Incrível

13 Histórias impressionantes que só poderiam ter acontecido em aeroportos

6--4
22k

Convenhamos: aeroportos são, em geral, lugares especiais. São como “mundos paralelos”, com regras e costumes próprios, dramas e partidas, sortes e fracassos. Tudo pode acontecer: é possível encontrar, por exemplo, gatos escondidos em malas, barras de ouro embaixo de perucas e até mesmo esqueletos em algumas bagagens.

Nós, do Incrível.club, somos fascinados por viagens e adoramos o ambiente de idas e vindas dos aeroportos, com suas aventuras, romances e despedidas. Por isso, apresentamos a seleção abaixo com as melhores histórias de viajantes. São casos que provavelmente farão você sorrir e, talvez, se lembrar de histórias que tenha vivido nesses ambientes fascinantes.

  • Trabalho em um aeroporto na área de inspeção de segurança. Um dia, três passageiros se aproximaram: um homem, uma mulher e um adolescente de uns 14 anos, que usava um suéter com capuz, calças largas esportivas e tinha cabelo curto. Imaginei que fosse uma família. Os pais passaram pelo scanner sem problemas, mas o aparelho mostrou um objeto potencialmente perigoso na região do tórax do jovem. Comecei a revistá-lo e, de repente, me dei conta de que não era um homem, mas uma mulher. Mais ainda: não era uma adolescente, como parecia, mas uma mulher adulta. Ela, aliás, nem conhecia aquelas duas pessoas que estavam à frente. Quando percebeu que eu estava encostando em seus seios (acidentalmente, repito), ficou muito envergonhada. Imediatamente me afastei e pedi para uma segurança mulher fazer a revista. Pedi muitas desculpas e ela disse que não tinha sido a primeira vez que a confundiam com um rapaz. Após meu turno, vi novamente essa mulher no aeroporto, pois o voo dela havia sido adiado para o dia seguinte e, para me desculpar (ainda mais), a convidei para comer alguma coisa. Comemos e conversamos por algumas horas. No final, ela disse que eu estaria totalmente perdoado se a convidasse para um encontro. Bom, hoje em dia ela tem cabelos longos e estamos comemorando um ano de namoro. © TifuthrowawayTSA4 / Reddit
  • Uma vez, fui esperar meu marido no aeroporto com um enorme cartaz, no qual havia uma foto dele com a seguinte inscrição: “Fórum internacional para as vítimas de agressão de camelos”. Cheguei 30 minutos antes do pouso, levantei a placa e fiquei esperando. Quando ele apareceu e viu o cartaz, começamos a rir descontroladamente, assim como as pessoas estranhas em volta. © Unknown author / ideer

“Jimmy, este é seu filho. Você não pode me ignorar para sempre”

  • Estava na fila do check-in. A senhora à minha frente estava com um cachorro. O funcionário do aeroporto disse que ela não poderia embarcar com o animal, pois não havia preenchido os documentos necessários para transportá-lo. A senhora pensou por alguns minutos, colocou a caixa de transporte com o cão dentro em cima do balcão e foi embora. Eu não estava com pressa para embarcar, então esperei ali por algumas horas, mas ela não voltou. Por fim, liguei para meus amigos irem buscar o animal e deixei meu telefone com o rapaz do aeroporto para o caso de ela voltar. Ninguém me ligou. Agora, tenho um cachorro novo. © Unknown author / ideer

“A bagagem estava com excesso de peso. Aproveite”

  • Em um aeroporto turco, na imigração, um funcionário da alfândega conferiu meu passaporte e disse que o meu sobrenome e o da minha filha (do primeiro casamento) não coincidiam. Tentei explicar em um inglês bem arranhado: “Martins é do meu primeiro esposo. Minha filha é Martins... e Souza (apontei para o meu marido que estava ao lado) é do...”, tentando ao máximo lembrar da palavra “segundo”, acabei dizendo sorrindo: “Souza é do second hand”. Meu esposo quase me matou...
  • Trabalho em um aeroporto e aqui vai uma história instrutiva: o check-in fecha 40 minutos antes do voo. Essa é a regra. Depois, o sistema não permite que os funcionários registrem os passageiros nos voos. Mas há exceções. O check-in pode ser liberado por um representante da companhia aérea em casos excepcionais. Hoje, chegou um passageiro no check-in às 17:30 sendo que seu voo seria às 18:00. Entrei no sistema somente para conferir. E milagre! O embarque já tinha começado, mas o check-in ainda estava aberto. Provavelmente algum representante da companhia aérea estava esperando alguma bagagem ou algum passageiro importante. Imediatamente registrei o passageiro, mas havia um problema: ele precisava despachar bagagem. Todas as malas são despachadas antes de o embarque começar. Qualquer bagagem que seja registrada depois do embarque simplesmente não irá voar com o passageiro. Ela irá no próximo voo, que, nesse caso, seria ao menos 12 horas depois. Bom, registrei a bagagem, mas não a enviei para a esteira, pois iria no voo seguinte. No entanto, falei com um representante da companhia e ele me confirmou que o próprio passageiro poderia levar sua bagagem até o avião e despachá-la diretamente para os funcionários de carga (esses são casos incomuns, mas possíveis). Em uma situação como essa, os passageiros precisam ser acompanhados antes de embarcar. Corremos juntos pelo controle de passaporte, pela inspeção e, pronto, ele embarcou. UM PORÉM! Essa foi uma situação muito excepcional. Ele teve sorte de alguém ter liberado o check-in. Teve sorte de alguém tê-lo permitido levar a bagagem para o avião. E teve sorte de chegar a tempo para o voo. LEMBRE-SE! Se você se atrasar para o check-in, provavelmente NÃO CONSEGUIRÁ EMBARCAR. Chegue no aeroporto com antecedência. É sempre melhor esperar uma hora do que perder o voo. O passageiro ainda quis me agradecer me oferecendo dinheiro, mas recusei. Esse é o nosso trabalho. © 111valek111 / Pikabu
  • Um casal voava do Reino Unido para os Estados Unidos para comemorar o aniversário de um dos cônjuges. Mas foi parado na inspeção de bagagem: os seguranças encontraram um gato dentro da mala. Descobriu-se, depois, que o bichano, animal de estimação do casal, havia se escondido dentro da mala sem que percebessem. Eles afirmaram para os seguranças que não pretendiam levar o felino na viagem e que aquilo havia sido apenas um mal-entendido. Felizmente, os amigos do casal foram ao aeroporto buscar o animal. E o embarque dos dois ocorreu tranquilamente. © Nick Coole / Facebook
  • Na cidade americana de Tampa, um cão-guia, Ellie, começou a dar à luz em pleno aeroporto, surpreendendo todos, inclusive sua dona. A cachorra foi ajudada por bombeiros que trabalhavam no aeroporto. A equipe resolveu deixá-la lá mesmo e auxiliar no parto de seus 8 filhotinhos, que foram fotografados e filmados por diversas pessoas. Pela lei, cachorros podem voar somente a partir de 8 semanas de vida, mas os responsáveis abriram uma exceção para aquela “recém-formada” família canina e sua dona. Eles voaram todos juntos para a Filadélfia no mesmo dia. © TomPodolec / Twitter
  • Eu trabalhava como administradora no aeroporto. Um passageiro chegou atrasado. Então, liguei para as meninas do check-in e, por sorte, o voo também estava atrasado. Eu disse a ele para não se preocupar porque chegaria a tempo. O passageiro, então, começou a me contar que aquela já era sua terceira tentativa de embarcar. Na primeira vez, o voo havia sido cancelado, e na segunda vez, adiado. Fomos juntos para o check-in, tentaram registrá-lo, mas o computador travou na hora. Fomos ao segundo andar e aconteceu a mesma coisa. Por fim, conseguimos registrá-lo. Logo depois, no entanto, recebi uma chamada dizendo que o ônibus com os passageiros já tinha saído. Por sorte, conseguimos colocá-lo em um ônibus com clientes VIP para o mesmo avião. Ele chegou à aeronave e, assim que entrou a bordo, a luz do salão se apagou. Problema temporário, mas resolvido. O avião partiu. Ficamos felizes que tudo deu certo e que o homem não deixou que os obstáculos o abalassem, mas...após 20 minutos, recebemos uma chamada dizendo que o avião estava voltando, porque haviam quebrado um vidro dentro do banheiro. © Unknown author / ideer
  • Alguns anos atrás, eu estava voltando de férias voando de outro país. Foram várias escalas, horários muito inconvenientes e, em certo momento, precisei esperar em um aeroporto por cerca de 12 horas. Não aguentei o cansaço e acabei dormindo no aeroporto mesmo. Quando acordei, me dei conta de que tinha perdido o voo e fiquei desesperada. Não sabia o que fazer, comecei a chorar, até um homem se aproximar de mim. Depois de descobrir o que tinha acontecido, ele comprou uma nova passagem para mim. Momento mágico! © Unknown author / ideer

Bônus: o aeroporto de Munique (Alemanha) perdeu 1 milhão de euros por conta de uma mulher que passou para a zona de embarque sem passar pela inspeção de segurança. A mulher nem sequer sabia o que tinha causado

No ano passado, um verdadeiro desastre ocorreu no aeroporto de Munique, na Alemanha — tudo por culpa de uma única passageira. Durante a inspeção da bagagem, os seguranças encontraram uma garrafa com líquido acima da quantidade permitida dentro da mala dessa mulher. Por isso, ela resolveu voltar para o check-in e despachar a bagagem com a garrafa. Quando voltou para a zona de inspeção, provavelmente imaginou que não precisaria ser inspecionada novamente, pois já tinha “resolvido o problema”. A mulher conseguiu, de alguma forma, passar pelos seguranças sem que eles a vissem. Por meio das câmeras, o serviço de segurança do aeroporto notou a passageira “driblando” os seguranças e o aeroporto inteiro teve de parar. A polícia foi em busca da passageira, mas ela conseguiu entrar no avião e partir sem sequer se dar conta do caos que havia criado. Por conta disso, dois terminais tiveram de ser evacuados, 330 voos foram adiados e 32 mil passageiros não puderam embarcar nos horários previstos. Os danos ao aeroporto por causa dessa situação foram avaliados em cerca de 1 milhão de euros, mas não foram apresentadas acusações à passageira. Afinal, concluiu-se que ela não havia causado o problema de propósito.

Você conhece ou já viveu alguma situação curiosa em um aeroporto? Costuma viajar muito de avião? Qual é, em sua opinião, o melhor aeroporto do País? Conte para nós na seção de comentários.

6--4
22k