20 Evidências de que para ser feliz basta primeiro perder algo e depois reencontrá-lo

Talvez não haja uma única pessoa no mundo que nunca perdeu nada: chaves, joias, dinheiro ou qualquer outra coisa. Felizmente, nem todas as coisas desaparecem sem deixar vestígios: algumas reaparecem na vida do seu dono no momento mais inesperado.

Nós, do Incrível.club, encontramos os sortudos que primeiro perderam objetos importantes e depois os encontraram, onde nem sequer pensavam em procurar. E no final, um bônus que mostra que às vezes, não são apenas objetos que podem desaparecer e voltar a aparecer.

“Perdi meu colar favorito há um mês e hoje o encontrei atrás da cômoda. Ele é tão lindo!”

“Procurei o dinheiro e o cartão por muito tempo. Achei”

“Meu amigo perdeu seu iPhone no início de fevereiro e, um mês depois, encontrou-o em frente à nossa casa... E vocês não vão acreditar. Ainda funciona!”

“Hoje consertei o piso no apartamento da minha mãe. Encontrei isto. Perdi este carro mais ou menos na época em que nos mudamos para um novo apartamento e fizemos alguns reparos neste”

“Meu conhecido nem suspeitou que havia perdido seu documento (cartão de seguro) até que seu irmão enviou estas fotos”

“Meu colega de quarto gosta de chá. Recentemente ele perdeu o telefone. E nós o encontramos aqui”

“Estava preparando uma torta de frutas vermelhas para a minha sogra. Sempre tiro os anéis antes disso. Terminei, e os anéis não estavam em lugar nenhum! Dois dias depois, encontrei-os no congelador, na bandeja com as frutas vermelhas”

“Perdi um dos meus AirPods. Mas esta história tem um final feliz”

“Há quatro dias perdi minhas chaves. Estava prestes a trocar todas as fechaduras, o que não é nada barato. E foi aqui que acabei de encontrá-las. Oh, essas crianças travessas”

“Meu pai perdeu o telefone. Foi encontrado graças ao ’barulho estranho’ vindo da máquina de lavar”

“Minha esposa é bibliotecária em uma escola. Esta semana, um aluno perdeu uma tartaruga na biblioteca. Hoje ela foi encontrada...”

“Eu perdi este pingente há mais de um ano e pensei que tinha sumido para sempre. E depois o encontrei por acaso em um lugar bem óbvio no meu quarto”

“Encontrei minha chave que tinha perdido há algumas semanas atrás”

“Perdi meu relógio no dia 31 de dezembro de 2020 e não o vi desde então. Hoje minha esposa o encontrou na nossa máquina de lavar”

“Parece que sobreviveu a mais de 20 lavagens, mas ainda indica a hora e data certa. Isso é o que significa um relógio para vida toda!”

“Perdi meu cartão de débito há cerca de duas semanas e tive de pedir um novo. E 10 dias depois, eu encontrei o cartão antigo em um bolso secreto da minha bolsa”

“Cartão antigo e cartão novo”.

“Há um mês perdi a minha aliança de casamento, hoje comprei uma nova. Também hoje vi isto”

“Enquanto colocava as lentes de contato pela manhã, uma delas desapareceu. Quase engasguei quando a encontrei no meu último gole de café”

“Este foi o meu último par de lentes e agora tenho de esperar mais de uma semana pela chegada de um novo.”

“Em 2018, me mudei para a nova casa. Pensei ter perdido estes DVDs enquanto transportava as coisas. Hoje os encontrei em uma bolsa no sótão. É hora de assisti-los!”

“Perdi meus AirPods, procurei em toda parte, não consegui encontrar. Comprei novos. E assim que comprei, encontrei os antigos!”

“Meu filho de 6 anos os colocou na meia de Natal”.

“Em casa, o dinheiro que costumo tirar dos bolsos no hall de entrada começou a desaparecer. Tanto o trocado, como notas grandes”

“Achei que fosse o duende aprontando, mas depois, sem querer, vi meu filho brincando de loja (uma nota de 5000 de brinquedo para comparação) com meu dinheiro. Ele só queria que tudo fosse real”.

Bônus: “Há cerca de 3 meses atrás, meu hamster fugiu. Procurei por ele por muito tempo, mas não o encontrei. E hoje decidi jogar fora coisas desnecessárias, inclusive a caixa, e aqui está o que encontrei dentro”

“Acontece que todo esse tempo o hamster viveu na caixa e roubava comida da cozinha. Mas, estranhamente, ele não fazia as necessidades lá. E agora tenho medo de encontrar o seu ‘banheiro’ em algum lugar.”

Qual foi o “reencontro” com algum objeto perdido mais marcante da sua vida?

Compartilhar este artigo