20 Evidências de que nem sempre os vizinhos só pensam em tornar a sua vida um inferno

“Não estou feliz com meu vizinho” é uma frase que costumamos ouvir das pessoas que acabaram de alugar uma casa ou comprar um apartamento em um prédio novo. Na prática, as histórias sobre vizinhos não necessariamente devem ser ruins. Hoje nós vamos provar isso.

Incrível.club não precisou procurar por muito tempo para provar que há muitas pessoas boas e compreensivas ao nosso redor. Nossa seleção de hoje contém relatos positivos dos internautas que, ao se lembrarem dos seus vizinhos, apenas sorriram. Para encerrar, há um bônus que os amantes de guloseimas vão adorar.

  • No tempo em que morávamos em um quarto alugado, os vizinhos tinham um gato muito inteligente. Quando eles o deixavam sozinho, ele ligava e assistia à TV. Ele sabia até mudar os canais. Os vizinhos às vezes pediam para a gente entrar no quarto deles para desligar a TV, porque o gatinho estava assistindo no volume alto. © Podslushano / VK
  • Comprei uma nova geladeira para o aniversário da minha esposa. Pedi para embalarem a caixa em papel rosa. Ontem a entregaram. Enquanto os carregadores estavam entrando no prédio com ela, um vizinho saiu e perguntou:
    — O que é que você comprou? Tão grande!
    Eu fiquei travado e respondi:
    — Uma caixa de som!
    Os olhos do vizinho deveriam ser vistos! Ele mora exatamente no apartamento de baixo.
    © Unknown auhtor / Bash.im
  • Meus pais compraram um pequeno apartamento na periferia da cidade. Certa vez minha mãe ligou para perguntar quando iríamos levar a neta dela para passar um fim de semana lá. Ela disse que pelos esforços de uma família de vizinhos, havia sido inaugurado um cinema ao ar livre gratuito na quadra de vôlei do condomínio. Depois das sessões de desenhos animados eram oferecidos simples mimos e doces para as crianças. Descobriu-se que para trazer essa felicidade não era preciso de muita coisa, apenas levar uma tela e um projetor para a quadra. Cada pequeno espectador devia trazer consigo as cadeiras que serviam de ingresso. Acredito que quando essas crianças crescerem, pelo menos uma delas não será indiferente e organizará as “sessões de bondade” para as crianças dos seus vizinhos. © kapello / Pikabu
  • Eu moro em um condomínio de casas. Um dos proprietários, um senhor idoso solteiro e aposentado, toda vez que nevava acordava antes do que eu e limpava tudo. Eu nunca nem ouvi ele fazer isso. Algum tipo de ninja limpa-neves!
    © North_South_Side / Reddit
  • Meu vizinho acabou de ligar e disse: “Colha os morangos da minha horta, senão vão estragar. Vocês podem fazer geleia ou comê-los frescos.” O homem tem 55 anos, a mulher dele se foi e as crianças cresceram e se mudaram para outra cidade. Ele mora sozinho, mas está acostumado a plantar uma grande horta. Os morangos dele são lindos, as framboesas e as uvas também! Às vezes os filhos vêm visitá-lo e levam algo, mas os frutos amadurecem e todo dia algo está pronto para ser colhido. Faz vários anos que ele coloca na rua uma mesinha onde sempre tem produtos da estação: frutas, legumes e verduras. Ao lado sempre tem um bilhete “Tudo grátis” e também uma pilha de sacolinhas para levar os produtos. © anahronizm / Pikabu
  • Um casal do apartamento ao lado tem um filho recém-nascido. Hoje chamaram o médico para atender o bebê em casa. Eu estava limpando o corredor e deu para ouvir o que estava acontecendo.
    Médico: “O nome da criança?”
    Jovem pai para sua esposa: “Amo-o-or”.
    Esposa: “Está louco? Igual ao seu!”
    O jovem pai, depois de dar uma breve pensada, solta: “Artur”.
