultado: ofereceram pagar um prêmio para que ele consertasse sozinho todos os computadores do escritório, mas o valor iria diminuindo com o tempo. Na hora, pensaram que meu namorado tinha hackeado secretamente todos os computadores no escritório da empresa, e que por isso saberia como “ajeitar” todos rapidamente. Além do mais, o valor ia diminuindo com o tempo para que ele se sentisse tentado a admitir que havia hackeado os computadores da companhia. © “Подслушано” / Vk
  • Minha habilidade especial é conhecer bandas legais apenas 5 anos depois do início da sua carreira. © thnksmom_ / Twitter
  • Estava esperando um amigo dentro do carro e escutei a conversa na rua de um garoto com uma menina, ambos com aproximadamente 6 anos, sobre superpoderes:
    — Qual o seu poder?
    — Eu não sei, e o seu?
    — Eu sou bobo. Minha mãe que me disse isso, quando contei a ela que consigo correr na velocidade da luz. © Blueber / Pikabu
  • Meu amigo tem uma percepção do tempo muito aguçada. Se alguém lhe perguntar as horas, ele responde prontamente sem precisar conferir, dizendo até os minutos (com uma margem de erro de 1 ou 2 minutos, mas pessoalmente nunca o vi errar). Ele conta que precisa olhar o relógio apenas uma vez pela manhã e pronto — seu organismo começa a contar as horas automaticamente a partir desse momento. Talvez exista algum fenômeno que explique isso? Pessoalmente, acho que meu amigo é um reptiliano... © leo33240 / Pikabu
  • Durante a infância meus pais sempre me mandavam para uma colônia de férias no verão. Lá eu passava um mês, e quando o tempo acabava, ficava esperando ansioso que eles viessem me pegar. Me lembro de uma vez estar sentado no banco esperando pela chegada deles e ficar imaginando como seria incrível poder me teletransportar. Eu chegaria em casa imediatamente. O sol de verão estava quente naquele dia, as folhas balançavam e faziam um barulho suave ao sabor do vento e alguns insetos andavam pela grama. Então fechei meus olhos, sentindo minhas pálpebras pesadas e, no momento seguinte, quando voltei a abrir meus olhos, já estava em casa deitado na minha cama. “Deu certo!” — passou pela minha cabeça — “Consegui me teletransportar para casa!”. Então decidi manter essa minha habilidade especial em segredo. Já se passaram muitos anos e nunca contei meu segredo para ninguém. Outro dia fui buscar meu filho na casa dos avós. Ele estava dormindo profundamente no sofá. Eu o carreguei para o carro e o prendi na cadeirinha. Quando sentei na frente do volante, acabei me lembrando do meu superpoder secreto. Girei a chave na ignição e o carro ligou sem fazer muito barulho. Naquele momento entendi que agora meu filho tinha herdado o meu superpoder. Foi um pouco triste. O processo de teletransporte começou e seguimos devagar pela estrada para casa... © romakok / Pikabu
  • Minha sogra completou 70 anos recentemente e nós a presenteamos com um celular novo. Mas tem um porém nessa história: ela não usa a agenda telefônica do smartphone. Para absolutamente nada. Os números de todos os seus contatos estão guardados em sua memória e ela os digita sem dificuldade alguma. Ela não sabia como mexer na lista de chamadas, então me ofereci para explicar como usá-la. Quando olhei na lista, percebi que havia cerca de 40 números diferentes discados. E nenhum deles estava salvo na lista de contatos. © MrGerasim / Pikabu
  • Eu tenho uma habilidade especial. Tudo que gosto de fazer acaba contagiando alguém dos meus amigos ou familiares em questão de dias. Decidi começar a fazer artesanato — minha mãe se dedica a isso já há três anos enquanto eu enjoei apenas 1 mês depois de ter começado. Meu marido agora está tentando o mundo da perfumaria, uma amiga o BASE jumping e meu irmão jogos de computador. E todos encontraram seus hobbies favoritos apenas alguns dias depois que eu os experimentei. Vale a pena ressaltar também que até então eles não demonstravam interesse nenhum em tais atividades. Mas o triste nisso tudo é que eu acabo inspirando todo mundo a se dedicar a um hobby para si e não consigo encontrar nenhum que me atraia por completo. © “Подслушано” / Vk
  • Meu superpoder é simplesmente conseguir perder qualquer coisa em qualquer lugar. Por exemplo, acabei de perder o esfregão que estava segurando há exatos TRÊS MINUTOS. Acho que os Vingadores deveriam ter confiado a mim a luva de Thanos, tenho certeza de que ele nunca iria encontrá-la depois. © _kutsium / Twitter
  • Eu tenho uma espécie de mania especial: preciso sempre pisar com o pé direito em todos os degraus que encontrar. Assim, sempre que me deparo com uma escada, devo terminar de subi-la com o pé direito. Ou seja, tenho de chegar ao último degrau com o pé direito. Meu cérebro já faz as contas automaticamente de forma que nunca tenho problemas com isso. E todos os degraus no meu caminho para casa já foram mapeados há tempos. Acredito que seja, na verdade, TOC. Mas, poxa! Por que não podemos usar isso para aprender algo ou para aplicar à vida no geral? Por que não usamos essas pequenas super-habilidades do cérebro para alguma coisa útil?! © “Подслушано” / Vk

Bônus: uma reflexão bastante pertinente

Você tem algum superpoder ou uma habilidade especial que o diferencia das outras pessoas? Conte para a gente na seção de comentários.