Incrível
Incrível

“Você não precisa ter uma barriga lisa para usar um top cropped”, Lili Reinhart fala sobre imagem corporal

No final do Met Gala, o evento mais esperado do ano, houve muita discussão sobre a aparência das celebridades no tapete vermelho, como sempre acontece. Algumas delas talvez tenham feito um enorme esforço para entrar em forma especialmente para o evento e impressionar com seu vestido único. Mas isso não passou despercebido pela atriz Lili Reinhart, que manifestou publicamente seu descontentamento com a situação.

Como nós, do Incrível.club, somos grandes defensores da positividade corporal e da autoestima, hoje mostraremos como a atriz de Riverdale aceita seu corpo e nos incentiva a fazer o mesmo.

Lili expressou sua opinião firme nas mídias sociais

Lili Reinhart, a estrela de Riverdale, sempre foi defensora sincera da positividade corporal, desafiando os padrões de beleza de Hollywood. Ela afirmou em muitas ocasiões não compartilhar a crença comum da indústria na qual trabalha que “recompensa e elogia as pessoas por terem uma cintura menor do que eu jamais terei.”

Após o Met Gala 2022, a atriz foi franca sobre as medidas extremas adotadas por algumas celebridades para caberem em seus vestidos. Lili, que está bem ciente de como o mundo das celebridades funciona e como a aparência é importante, se opôs taxativamente a perder uma quantidade incalculável de peso apenas para ficar bem no tapete vermelho.

Lili escreveu em seus stories no Instagram que geralmente não é uma pessoa mal-humorada, mas às vezes se irrita com a maneira como essa indústria opera.

A atriz achou difícil se aceitar

Essa não foi a primeira vez que falou sobre sua imagem corporal. Lili não gostava do seu corpo e da sua aparência e por isso alguns meses atrás se expôs em seu Instagram para se mostrar “vulnerável e compartilhar” sua turbulência interior, na esperança de se conectar com outras pessoas em situações semelhantes.

“Tenho enfrentado pensamentos obsessivos sobre meu corpo/peso nos últimos meses”, escreveu. “É um desafio olhar para o seu corpo com amor, em vez de críticas [...] Eu não achava que estar nessa indústria, que é tão obcecada com os corpos e os pesos das mulheres, pudesse mexer com a aceitação e a positividade do meu próprio corpo, mas aconteceu”.

Os padrões de beleza de Hollywood moldaram permanentemente a autopercepção de Lili. Ela teve de enfrentar e superar muitas barreiras, antes de aceitar seu corpo, mas agora sabe que seu “corpo merece o mesmo amor e admiração em qualquer tamanho.”

Lili também usou seu Twitter para lembrar aos fãs que não existe corpo de verão. “Lembrete para mim e para todas — você não precisa de uma barriga lisa ou perfeitamente tonificada para usar um top cropped”, disse.

Lili quer inspirar as pessoas a se sentirem confortáveis em sua própria pele

Como figuras públicas, as celebridades devem ser cautelosas sobre o que afirmam abertamente, pois o público pode interpretar mal qualquer declaração e tomá-la como verdadeira. Lili usa sua posição privilegiada para aumentar a conscientização sobre esse assunto e, por causa da sua experiência anterior, inspirar seus fãs a se conscientizarem sobre sua aparência.

Ela confirma que muitas pessoas ao redor do mundo se deparam com essas questões diariamente e por isso quer levar seus fãs a “normalizar, ter empatia e a mostrar compaixão e bondade.”

Vivemos em uma sociedade repleta de expectativas e Lili, como qualquer outro ser humano, tem se esforçado para cumpri-las. Segundo ela, essas expectativas são simplesmente pressões impostas por outros para impor ideais irreais a jovens como ela. No entanto, “cabe a nós começar a mudar a maneira como percebemos a nós mesmas e a opinião de outra pessoa”, acrescentou.

“Eu costumava olhar todas capas de revistas quando era mais jovem [...] queria ver o que estava por baixo, queria ver os defeitos. Todo mundo quer ver os defeitos da outra pessoa. Porque nós queremos ver vislumbres de nossas próprias inseguranças nelas.”

A atriz quer encorajar outras mulheres a se darem uma chance e a deixarem de lado os padrões enganosos, em favor de celebrar a beleza única de cada uma. A atriz de 25 anos acha que podemos ser naturalmente bonitas com “acne ou cicatrizes, celulite ou curvas”.

“Não estabeleça metas impossíveis para atender a esses padrões falsos. É irreal pensar que seu corpo ou o meu corpo se parecerá com o de outra pessoa. Não é assim que deveria ser. Somos todas imperfeitamente lindas.”

Você já se sentiu insegura com sua aparência? Acredita que tais padrões de beleza influenciam nossa autopercepção?

Incrível/Gente/“Você não precisa ter uma barriga lisa para usar um top cropped”, Lili Reinhart fala sobre imagem corporal
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos