Incrível

16 Provas de que o mundo está cheio de altruísmo (nós apenas precisamos parar para notar)

Em alguns momentos achamos que tudo está saindo do controle e que o mundo inteiro parece estar contra nós. Às vezes o noticiário só mostra notícias ruins pelo mundo e parece que a crueldade e as pessoas indiferentes são as únicas coisas que vemos à nossa volta. E cada vez que começamos a perder a fé nas boas ações, algo acontece para não esquecermos que elas ainda existem. Isso pode vir de um pedestre comum, que decidiu devolver uma carteira caída, de um vizinho que resolveu abrigar um gatinho de rua ou apenas de um sorriso de uma pessoa próxima que quis demonstrar nada mais que amor.

Nós, do Incrível.club, acreditamos que o mundo será salvo não pela beleza, mas pela gentileza. E temos uma confirmação disso: as histórias abaixo de pessoas que acreditam e sabem que existe muita bondade pelo mundo. Acompanhe!

  • Quando eu e minha esposa compramos um apartamento em um prédio recém-construído, passei a dormir 4 horas por dia. Corria de um lado para o outro, atrás de materiais para a obra e organizando documentos. Eu estava no piloto automático. Em uma manhã, peguei o contrato do apartamento e... deixei no banco do ônibus. Quando me dei conta da perda, tentei procurar os documentos, mas não tive sucesso. Dei-me por vencido. O apartamento ficava em uma área nova e afastada, não tinha nem asfalto e pouco transporte púbico. Não tinha elevador no prédio e o apartamento ficava no nono andar. Quando cheguei no prédio e subi as escadas, encontrei a pasta de documentos que havia perdido na entrada da porta, mas ela estava vazia. Quando abri a porta do apartamento, os documentos estavam no chão. Respirei aliviado. Alguém deve ter passado os documentos pela brecha da porta para que ninguém roubasse. Só de pensar que alguém teve o trabalho de fazer todo esse percurso para chegar até lá e subir os andares para deixar meus documentos me faz ter fé novamente nas pessoas. © Kinvrig / Pikabu
  • Um dia, quando tinha 8 anos, ninguém foi me buscar na escola e eu precisei voltar para casa sozinha. Começou a chover e eu não estava preparada para chuva. A chuva ficou muito forte e eu ainda estava no meio do caminho. Um caminhão, então, parou na estrada ao meu lado, uma mulher saiu e me ofereceu uma carona até minha casa. Meus pais me ensinaram a não aceitar nada de estranhos, muito menos entrar no carro de um, então recusei. A mulher, então, tirou um guarda-chuva do carro e me entregou: “Fique com isto para não ficar molhada, querida”. E foi embora. Eu fui para casa com aquele guarda-chuva, sorrindo e cantando. Passaram-se longos 7 anos, mas eu ainda tenho esse guarda-chuva em casa. © LifeAndDeath69 / reddit
  • Minha mãe foi atropelada por um carro e ficou incapacitada. Um dia eu e ela assistíamos a um programa de televisão, que mostrava uma instituição de proteção aos tigres. Ela disse: “Nossa, meu sonho de vida seria fazer carinho em um tigre”. Nessa hora, me veio a ideia na cabeça: “talvez eu consiga fazer esse sonho virar realidade”. Encontrei o telefone de um representante do zoológico da cidade, conversei com o rapaz e, depois de 5 minutos, ele retornou a ligação: “Venham amanhã ao zoológico que vamos ajudar a realizar o sonho da sua mãe!” Os olhos dela encheram de lágrimas. Aquele foi um dia mágico que lembramos com muito amor. Essa história mudou a minha visão completamente do mundo e de que as pessoas são capazes de fazer bondades gratuitas, e de que milagres realmente acontecem. © ortustella / Pikabu
  • Um homem começou a aparecer perto da entrada do meu prédio, bem vestido e limpo, mas era evidente que vivia na rua. Ninguém o expulsou dali, pois ele não estava causando problemas para nenhum dos moradores e, às vezes, até ajudava com coisas pequenas. Certo dia acabamos conversando um pouco. Ele se chamava Nicolas e tinha perdido a casa e seus documentos. Eu encontrei um celular velho que tinha em casa e dei a ele. Além disso, o ajudei a recuperar seus documentos. Mas depois disso, Nicolas sumiu. Recentemente, no entanto, eu o encontrei novamente, pois ele tinha salvado meu número. Sentamos para conversar no pequeno apartamento que ele estava alugando. Nicolas está trabalhando como profissional de soldagem, ganhando um bom salário e com boa saúde. É uma sensação incrível saber que ofereci ajuda a uma pessoa e ela não desperdiçou a oportunidade. Isso é apenas o começo de uma grande amizade. © zloybublik / Pikabu

  • Eu me perdi quando tinha 3 anos. Uma garota me levou até a polícia. Enquanto esperávamos meus pais chegarem na delegacia, essa moça começou a conversar com um policial e, talvez pelo destino, eles se apaixonaram e se casaram pouco tempo depois. Eu sei disso porque meu namorado, 4 anos mais novo que eu, me levou para conhecer seus pais recentemente. Foi então que eu descobri que fui a responsável por apresentar os pais do meu namorado. © Подслушано / vk

  • Eu trabalhava para uma empresa de transportes. Um dia, estávamos trabalhando em uma mudança de uma mãe solo e seu filho de 4 anos. Sempre fazemos uma avaliação dos itens que serão colocados no caminhão para desvincular nossa responsabilidade após a mudança, caso seja notado algum dano em algum móvel, por exemplo. Quando chegamos no local, a mulher começou a reclamar dizendo que tínhamos danificado alguns dos móveis, e perdemos muito tempo nessa discussão. Como o trabalho é pago por hora, ela ficou ainda mais frustrada por ter que pagar a mais por conta da espera. Depois de entrarmos em um acordo, enquanto arrumávamos tudo para ir embora, o filho dela veio correndo até mim e disse: “Eu acho que vocês fizeram um bom trabalho, mas minha mãe não acha. Leve esta moeda que eu achei no meu quarto novo”. Depois abraçou a minha perna e saiu correndo. Aquele momento fez o meu dia muito feliz. © RedHaze54 / reddit

  • Ela costurou todas essas tocas e levou para um abrigo local. Maravilhosa!

  • Minha esposa estava separando roupas velhas que não cabiam mais nas crianças. Normalmente jogamos as roupas no lixo, pois alguém sempre pega aquilo que precisa. Mas, dessa vez, ela as organizava em um saco grande. Eu perguntei o que ela estava planejando fazer com as roupas, e me respondeu: “Lembra dos operários que trabalham na fábrica onde eu trabalho? Um deles mora sozinho com a filha de 4 anos, pois a mãe dela morreu. A menina é uma graça, sempre sorridente e alegre. Resolvi doar algumas roupas para ela”. No dia seguinte, fomos à fábrica e notei que a menina estava brincando jogando pedras em um cachorro. Chamei-a e disse para não irritar o animal, mas sim cuidar dele. Quando fui embora, minha esposa ligou mais tarde dizendo: “Eu levei as roupas e alguns brinquedos para ela, você tinha que ver a felicidade no rosto daquela menina, de orelha a orelha. Ela tomou banho e vestiu as roupas, ficou linda. O pai ficou com lágrimas nos olhos. Ela ainda se aproximou de mim e sussurrou: ‘Prometo que não vou mais jogar pedras no cachorrinho. Muito obrigada, tia’”. A sensação de fazer o bem assim para alguém é indescritível. © cma4000 / Pikabu

  • Quando cheguei em casa, escutei um miado na entrada do prédio, mas ignorei e subi para o meu apartamento. No dia seguinte, quando saía para o trabalho, escutei o miado novamente e encontrei um gatinho com as patas congeladas na neve, sem poder se mover. Consegui tirá-lo dali com água quente e agora ele está comigo em casa. O gatinho ainda não consegue andar, mas está se alimentando bem e estamos fazendo um tratamento para ele se recuperar. © Подслушано / vk
  • Minha filha trabalhava em um hotel na Turquia. Certa vez ela recebeu um casal de hóspedes com um filho pequeno. A criança andava sempre com seu brinquedo favorito: uma coruja de pelúcia. Ele a carregava para todo lado. As férias acabaram e os hóspedes foram embora, mas esqueceram a coruja no quarto do hotel. Pouco tempo depois, eles ligaram e pediram para enviá-la pelo correio, pois a criança não conseguia dormir nem comer sem ela. Minha filha inventou uma história para a criança, dizendo que a coruja queria descansar um pouco mais no hotel, mas daqui a pouco voltaria para casa e, enquanto isso, mandaria fotos. Minha filha, então, tirou várias fotos da corujinha e as enviou todos os dias para a criança enquanto o pacote estava no trajeto. © akrilik78 / Pikabu
  • Meu pai havia falecido, meu namorado tinha me largado e eu tinha sido expulsa da universidade. Minha vida se transformou em um verdadeiro pesadelo. Eu entrei no carro e comecei a dirigir sem olhar para trás. Parei o carro às 3 da madrugada e estava muito longe de casa. Entrei em um café 24 horas, sentei em uma mesa e não havia ninguém por perto. De repente, um rapaz entrou no estabelecimento e se sentou ao meu lado, embora houvesse muitos lugares vazios. Começamos a conversar e eu acabei contando tudo o que tinha acontecido. Ele disse que eu não podia fugir dos meus problemas e que devia voltar e lutar pela minha vida. Nós nos abraçamos e eu comecei a chorar. Passaram-se 8 anos. Eu terminei a pós-graduação, amo meu trabalho e hoje tenho uma visão muito diferente da vida. Eu devo parte desse sucesso àquele estranho que sentou ao meu lado no café naquela noite. Obrigada! © bondsman333 / reddit

