Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

16 Relatos inusitados sobre situações embaraçosas no ambiente de trabalho

4-2-
12k

Em média, uma pessoa passa 90 mil horas da vida no trabalho, e isso equivale a mais de 10 anos. Assim, não é surpresa que durante esse tempo aconteçam as mais diversas e inusitadas situações, como perder os documentos da empresa, ser pego pelo chefe mentindo ou até enviar e-mail com vírus para todos os colegas. Situações embaraçosas no ambiente de trabalho são o tema deste post.

Incrível.club reuniu 16 relatos de internautas bem-humorados sobre situações embaraçosas e divertidas que aconteceram no ambiente de trabalho e está pronto para compartilhar com você. Confira!

  • Uma vez fingi para o meu chefe que estava doente para poder faltar ao trabalho e ir a uma entrevista de emprego em outra empresa. No entanto, ao chegar lá, descobri que ele havia feito a mesma coisa — o encontrei bem na sala de espera. E sim, nenhum de nós conseguiu a vaga. © mgtd76 / Twitter

  • Toda manhã, ao chegar no trabalho, um antigo colega colocava um salgado na geladeira da copa do escritório. Em seguida, uma funcionária que chegava um pouco mais tarde também se dirigia ao refrigerador para guardar o dela. Dessa forma, todo dia quando ela abria a geladeira pela manhã e na hora de seu almoço, acabava vendo o outro salgado lá, mas em vez de pensar que era um fresco, imaginava que fosse sempre o mesmo. Duas semanas depois a mulher decidiu que o lanche já estava velho e o jogou fora para que ninguém acabasse comendo e passando mal. Me falaram que a cara do dono do salgado foi impagável quando descobriu que tinham jogado seu lanche no lixo. © friel / Pikabu
  • Muitos anos atrás, quando trabalhava em um banco, imprimi uns e-mails onde flertava com o cara com quem estava saindo na época. Mas, acidentalmente, acabei colocando-os junto com os relatórios de empréstimos e os arquivando em seguida. Mais tarde naquele dia não consegui encontrá-los em lugar nenhum, até que percebi o que havia feito. Pelo que sei, eles ainda estão lá arquivados. © RMCunliffe / Twitter

  • Uma vez fui a uma reunião com o vice-presidente do Google e estava usando um laço muito longo nos cadarços dos sapatos. No final da reunião, quando tentei sair, percebi que um deles estava inacreditavelmente emaranhado na cadeira. Na hora comecei a pensar no que fazer: sair levando a cadeira comigo, largar o meu sapato lá ou morder minha perna até me libertar. © danbri / Twitter

  • Quando trabalhava em uma rede de fast food, um colega (que também era meu amigo), acidentalmente colocou maionese em vez da mistura para milk shake na máquina que prepara a bebida. Não dissemos nada a ninguém, e só tivemos uma ou duas reclamações de clientes. Aparentemente, todos os outros amaram beber maionese de chocolate. © bracestower / Twitter

  • Tudo aconteceu nos anos 80, quando eu trabalhava como operador de computador em uma grande empresa. Um dia, acabei percebendo um casaco horrendo pendurado no porta-chapéus do escritório, e passei a notá-lo ali todo dia durante alguns meses. Nunca vi ninguém usá-lo ou levá-lo para casa. No fim, não aguentei mais ter de ver aquela coisa horrenda todo dia e decidi levá-la comigo para casa e jogar fora. Depois descobri que o casaco era do meu chefe. © johnszim / Twitter

