Incrível
Incrível

19 Histórias de filhos que jamais esquecerão de quando foram levados ao trabalho de seus pais

Muitas crianças já tiveram a oportunidade de visitar o local de trabalho de seus pais. E lá, entre várias outras atividades, puderam admirar a cantina com refeições deliciosas, brincar com a calculadora ou o furador de papel e até jogar um pouquinho no computador da empresa. Enquanto para os filhos essa pode ter sido uma experiência maravilhosa, talvez para os pais tenha sido um pouco mais embaraçosa. Mas graças a isso, agora há histórias para contar.

Nós, do Incrível.club, encontramos muitos relatos interessantes de crianças que visitaram os trabalhos de seus pais e reunimos alguns deles nesse artigo.

  • Certa vez minha mãe me levou ao trabalho dela e eu escrevi em algum documento muito importante que a amava. Hoje passei novamente pelo escritório dela e vi que ela ainda guarda aquele bilhete. © linaneeed / Twitter
  • Aos sábados minha mãe costumava me levar ao trabalho dela, pois não havia com quem me deixar. E lá eu brincava naqueles computadores antigos, que parecem uma televisão de tubo, e aprendi a jogar Paciência aos 6 anos. Muitos se surpreendiam pelo fato de eu saber jogar com aquela idade. © chelicman / Twitter
  • Minha mãe trabalhava na prefeitura da cidade, onde várias pessoas importantes trabalhavam. Quando eu estava na primeira série, sempre ia ao serviço dela depois da escola e ficava quieta em seu escritório. Mas, às vezes, para acabar com o tédio, eu corria pelos corredores, batia nas portas e, como uma espiã, me escondia. Todas aquelas pessoas importantes ficavam nervosas com a situação, mas nunca sabiam quem as provocava. Alguns anos depois, contei meu segredo à minha mãe.
  • Quando eu tinha 5 anos minha mãe me levou para o trabalho dela. Pela primeira vez na vida, vi uma pessoa em condição de rua. Quando minha mãe explicou a situação, imediatamente comecei a chorar e a implorar para que ela convidasse a pessoa para morar em nossa casa. © amberalert123 / Twitter
  • Quando eu tinha cerca de 4 anos, minha mãe me levou ao trabalho dela, uma escola secundária onde ela lecionava. De manhã, escrevi um lembrete em um adesivo: “Me chute”, e colei nas costas dela. Ela andou com ele o dia todo e todos riram. Ainda me envergonho por ter feito isso... © AminaduJean / Twitter
  • Lembro-me de ter sido levado muitas vezes ao serviço da minha mãe. Era em um armazém perto de um bosque e, enquanto ela trabalhava, eu colhia frutas. © xbebblackx / Twitter
  • Quando eu tinha 7 anos meu pai me levou ao serviço dele. A mulher que trabalhava no escritório em frente flertava tanto com ele que, quando ela foi embora, eu entrei sorrateiramente, destruí tudo e joguei fora as papeladas dela. © llourdess6 / Twitter
  • Quando criança, meu pai me levou conhecer a produção de sorvete na fábrica de laticínios onde ele trabalhava. Imagina a alegria de uma criança ao pegar o sorvete direto da fonte! Também íamos com frequência à piscina da fábrica, onde aprendi a nadar. © kuhlya / Twitter
  • Quando criança, meu pai me levava ao serviço dele, na unidade de terapia intensiva, porque eu não queria ir ao jardim de infância. E lá eu lia contos de fadas para os pacientes, pintava atlas de anatomia, visitava os quartos com as enfermeiras e dizia a todos que eu me tornaria um médico. E todos se divertiam! Passaram-se 18 anos e agora trabalho nessa mesma unidade de terapia intensiva. © laytness / Twitter
  • Minha mãe era diretora de um internato. Lembro-me de ir ao trabalho com ela, quando pequena, e das outras crianças chamando-a de mamãe. E eu mesma parei de chamá-la assim na frente delas, porque percebi que ficavam com ciúmes e paravam de falar comigo. © mixtape__93 / Twitter
  • Meu pai era militar. No fim de ano, lembro-me dele dirigir um caminhão para colher nos campos as batatas plantadas pelos soldados. Uma vez ele me levou com ele na cabine daquele caminhão. Nós dirigimos por estradas de terra, e eu fui pulando no assento como se estivesse em um trampolim. Lembro-me de cair na gargalhada de tanta alegria. Um dos dias mais felizes da minha vida.
  • Minha mãe uma vez me levou com ela ao seu trabalho. Eu tinha provavelmente cerca de 6 anos de idade. Como estava entediada, comecei a desenhar todos que estavam no escritório, inclusive o chefe dela. Desenhei a cabeça calva brilhante dele, com cabelos grossos nas laterais, e acrescentei alguns arbustos. Depois dei a ele de presente. Todos choraram de rir, menos o chefe.
  • Eu tinha 3 anos quando minha mãe me levou ao serviço dela. Ela me sentou à mesa e disse-me para desenhar quietinha e, sobretudo, não incomodar o chefe com perguntas, pois ele era muito bravo. Logo cansei de desenhar e fui feliz pulando até o chefe, dizendo: “E eu sei tudo sobre você! Você é o chefe. Mamãe disse que você é muito bravo!” Ele apenas sorriu e tentou tranquilizar minha mãe, que já estava tentando me arrancar de perto dele. Todos ficaram encantados comigo (exceto minha mãe, é claro) e me pediram para voltar. E sempre que eu voltava, todos me tratavam muito bem.
  • Quando eu era criança, meu pai me levou ao trabalho dele em um sábado. Seu chefe veio e tentou humilhá-lo bem na minha frente, e meu pai respondeu à altura a afronta. Ele foi despedido na segunda-feira. Depois me disse: “Sempre posso encontrar um novo emprego, mas perderia para sempre meu respeito perante você.” © lawrencekingyo / Twitter
  • Quando minha mãe me levou ao trabalho dela em uma concessionária de automóveis, onde mexia com as papeladas, eu corri pelo escritório com grampeadores e suas presilhas de cabelo, e fingi que eles eram pequenos dragões ou crocodilos. © RoaminBison / Twitter
  • Quando criança, às vezes eu ia ao escritório da minha mãe. Havia várias organizações no prédio, entre as quais o tribunal. E quando não tinha ninguém lá, eu ia à sala do tribunal para brincar de nave espacial. Uma vez fingi que as cadeiras eram os assentos do piloto e risquei botões nelas com um prego. O juiz deve ter levado um baita susto quando viu isso!

Seus pais já o levaram ao trabalho quando criança? Conte-nos sua história!

Incrível/Histórias/19 Histórias de filhos que jamais esquecerão de quando foram levados ao trabalho de seus pais
Compartilhar este artigo