    Médico: “Sobrenome?”
    Jovem pai para sua esposa: “Também igual ao meu, certo?”
    © Unknown auhtor / Bash.im
  • Alugo um apartamento em um prédio que tem isolamento acústico muito ruim, ou seja, dá para ouvir tudo o que acontece nos vizinhos. Uma noite eu estava deitada lendo um livro. Os vizinhos tinham visitas e uma das convidadas exclamou arrogantemente: “Eita, então vocês têm apenas um quarto?” Eu tive a impressão de ouvir até como a proprietária do apartamento cerrou os dentes. © Podslushano / VK
  • Nossos vizinhos de cima são um casal simpático de velhos hippies que frequentemente deixam nas maçanetas das portas pequenos cones de papel cheios de doces caseiros e outras guloseimas. Durante a Semana Nacional de Poesia eles colam na porta dos fundos bilhetes com poemas. Também, de vez em quando, fazem festas nas quais os amigos deles cantam músicas dos anos 60 e 70. Eu não consigo nem sonhar com vizinhos melhores. © TJ_Fox / Reddit
  • Uns anos atrás tive que reformar uma parede entre minha casa e a dos vizinhos. Eu sabia que eles estavam com dificuldades financeiras, então paguei os custos totais do reparo. Quando o pedreiro chegou, o vizinho perguntou: “Quanto vai custar?”. E eu respondi: “Não se preocupe com isso.” Aproximadamente um ano depois ele veio dizendo que queria pagar, pois tinha fechado um grande contrato e queria pagar a parte que lhe correspondia. © David Lipschitz / Quora
  • Meus pais vieram me visitar nos EUA pela primeira vez. Na mesma época apareceu uma nova vizinha na casa ao lado. Uma noite, estávamos descansando na sala e a porta da varanda estava aberta. O cachorro da vizinha entrou na minha casa, e a dona do cachorro veio correndo e começou a pedir desculpas. Porém, meu pai adora cachorros e por isso começou a acariciar o cachorrinho e a brincar com ele. Minha mãe, vestida de traje típico indiano, imediatamente convidou a vizinha para um chá com pastelaria, mas ela recusou. Então minha mãe começou a conversar com ela, e, apesar do seu sotaque, as mulheres se entenderam e se deram bem. Desde então, a vizinha sempre para na frente da minha casa quando passeia com o cachorro. Eu jamais imaginei que os meus pais, sul indianos, em particular minha mãe, tão tímida, fossem ser tão extrovertidos com alguém de outro país.
    © Ganesh Kumar / Quora
  • Ontem um vizinho me ajudou na lavanderia compartilhada do prédio (a máquina não quis aceitar minhas moedas). Hoje ele tocou a campainha e perguntou: “E aí, conseguiu lavar as suas roupas? Eu moro no apartamento ao lado, se houver algum problema, é só bater na porta!” © acewoops / Twitter
  • Uma vizinha idosa construiu uma cachoeira artificial no jardim dela. Como ela mora sozinha, não há ninguém para ajudá-la. Quando a cachoeirinha ficou pronta, ela convidou toda a vizinhança para comemorar e mostrar o resultado. Agora nós nos revezamos limpando a cachoeira dela, porque sabemos como foi difícil construí-la. Ela provou que a idade é apenas um número e que é possível fazer qualquer coisa quando se deseja. Por mais absurdo que isso possa parecer. © Arjun Menon / Quora
  • Na casa que alugamos com um amigo da faculdade não havia praticamente nada. Apenas dois computadores e dois colchões. Uma verdadeira casa de solteiro. Já na primeira noite alguém bateu à porta. Foi um vizinho que veio nos conhecer. Ele deu uma olhada na casa e viu que não tínhamos mobílias, disse que assim não dava e desapareceu. Poucos minutos depois ele apareceu de novo com um grupo de vizinhos que trouxeram uma mesa, cadeiras e duas camas. Dinheiro eles não aceitaram. © zerbey / Reddit
  • Meus vizinhos cuidam dos meus gatos quando eu viajo, tiram minha correspondência da caixa postal e regam as plantas. Eu faço o mesmo por eles. Do outro lado da rua mora uma família jovem com filhos, sempre acenamos uns para os outros quando nos encontramos. © Christine Sorenson / Quora
  • Certa vez, durante uma enchente, um vizinho invadiu minha casa e começou a colocar minhas coisas sobre as mesas e outras mobílias altas. Ele fez isso para que os meus pertences não estragassem com a água. Cheguei em casa à noite, a água já tinha chegado no nível de 30 cm, mas todos os eletrônicos estavam cuidadosamente guardados graças ao meu vizinho! Muito obrigado! © veron1on1 / Reddit
  • Ano passado machuquei meu tornozelo. Logo um vizinho se ofereceu para ir ao mercado por mim. Outros traziam almoço ou me levavam em uma cadeira de rodas para jantar na casas deles. Uma tarde, eu estava assistindo à TV quando ouvi um barulho de cortador de grama ligado por perto. Descobri que outro vizinho estava cortando a grama ao redor da minha casa. Todos esses cuidados duraram mais de um mês, enquanto eu estava me recuperando. Tenho uma baita sorte com meus vizinhos! © Donald Leow / Quora
  • Meu vizinho de cima e eu temos gostos musicais totalmente iguais. Ele até escuta as músicas antigas e pouco conhecidas que eu ouvia no passado. Moro neste apartamento há apenas um mês e nunca vi quem mora naquele apartamento. Às vezes parece que lá vive uma versão de mim do passado. Agora eu sei muito bem onde está o meu 2007. © Podslushano / VK
  • Quando minha mãe se foi eu tive que fazer uma viagem urgente. Antes de ir embora, perguntei a uma senhora que morava por perto se ela poderia cuidar dos meu gatos por algumas semanas, enquanto eu não estivesse. Antes disso eu a tinha visto apenas poucas vezes, mas entreguei a chave para ela. Quando entrei em casa na volta, a geladeira estava abastecida e limpíssima, como nunca antes. Os gatos aumentaram de peso. A senhora veio para minha casa todo santo dia, e passava por lá algumas horas para que os gatos não se sentissem tão sozinhos. Nos tornamos boas amigas. Alguns anos depois, quando ela também se foi, eu cuidei da casa dela. Eu sinto muito a falta dela. © Kelly South / Quora
  • Minha irmã e eu não somos gêmeas, mas somos muito parecidas. Até as maquiagens que fazemos são do mesmo estilo. O apartamento do lado foi alugado por um novo inquilino. Nosso prédio é pequeno, todos se conhecem, sempre damos “oi” uns aos outros. Durante alguns meses tudo estava tranquilo, apenas cumprimentávamos o novo vizinho, mal conversávamos. Certa vez eu estava com minha irmã na entrada do prédio quando o vizinho apareceu. Nos cumprimentamos, como sempre, e aí ele se virou e soltou: “Agora a ficha caiu! Vocês são duas! Tinha pensado que era apenas hábito de dizer ’oi’ para mesma pessoa umas 10 vezes por dia.”
    © Podslushano / VK
  • Hoje recebemos a visita dos nossos amigos com seus filhos. Claro, como todas pessoas normais de 2 a 5 anos, as crianças correram pelo apartamento. O vizinho do apartamento de baixo ficou incomodado e veio pedir para acalmarmos as crianças. Eu abri a porta:
    — Olá, pois não?
    — Menina, chama sua mãe, por favor.
    — Eu sou mãe aqui!
    © Sabina1009 / Twitter

Bônus

“Prezados vizinhos! Infelizmente na manhã de sábado será instalado o aparelho de ar condicionado no nosso apartamento. Vocês talvez sejam acordados pelo barulho das obras. Caso isso aconteça, nos perdoem! Estes doces são para vocês. Atenciosamente, seus vizinhos”

De quais histórias você se lembra quando se trata de vizinhos?

Compartilhar este artigo