  • Muitos anos atrás, tive a oportunidade de trabalhar como tradutor sênior em uma empresa grande, na qual trabalhavam muitos especialistas estrangeiros. Um dia, os melhores tradutores da minha equipe e eu tivemos de traduzir uma reunião muito importante, e os participantes eram acionistas, diretores locais e chefes de empresas europeias que planejavam instalar novos equipamentos em suas companhias. Tudo estava indo bem até que começaram a falar sobre instrumentos para remoção da vesícula biliar (a empresa trabalha com processamento de carne). Houve então uma pausa embaraçosa, o diretor estava olhando para mim e eu olhando para os outros tradutores, e todo mundo percebeu o que estava escrito nos meus olhos — “Erro 404”. Ninguém sabia o correspondente em inglês para “vesícula biliar”. Naquele momento fiquei extremamente envergonhado, e o diretor estava quase me incinerando com os olhos. A situação foi salva por um dos parceiros dinamarqueses que viu nossa confusão e falou: “Ah! É sobre aquela coisa amarela?”, e nosso diretor constrangido respondeu: “Sim” — continuando a reunião. Eis como especialistas formados em tradução ficaram ouvindo “coisa amarela” incapazes de fazer nada em uma reunião onde se estavam sendo discutidas questões importantes e contratos milionários. Alguns dias depois, o diretor fez pessoalmente um teste com toda a equipe de tradução para averiguar o nosso conhecimento de termos de anatomia. © MissLoyality / Pikabu

  • Uma vez esqueci no metrô uma pasta cheia de documentos envolvendo um processo multimilionário. No fim, ela acabou sendo encontrada por um morador de rua, que a vendeu para o advogado rival por uma boa quantia. Felizmente, não havia nenhum documento secreto lá ou nada que não fosse de registro público. Mas ainda assim fui demitido. © Shady_Milkman / Reddit

  • Conheço um cara que mora no meu prédio há muito tempo. Ele tem por volta dos 40 anos. Quando era criança acabou ficando doente, e depois nunca mais andou muito bem da cabeça, mas é uma pessoa muito boa e animada, assim como sua namorada. Tenho uma boa relação com eles. Um dia, quando eu estava em uma reunião na empresa, esses dois me viram através do vidro da sala de reuniões e vieram correndo para me falar: “Vamos! Estão dando almoço grátis no refeitório da empresa”. Houve uma pausa. E então o diretor, que estava em reunião comigo, me fuzilou com os olhos dizendo: “Não pretendo atrasá-la por muito tempo”. © “Подслушано” / Vk
  • Trabalhava como professora de jardim de infância. Um dia, escutei uma aluna chegando atrasada junto com seu pai. Eu os repreendi imediatamente: “Não se deve atrasar, e por causa disso sua filha não vai poder tomar café da manhã de novo”. E enquanto encarava o pai, percebi que ele mal conseguia se segurar para não rir. Fiquei ainda mais irritada. Ele então sorriu e disse: “Você está linda hoje!”, e saiu. Quando olhei para baixo: minha saia havia subido quase até a minha cintura e a barra estava mostrando mais do que deveria. © “Подслушано” / Vk
  • Em 2001, bem no início da minha carreira, consegui uma entrevista com o renomado ator Brian Cox para falar sobre seu novo filme. Marcamos de nos encontrar do lado de fora de uma livraria. Na hora combinada, havia muita gente passando ao redor, mas eu não conseguia encontrá-lo. Depois de um bom tempo esperando, havia restado apenas eu e um cara baixinho. E ambos ficávamos olhando constantemente para o relógio. No fim, cansei de esperar e decidi ir embora. Depois de ter dado 5 passos, entendi tudo. Olhei para o cara e sussurrei espantado: “Brian?” E ele respondeu: “Sim!”. Nem preciso dizer que nossa entrevista foi um pouco tensa. © AliCatterall / Twitter

  • Uma vez, depois de ter recebido um e-mail com vírus, decidi alertar meus colegas de trabalho sobre esse perigo encaminhando a mensagem criminosa para todos para que soubessem identificá-la caso a recebessem também. Só que, no fim, acabei esquecendo de excluir o arquivo em anexo infectado com o vírus. © Entropy72 / Twitter

  • Costumava chegar do trabalho e imediatamente já tirar a roupa para ir tomar banho. Uma vez, pela manhã, estava muito atrasada para ir para o trabalho, e acabei decidindo usar a mesma calça do dia anterior. Porém, para minha infelicidade, minha calcinha tinha ficado presa dentro da calça e decidiu cair no chão bem no meio do escritório. Ela ficou lá por dias, ninguém quis pegá-la. E eu, claro, tinha medo de tentar tirá-la de lá e todo mundo descobrir que era minha. © StellaPurrCam / Twitter

Você já vivenciou alguma situação engraçada ou embaraçosa no trabalho? Compartilhe seus relatos com a gente na seção de comentários.

4-2-
12k