Incrível
Incrível

15+ Fatos sobre Babu Santana, que teve a carreira reerguida graças ao BBB 20

Muitas pessoas, ainda que talentosas, passam por fases na vida em que precisam enfrentar desafios muito difíceis. Nessas horas, é preciso agarrar qualquer oportunidade de por à prova suas competências para tentar superar os obstáculos e se reerguer.

Bom, pelo menos foi isso o que o “paizão” Babu Santana fez, ao aceitar o convite para participar da 20ª edição do Big Brother Brasil. Mesmo com um passado de sucessos e premiações, o ator passava por uma época de dificuldades, mas conseguiu retomar o controle da sua vida.

Inspirados pela sua persistência, nós do Incrível.club relembramos o auge da carreira do Babu Santana, falamos sobre as suas dificuldades e comemoramos a sua retomada.

Desde novinho, no Rio de Janeiro, Babu Santana já se mostrava forte e batalhador

Alexandre da Silva Santana, que hoje conhecemos como Babu, nasceu e cresceu no Morro do Vidigal, na cidade do Rio de Janeiro. Trabalhou desde cedo em uma barraca na praia e também como faxineiro e até para uma escola de samba. O apelido veio na adolescência, por ele ser meio nervoso. Anos mais tarde, o ator ressignificou esse apelido para torná-lo seu nome artístico. Seu pai trabalhava no Teatro Fênix, que a Globo usava para gravar algumas produções, e o Babu às vezes participava no auditório.

Aliás, o Babu contou no programa Encontro com Fátima Bernardes que o apelido era uma forma de chacota dos alunos da escola em que estudava. Seus tios o aconselhavam a não aceitar aquilo, então ele resolveu adotar esse nome como retaliação. Babu descobriu que o seu pai também era chamado assim, porém em referência à série Jeannie é um Gênio. Foi assim que seu apelido se tornou o seu nome artístico.

Uma pessoa que cresceu em contato com o mundo artístico, só podia ser artista

Essas idas aos programas da Globo no trabalho do pai marcaram a vida do Babu. Ele assistiu ao vivo programas do Chacrinha, da Xuxa e dos Trapalhões. Além disso, seus tios incentivavam o garoto a consumir cultura. Esses fatores despertaram o seu interesse na carreira artística e ele começou a fazer parte de um grupo de teatro quando tinha uns 18 anos, em 1997. Orgulhoso, Papai Babu apoiava a carreira do filho, parando artistas nos corredores para pedir uma oportunidade de participação.

Perseguir o objetivo de ser ator não foi fácil para o Babu. Certa vez, pediu dispensa no seu trabalho numa livraria e explicou à sua chefe que participaria de um teste de ator. O teste era para o Nós No Morro, um projeto social do Morro do Vidigal que forma atores. Sua chefe ironizou dizendo que uma pessoa com a sua aparência nunca seria ator. Não foi fácil ouvir aquelas palavras, mas ele estava decidido a provar o contrário.

Cidade de Deus foi apenas a primeira prova do talento de Babu, que logo seria um ator premiado

O esforço valeu a pena: Babu passou no teste do Nós No Morro e pouco depois conseguiu seus primeiros papéis. Primeiro com uma participação na novela Malhação em 2001 e em um curta-metragem chamado Um Jeito Brasileiro de Ser Português, no mesmo ano. Em 2002 estreou no cinema com três filmes, sendo um deles o grande sucesso Cidade de Deus. Com mais de 3 milhões de espectadores e quatro indicações ao Oscar, o filme é considerado um marco no cinema brasileiro.

Babu então começou a participar de várias produções, incluindo séries de TV e novelas, além de curta-metragens e filmes. Não demorou para o reconhecimento surgir. Em 2007, pelo seu papel como Bujiú no filme Estômago, conquistou três prêmios de Melhor Ator Coadjuvante. Claro que, depois desses prêmios, mais participações na TV surgiram, e mais papéis no cinema. Um deles foi no filme O Meu Nome Não é Johnny, protagonizado por Selton Mello e Cléo Pires.

Babu foi reconhecido e premiado como o melhor ator do ano em 2015, ao lado de outro grande profissional

Todos os papéis que Babu conseguia no cinema eram muito estereotipados, mas o ator não se acomodou. Ao contrário, em sua atuação buscava dar profundidade ao personagem, dando a ele mais humanidade. Dessa forma, foi capaz de quebrar o estereótipo que lhe deram, de sempre interpretar papéis semelhantes. Até que em 2014 ele conseguiu o seu primeiro papel principal, e bem diferente do que costumavam dar a ele. O filme era Tim Maia, e Babu viveu o cantor na sua fase adulta.

Interpretar Tim Maia pode ter sido um dos pontos altos de sua carreira, já que logrou o reconhecimento e elogios da crítica e do público. Tanto que o artista conquistou dois prêmios como Melhor Ator nesse ano: um no Festival de Cinema do SESC e outro no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro — conhecido como Prêmio Grande Otelo — sendo que este último também foi entregue a Tony Ramos. Babu estava tão em alta que, no mesmo ano, foi indicado como Melhor Ator Coadjuvante pelo filme Júlio Sumiu.

Quem conhece o Babu de perto, afirma que ele é um homem muito sensível e carinhoso

Em entrevista ao Gshow, Tatiane Melo, namorada do Babu na época, fez algumas revelações sobre a personalidade do artista. Segundo ela, ele é emotivo, carinhoso, expressivo e chora com facilidade. Além disso, é muito apegado aos filhos, Laura, Carlinhos e Piná. Tatiane ainda afirmou que ele é um paizão, amigão e namoradão, que defende os amigos e divide o que tem com todos. “Uma pessoa com coração muito grande”.

O amigo e ex-cunhado Jefferson Machado confirma as afirmações da Tatiane contando uma história inspiradora. O Jefferson tinha apenas 14 anos quando Babu começou a namorar a sua irmã. Desde então, o artista foi como um pai para ele. Inclusive quando o Jefferson precisou de um lugar para morar e Babu o recebeu de braços abertos. Hoje, mesmo com o término do namoro, Jefferson afirma: “Ele é um grande amigo, um bom pai, carinhoso e chorão (...) é assim que eu o considero: um pai”

O sucesso por Tim Maia não foi suficiente para garantir a tranquilidade financeira de Babu

Mesmo com tantas premiações e reconhecimentos, a vida continuava difícil para Babu. Ele até foi escalado para protagonizar outra cinebiografia, a do lutador Maguila, e começou a se preparar para o papel. Para ficar com o físico mais parecido com o do lutador, perdeu peso e começou a treinar boxe. Porém, por falta de recursos, o filme Welcome Maguila acabou sendo cancelado. O ator, então, voltou a procurar outros trabalhos.

Não deveria ser difícil, já que, a essa altura, ele já tinha dezenas de novelas e filmes no currículo, sem falar nas diversas premiações. Mas a verdade é que o ator só era escalado para participações pontuais em novelas e minisséries. Nessa época, ele morava a dez quilômetros do Vidigal, na Ilha de Gigoia, com a namorada, os filhos e mais um amigo que ajudava a pagar o aluguel e as despesas. Os cachês pelas pequenas participações não eram suficientes.

Em 2020 Babu recebeu uma ligação que se tornou uma oportunidade para sua carreira

Nessa situação complicada, aos 40 anos e com dívidas contraídas nos últimos anos, Babu recebeu a ligação que poderia mudar a sua vida novamente. Era a produção do BBB 20, que tinha uma novidade: pela primeira vez haveria participantes anônimos e famosos competindo pelo prêmio. Vislumbrando a oportunidade de alavancar sua carreira, Babu aceitou o convite e entrou para o programa. Lá dentro, por sua forma carinhosa de lidar com os concorrentes, ganhou o apelido de Paizão.

No segundo paredão do programa, com Petrix, Pyong, e Babu Santana, o ator decidiu fazer um apelo aos espectadores e se abriu sobre a sua situação do lado de fora. Numa confissão emocionada, com mais de 40 filmes em seus 15 anos de carreira, Babu expôs a situação dos atores como ele no país e pediu: “Brasil, eu só peço que ajudem um artista desempregado, pai de três filhos, que só precisa passar mais um tempo aqui”. O pedido funcionou, já que o ator ficou quase até o final do programa.

Depois da participação no BBB 20, o Paizão já não está mais desempregado

Babu foi, até então, quem mais participou de paredões na história do BBB, somando dez. Foi, inclusive, no décimo que ele foi eliminado com 57,15% dos votos. O ator terminou o reality show em quarto lugar. Quando saiu, graças ao seu sucesso no programa, várias novidades o esperavam, e ele logo postou a melhor delas em seu Instagram: “Em tempos difíceis como esse que passamos, é um privilégio dizer a vocês que: Paizão não tá mais desempregado”.

Isso porque, quando ainda estava confinado na casa do BBB, Babu lançou dois singles: Sou BabuSoul África. Além disso, vários produtores sinalizaram que gostariam de contratá-lo. Babu foi contratado para o elenco da novela Salve-se Quem Puder e o projeto para a cinebiografia Welcome Maguila foi retomado. Ele também atuou no longa Intervenção, da Netflix, e apresentouTrace Trends na Globoplay. Babu agradece, emocionado: “Gratidão à Globo e a todos vocês, que torceram e torcem por mim”.

Babu pode não ter vencido o BBB, mas conseguiu vencer muitas dificuldades, voltando à ativa com tudo, aos 40 anos

Com a guinada em sua realidade financeira, graças aos contratos de publicidade e com novela e cinema, Babu já pode respirar aliviado e curte o novo momento com a família. Em 2021, ele criou o selo fonográfico Paizão Records, a fim de dar maior visibilidade aos artistas do funk, rap e trap. O artista avalia que sua participação no programa trouxe frutos positivos, além de crescimento pessoal e profissional.

O ator Babu Santana inspirou muitas pessoas com a sua persistência e o carinho que mostra com a família e a carreira. Conte-nos qual foi, para você, o momento mais inspirador do Babu? Que outro artista te inspirou por sua carreira ou vida pessoal? Conte para a gente nos comentários!

Incrível/Famosos/15+ Fatos sobre Babu Santana, que teve a carreira reerguida graças ao BBB 20
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos