Incrível
Incrível

18 Taxistas que se depararam com um “siga aquele carro” e tiveram uma corrida para entrar na história

Alguma vez você já teve oportunidade de colocar em prática alguma daquelas conversas típicas das novelas ou do cinema? Muitas parecem impossíveis de acontecer na vida real, mas nem sempre é assim. Para provar nossa teoria, fomos em busca de relatos de taxistas que já ouviram a frase: “Siga aquele carro!” e contaram como se saíram nessa situação. Ficou curioso? Nós também! Vamos conferir juntos — com direito a uma história bônus na versão de um passageiro!

  • Um senhor entrou correndo no táxi de um colega e disse, quase gritando, para seguir um carro vermelho. Não explicou o motivo, mas parecia querer chamar a atenção do motorista à frente. Ele perguntou várias vezes se devia chamar a polícia, mas o homem apenas disse que não e apontou para seguir o carro. Eles andaram pela cidade até que, finalmente, chegaram a uma casa. Quando o táxi parou, o homem disse: “Espere um momento, eu vou pagar!” e saltou do carro. Uma senhora idosa saiu do carro vermelho e o homem, aparentemente seu marido, começou a gritar: “Por que você me deixou no shopping?” A mulher gesticulou e gritou de volta: “O que você está gritando tanto? Você está aqui!” e entrou na casa como se nada tivesse acontecido. © HZM70S / Reddit
  • Um homem estava aparentemente tentando pegar algo na lixeira, mas na realidade trabalhava no caminhão de lixo. Então, percebeu que o motorista foi embora pensando que ele estava na parte de trás do veículo. Foi quando ele correu para o meu carro, batendo na minha janela e disse: “Siga aquele caminhão”, em uma voz tão alta que todos ao redor conseguiram ouvir, e pulou dentro do carro. Eu tenho certeza que passei em algum sinal vermelho para chegar ao caminhão de lixo. Ele ainda me pagou, então valeu a pena. © ToughDollar / Reddit
  • Eu estava parado em uma esquina quando um colega de trabalho, no mesmo cruzamento, pegou um passageiro. De repente, um homem se aproximou de mim e disse: “Siga aquele táxi, mas mantenha distância”. Esse cara parecia um agente secreto ou, pelo menos, policial: comportamento, corte de cabelo, atitude. Ele tinha um daqueles fones de ouvido, como os agentes do filme Matrix. (Fiquei empolgado, eu nasci para este momento! Li todos os livros e assisti a todos os filmes de espionagem já feitos). A certa altura, um carro para ao lado e outro cara troca de lugar com o passageiro, e continuamos. Depois de cerca de 12 quarteirões, o carro que perseguíamos parou à nossa frente e o homem me disse para encostar. Me pagou R$ 100 por uma corrida de R$ 60, embora eu teria feito isso de graça apenas para viver minha fantasia de infância. Provavelmente, eram apenas policiais locais, mas posso sonhar! © Populistless / Reddit
  • Filho de taxista sempre tem uma história de aventura para contar. Meu pai foi abordado por um passageiro que entrou ofegante no carro, pedindo: “Siga aquele carro”, apontando para outro veículo que acabava de passar ao lado deles. Ele perguntou: “Mas o senhor sabe para onde vamos?” Ele respondeu que era apenas para seguir o outro motorista. Andaram por cerca de 15 minutos quando, finalmente, o veículo à frente parou. O passageiro pagou o meu pai, desceu do táxi e se aproximou do carro que haviam seguido. Quando olhou para dentro do veículo, começou a rir, acenou para o motorista e voltou, pedindo uma nova corrida. O passageiro simplesmente seguiu o carro para espionar uma pessoa, mas, na verdade, não era quem ele pensava.
  • No último final de semana, eu estava trabalhando de Uber e peguei uma senhora idosa que falava outro idioma. Através de alguma linguagem de sinais e coisas traduzidas em seu telefone, ela me pediu para seguir o ônibus à nossa frente, para que ela pudesse pegar a bolsa que esqueceu lá. Nós dirigimos ao longo da rota de ônibus, tentando encontrá-lo. Felizmente, o alcançamos e ela encontrou a sua bolsa. Foi muito emocionante, porque ela estava incrivelmente nervosa e eu me alimentei dessa urgência para resolver a situação. © wulfftl / Reddit
  • Fui taxista por um ano e meio. Muita coisa inusitada aconteceu, mas nada perto disto. Um grupo de sete caras me pediu para dirigir pela cidade e para diferentes hotéis. A história era: foi a despedida de solteiro de um amigo deles. O único problema é que eles perderam o noivo em algum lugar no processo e estavam refazendo o caminho para encontrá-lo. Foi a hora mais engraçada da minha vida! © Alexje338 / Reddit
  • Meu pai é taxista. Um dia, um mototáxi parou bem em frente ao carro dele, no ponto reservado para outro colega de trabalho. Ele viu que um senhor se aproximou e conversou com o motociclista, que gesticulou um pouco e arrancou com a moto. Então, o mesmo senhor entrou no táxi do meu pai e disse: “Siga o mototáxi!” Perguntado para onde iriam, ele apenas respondeu que era só seguir o rapaz. Pois bem, a moto os levou a um bairro novo da cidade, onde esse senhor foi visitar um amigo que tinha acabado de se mudar. Mas a surpresa mesmo foi que o mototaxista era o tal amigo. Ele disse que ficou com medo de não saber explicar o trajeto para o meu pai e que tinha muito mais medo de andar na garupa de uma moto.
  • Uma noite, eu peguei quatro amigos que estavam em uma despedida de solteiro. Um deles havia deixado o telefone em um táxi e estava rastreando o aparelho pelo telefone de outro amigo. Rodamos 45 minutos por toda a cidade, abordando táxis que poderiam estar com o telefone, enquanto quatro homens adultos saltavam do meu carro no meio do trânsito e cercavam os motoristas desavisados ​​para perguntar sobre o aparelho perdido. Finalmente, encontramos o telefone. O taxímetro marcava R$ 60, mas eles me deram R$ 120. Não é a história mais emocionante, mas definitivamente é a mais divertida que já tive. © _taxi_driver_ / Reddit
  • Eu dirigi um táxi por alguns meses em uma cidade próxima ao mar. Era uma tarde tranquila e eu só tinha feito duas viagens nos últimos 90 minutos. Enquanto estava estacionado no ponto de táxi lendo, uma das portas traseiras se abre, uma mochila é jogada no banco e um cara mergulha de cabeça no carro, gritando: “Siga até a balsa o mais rápido que puder”. Eu sabia que tínhamos tempo, pois a balsa não sairia até os próximos 20 minutos, mas o cara estava com muita pressa. No fim, me jogou cerca de R$ 100 e não esperou pelo troco. © Early_Government198 / Reddit
  • Uma mulher entrou no táxi e pediu para seguir o carro da frente. Seguimos até uma casa, a senhora me disse para esperar e saiu para “flagrar” o marido — ele estava indo para a casa de sua segunda família. O homem ficou completamente surpreso e culpado. Ela apenas olhou para ele, voltou para o táxi e me disse para dirigir. Então, me contou o que estava acontecendo e eu nem tive coragem de cobrar pela corrida. © jatora / Reddit
  • Fui chamado para uma casa um pouco distante do centro da cidade. Quando os passageiros saíram, me disseram para dirigir até a estrada e esperar até vermos um carro azul-bebê. Achei o pedido estranho, mas fiz isso. Depois de uns 10 minutos, vimos o tal carro e ele gritou: “Siga aquele carro!” Então, eu comecei a dirigir até que o carro da frente parou e o cliente me disse para encostar também. O condutor era seu irmão, que ele não via há mais de quatro anos. Conversamos por um bom tempo, eles explicaram a história e, então, o cliente entrou no carro do irmão e eles foram visitar os pais. © lemonicedbaby / Reddit
  • Uma noite, dois caras pularam no táxi e gritaram “siga aquele carro”. Era outro táxi que eu conhecia o motorista e, então, obedeci. Acontece que um de seus companheiros saiu da festa em que estavam. Eles só viram o cara saindo do clube e pensaram que ele estava indo para outra festa melhor, sem eles. Na verdade, ele estava indo para o hotel, pois queria dormir. ©dyxless / Reddit
  • Aconteceu mais de uma vez. Em uma delas, o cara entrou no meu táxi me pedindo para seguir um carro particular que ia à frente, sem explicar o motivo. Não tive um bom pressentimento e não gostei do jeito dele. Então, eu intencionalmente perdi o alvo. Ele não me deu gorjeta, mas não tem problema, eu fiquei feliz por apenas não ter prosseguido. © Soddington / Reddit
  • Estou dirigindo táxi há cerca de um ano, geralmente no turno das 18h às 3h. A central da empresa me passou um rádio e fui chamado para uma corrida. Quando cheguei ao destino, um carro do outro lado da rua saiu acelerando. Então, um homem enorme veio correndo de casa como um touro e pulou no meu táxi, dizendo: “Siga aquele carro!” Acelerei muito e alcancei o carro, seguindo ele até que entrou na rodovia. Nesse momento, o veículo da frente ligou uma sirene de emergência e pisou fundo. O homem no banco de trás explicou: “Minha esposa está em trabalho de parto e meu sogro está dirigindo”. Me disse que eu devia alcançá-los e ele me pagaria cerca de R$ 1.000. Então, eu pisei fundo. Quando olho no retrovisor, vi quatro carros de polícia me alcançando rapidamente. Fiquei assustado e pensei em desacelerar, quando soube que o sogro dele era o chefe de polícia da cidade e chamou uma escolta. Chegamos gritando até o pronto-socorro, duas enfermeiras já esperavam do lado de fora. Ele me agradeceu, entregou o dinheiro e saltou do carro. © The****sfoot94 / Reddit
  • O passageiro apenas pediu para seguir o carro da frente e eu segui. Paramos em uma casa meio afastada do centro da cidade. O cara simplesmente me pagou e entrou na casa. Aí, soube que seguíamos a própria família dele. Eles apenas não tinham espaço para ele no carro. © SeaBus0 / Reddit
  • Uma vez, enquanto eu dirigia um táxi, o cara entrou no veículo e disse: “Siga aquele carro”, com um forte sotaque estrangeiro. Logo depois, continuou: “Aposto que você sempre quis ouvir isso!” Para encurtar a história, era apenas para seguir o táxi da frente para o mesmo local, estavam todos indo para a mesma festa. Não é tão agitado quanto eu imaginava, mas foi o que aconteceu. © Odins / Reddit
  • Eu estava trabalhando como taxista e cerca de 20 segundos depois que o táxi da frente saiu, dois caras entraram e me disseram: “Siga aquele táxi”. O passageiro que estava no carro tinha esquecido a carteira com ele — e ia viajar para fora do país naquela manhã. Por alguns minutos, pensei o quão perto estávamos e sabia que não seria uma grande corrida, mas minha boa natureza levou a ajudar. Peguei meu telefone e liguei para meu colega que dirigia o outro táxi, pedindo para ele parar. Eles ainda me deram R$ 25 de gorjeta, o que foi bem legal da parte deles. © Soddington / Reddit
  • Meu pai trabalhou como motorista de táxi por um curto período. Uma vez, ele deu a corrida de graça a um homem porque a primeira coisa que ele disse ao entrar no táxi foi: “Siga aquele carro!” Meu pai sempre quis que alguém dissesse isso a ele e ficou muito feliz. © raleighstark / Reddit