  • Eu tinha 17 anos e minha formatura seria em duas semanas. Meus pais tinham dinheiro apenas para comprar um vestidinho simples. Resolvemos passear somente para ver as roupas. Entramos em uma loja e encontrei um vestido lindo, mas com o zíper quebrado. Eu resolvi experimentar, e todos os funcionários acharam que tinha ficado muito bonito em mim e resolveram... me dar de presente. Foi como um milagre! Até hoje não posso acreditar. Mais parecia um conto de fadas, no qual eu era a Cinderela. © Подслушано / vk

  • O nome deste homem é Slava. Ele trabalha há 15 anos como motorista, fazendo o mesmo percurso da nossa vila até a cidade. Ao longo dos anos, ele já ajudou centenas de pessoas. Nós nos conhecemos muitos anos atrás. Na época, meu marido era deficiente de primeiro grau e precisávamos ir ao hospital com frequência para continuar com o tratamento. Slava nos buscava perto de casa, levava todos até o ponto final na cidade e depois nos levava diretamente até o hospital. E ainda ajudava meu marido a entrar. Quando saíamos às 12:00, ele estava sempre nos esperando na porta para depois buscar os outros passageiros e seguir de volta para nossa vila. Hoje, eu o encontrei no ônibus depois de um bom tempo e comentei que sempre fui muito grata pelas vezes que havia nos ajudado. Ele, então, disse que não se lembrava. Para Slava aquilo não era nada de especial, ele prestava ajuda sempre que podia. © mamakerova / Pikabu

“Apenas ajudou e esqueceu. Motorista de ônibus Slava”

  • Por volta dos meus 10 anos, tínhamos um vizinho do quarto andar que eu não gostava muito; apesar de ele nunca ter feito nada de ruim para mim, mas, por alguma razão, eu tinha uma birra com ele. Tudo nele me incomodava, principalmente aquele bigode. Sempre que o via, pensava: “se um dia eu gravar um filme, esse homem vai fazer o papel de algum mendigo bêbado”. Mas, então, tudo mudou quando eu o vi passeando com um cachorro. Era um cachorro normal, mas que mancava por ter alguma deformação na pata da frente. Eu fiquei emocionado ao ver o cuidado que ele tinha com o cão, como conversava com o animal e mostrava respeito. Depois, então, descobri que ele tinha achado aquele cachorro na rua, todo sujo e doente, e passou a cuidar dele, levou ao veterinário, alimentou e agora o animal estava muito melhor. Pensei que uma pessoa assim não poderia ser ruim. Desde então, eu tenho certeza que se eu um dia gravar um filme, ele fará o papel principal, do herói. © Sibirskix / Pikabu
  • Isto aconteceu na minha época de estudante. Eu entrei em um mercado para comprar comida. No caixa, no entanto, a funcionária me disse que eu não tinha dinheiro no cartão, e, por isso, precisei deixar as compras ali mesmo. Saí do mercado e fiquei pensando o que fazer ou para quem pedir emprestado. De repente, a mesma funcionária me chamou e disse que o filho dela também era estudante e que ela entendia que tais situações podiam acontecer. Ela, então, me abraçou e colocou um pouco de dinheiro no meu bolso. Eu fiquei em choque, não sabia o que dizer. Foi a primeira vez que eu comi bem na semana. Aquela mulher mudou a forma como eu vejo as pessoas hoje em dia. Espero que a vida recompense pessoas assim. © Ageati / reddit
  • Quando meu marido e eu éramos ainda um jovem casal, nós éramos muito pobres. Em uma noite de dezembro, alguém deixou uma caixa na entrada da nossa casa cheia de presentes, brinquedos para nosso bebê, cartões de descontos e um pouco de dinheiro. Nós choramos juntos naquela noite. © otherm0ther / reddit

Já passou por alguma situação em que algum desconhecido fez algo por você sem querer nada em troca? Ou talvez você já tenha feito o bem dessa forma para alguém? Comente!