Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Obras que foram restauradas e acabaram ficando diferentes de sua versão original

Pintar um quadro, criar uma escultura e projetar um prédio são, de fato, atividades bastante complexas, mas a restauração de todas essas obras pode ser uma tarefa ainda mais complicada. Às vezes, os restauradores levam anos para recriar a aparência original de um objeto histórico. Claro, é quase impossível deixar algo exatamente como era antes, com todos os mínimos detalhes iguais, e isso é compreensível. Mas de tempos em tempos acontecem incidentes durante as restaurações e as obras acabam ficando completamente diferentes de sua versão original.

Nós, do Incrível.club, selecionamos 10 restaurações cujo resultado não saiu como o esperado e estamos prontos para compartilhá-las com você. Confira!

Escultura religiosa colorida

Em uma vila na Espanha, as esculturas de madeira do século XV de uma capela local precisavam ser restauradas. E o trabalho foi confiado a uma moradora local, que em vez de polir a madeira, decidiu pintá-la usando cores brilhantes e ácidas. O resultado ficou bastante moderno para a obra, o que é uma pena. Fora isso, ela não foi bem recebida nem pelos padres, nem pelos moradores locais.

Grande Muralha da China

Nem a Grande Muralha da China conseguiu sair imune às restaurações falhas. No entanto, felizmente, apenas um trecho foi afetado. Quase um quilômetro de sua extensão teve o topo coberto por concreto, cal e areia, tendo, para isso, sido retiradas as ameias e torres de vigia que estavam em ruínas. Certamente, andar nesse trecho da muralha tornou-se muito mais confortável e o objetivo da restauração — reforçar as paredes — foi alcançado. No entanto, esse pedaço da Grande Muralha agora parece uma simples calçada, em vez de um trecho de um importante e imponente monumento histórico.

Decoração de estuque em baixo-relevo em São Petersburgo

A fachada de um prédio em São Petersburgo, na Rússia, não teve uma restauração bem-sucedida. O edifício, no entanto, foi reconhecido como monumento arquitetônico regional justamente pelo fato de que, até a restauração, mantinha sua fachada original inalterada desde sua construção — ou seja, desde o início do século XX.

“Madonna batata”

Um restaurador de Valência, na Espanha, trabalhou por muito tempo na restauração de uma cópia da pintura Imaculada Conceição. Mas, aparentemente, algo acabou dando errado e a “Madonna” ficou irreconhecível. Desde então, já aconteceram duas tentativas infrutíferas de restaurar a aparência original da obra. Atualmente, especialistas espanhóis estão tentando alterar a legislação para que apenas profissionais possam fazer restaurações no país. O que, convenhamos, é bastante compreensível.

Afresco que parece ter saído de um desenho animado

Essa “obra-prima” moderna pode ser vista em um templo budista na cidade chinesa de Chaoyang. Em seu lugar havia originalmente um afresco muito antigo, e os restauradores claramente não conseguiram conter sua imaginação: nem o estilo e nem o desenho como um todo remontam ao afresco original. Os responsáveis, por motivos óbvios, foram demitidos.

Um alto-relevo que não teve um final feliz

Foi feita uma tentativa de restaurar as esculturas em alto-relevo na forma de duas mulheres em um prédio do século XIX em Moscou, mas o resultado não saiu como o esperado. As damas, certamente, perderam muito de sua beleza anterior, e atualmente dificilmente alguém seria capaz de reconhecê-las.

Afresco no teto da Capela Sistina

Quando o tema é grandes obras da antiguidade, como os afrescos de Michelangelo por exemplo, os restauradores têm de ter um cuidado bastante especial para não violar o sentido e a intenção originais do autor. Depois da restauração dos afrescos da Capela Sistina, no Vaticano, percebeu-se que as obras ganharam cores e tons fortes, o que foi alvo de críticas feitas por especialistas em arte. Eles acreditam que o tom escurecido das cores foi idealizado pelo próprio Michelangelo para dar certa profundidade e expressividade ao afresco. E há mais um detalhe que vale a pena ressaltar: na foto acima, é possível perceber que o joelho direito do profeta Daniel se destacava por debaixo da roupa com muito mais clareza antes da restauração.

Um mosaico que se transformou em um painel de azulejos

Um mosaico da época soviética foi restaurado na cidade russa de Kaluga. Francamente, o resultado não parece tão ruim, se não fosse por um detalhe importante: no lugar do mosaico, os restauradores criaram um painel de cerâmica. A opinião dos moradores locais é bem dividida — alguns acreditam que a cerâmica branca brilhante aparenta ser mais elegante contra o fundo vermelho fosco, enquanto outros fazem piadas afirmando que a obra foi restaurada no estilo “cerâmica de banheiro”.

Mosaico “caricato”

Sim, mosaicos romanos também não escaparam da lista das más restaurações. Nesse caso, o mosaico não foi substituído por cerâmica, mas ainda assim aparenta diferente do original, e não para melhor. Agora, os personagens da obra aparentam caricatos, e a expressão em seus rostos é certamente cômica. Além disso, a paleta de cores também foi alterada, contudo, levando em conta todo o contexto geral, isso é o de menos.

Fachada da farmácia Kreuz

O prédio, construído no período anterior às Guerras Mundiais, ficou em mau estado de conservação e quase em ruínas por aproximadamente duas décadas, quando investidores decidiram restaurá-lo. Mas depois que os andaimes foram removidos da estrutura, ficou claro que a nova aparência do edifício da antiga Farmácia Kreuz não correspondia às expectativas dos moradores locais — no lugar de um prédio harmônico no estilo prussiano, havia uma fachada de cor amarela forte, que acabou contrastando com os outros detalhes verdes e cinzas da obra. Sem dúvida, o resultado é melhor do que um prédio em ruínas, mas o seu visual poderia ter sido melhor planejado.

Claro, não há motivos para generalizar o trabalho dos restauradores — incidentes como esses são exceções, e na grande maioria das vezes o resultado fica impecável graças ao talento e a maestria desses profissionais.

Você conhece outro exemplo de restauração malsucedida? Acha que uma obra restaurada deve ser inteiramente fiel à original? Conte para a gente na seção de comentários.