Bônus: “Fui eu quem disse a frase!”

  • Estava no ônibus indo para o trabalho. Chegou o meu ponto, dei sinal e desci. Já na calçada, como sempre faço, passei as mãos nos bolsos da calça para me certificar de que estava tudo ali e senti um “vazio” no bolso traseiro, onde minha carteira deveria estar. Imaginei: “A carteira caiu no ônibus!” Só podia ter sido isso. Tentei alcançar o “busão”, mas ele já tinha partido. Nem pensei duas vezes e dei sinal para o táxi que passava na avenida naquele momento. Falei: “Siga aquele ônibus!” Já em movimento, me dei conta de que eu estava sem dinheiro, uma vez que tinha perdido a carteira. Mesmo que a gente alcançasse o ônibus, se eu não encontrasse a carteira, não teria como pagar a corrida. Por sorte, o taxista compreendeu a situação e foi gente boa. Alcançamos o ônibus em um ponto de parada. Desci do táxi, corri e expliquei ao motorista, que me deixou entrar. Voltei ao banco em que estava sentado, mas não achei nada. Andei de um lado para o outro, olhando embaixo dos assentos e perguntando aos passageiros. Até que notei um rapaz calado, tentando disfarçar. Fui até ele e perguntei novamente. Ele disse que não tinha encontrado nada. Foi quando vi minha carteira presa no vão entre o banco e a “parede” do ônibus. Falei: “É essa!” Ainda estava tudo lá dentro, dinheiro, cartões e documentos. Agradeci ao motorista, desci do ônibus, voltei ao táxi e paguei a corrida (com uma gorjeta pela “aventura”).

Essa parece ser mais uma das provas de que a arte imita a vida, não é mesmo? Você já presenciou uma situação assim, que parecia improvável de acontecer? Conte para nós aqui nos comentários.

Imagem de capa HZM70S / Reddit
Incrível/Curiosidades/18 Taxistas que se depararam com um “siga aquele carro” e tiveram uma corrida para entrar na história
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos