Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Estes 11 modelos sabem romper estereótipos

1---
15k

Pessoas com aparência consideradas diferentes têm todo o direito de entrar no mundo da moda, caso desejem. Até porque isso ajuda a ampliar os limites sobre aquilo que se considera "normal" para um modelo.

Nós, do Incrível.club, resolver apresentar as histórias de algumas pessoas ousadas que não têm vergonha de não se encaixar em padrões. Elas demonstram que os seres humanos reais são muito mais interessantes do que os ideais que parte da mídia e da propaganda insiste em propagar.

Sara Geurts

Sara tem apenas 26 anos, mas aparenta ter mais idade. Isso acontece em decorrência da síndrome de Ehlers-Danlos, que impede a produção de colágeno, responsável pela elasticidade da pele.

Na escola, Sara tinha vergonha de sua condição e sempre se cobria. Mas em 2015, ela encontrou forças para se mostrar ao mundo, inspirando mulheres que se comparam negativamente com estereótipos da beleza considerada "ideal".

Duckie

A modelo Nyadak Thot, do Sudão do Sul, é mais conhecida como Duckie e lembra muito uma boneca. Por mais estranho que possa parecer, sua bela e exótica aparência fez com que a jovem sofresse ataques nas redes sociais. Ela tinha apenas 17 anos quando sofreu uma enxurrada de críticas após vencer o reality show "Next Top Model" da Austrália. Nyadak foi muito ofendida e chamada de antinatural.

"As pessoas sempre dizem coisas ruins ao seu respeito, mas as opiniões alheias não definem quem você é", afirma a modelo.

Caitin Stickels

Caitin nasceu com a síndrome do olho de gato, o que a torna diferente da maioria das pessoas. O fotógrafo da V Magazine, Nick Knight, viu suas fotos no Instagram e ficou tão surpreso que a convidou para uma sessão de fotos.

"Nunca pensei em ser modelo, sempre admirei a moda à distância", confessou Caitin. Hoje, ela não perde a oportunidade de trabalhar ao lado de alguns dos maiores nomes do mundo da moda.

Cassandra Bankson

Cassandra sofreu com a acne desde muito jovem: o problema afetou seu rosto, busto e costas. Ela chegou até a deixar a escola por conta dos ataques que sofria dos colegas de turma. Um dia, ela resolveu criar um canal no YouTube, revelando a história de sua luta contra as espinhas. A moça tornou-se muito conhecida e passou a receber ofertas de trabalho ligadas à moda. Cassandra pretende mostrar, através do próprio exemplo, que uma pessoa pode ser bonita e viver uma vida plena independentemente de suas imperfeições físicas.

Souffrant Ralph

Este jovem do Haiti tem cabelos ruivos e sardas espalhadas por todo o corpo. Levando em conta que ele tem a pele negra, é uma combinação bastante incomum. Souffrant já chegou a ser comparado a animais, como girafa e leopardo.

"Hoje, tenho orgulho das minhas sardas, mas antes as odiava". diz. "Elas me ajudaram a tirar minha família da pobreza".

Natalia Castellar Calvani

Natalia é uma modelo norte-americana com origem em Porto Rico. Ela se destaca por ter sobrancelhas muito grossas, grandes. Tal característica fazia com que seus colegas de escola a perseguissem quando ela era criança.

Mas tudo mudou quando ela chamou a atenção de olheiros da agência "Next Models". Sua autoestima cresceu e a moça percebeu que suas sobrancelhas eram seu melhor traço. Natalia só lamenta não ter começado antes a amá-las.

Devon Aoki

Devon Aoki é a top model mais baixa do mundo, com apenas 1,65 m de altura. Mas isso nunca afetou sua carreira: ela foi considerada uma das melhores modelos dos anos 90 e chegou a atuar em filmes como "+Velozes +Furiosos" e "Sin City - A Cidade do Pecado".

A aparência de Devon é única: você dificilmente viu outra mulher asiática com sardas e lábios grossos.

Rain Dove

Com 26 anos de idade, Rain Dove pode ser clicada de duas formas diferentes: como homem e como mulher. A natureza deu à jovem uma aparência bem original e interessante.

"Muita gente pensa que eu sou homem que colocou seios, e eu acabo achando isso tudo muito engraçado. Não me considero uma pessoa andrógina. Só me achava incrivelmente feia", conta Rain. "Mas aos poucos entendi que sou capaz de fazer coisas que os outros não conseguem".

Erika Linder

A sueca Erika Linder é outra modelo capaz de personificar magistralmente um homem,embora não tenha traços femininos. O mundo a descobriu quando ela foi fotografada imitando uma imagem de Leonardo DiCaprio.

Erika assegura que sua imaginação é rica demais para que ela se limite ao que é associado a apenas um gênero. Quando interpreta um homem, ela incorpora todos os gestos tipicamente masculinos, como uma verdadeira atriz.

Darius Vernon

Darius Vernon é portador de vitiligo, condição que provoca manchas na pele em decorrência da perda de pigmentação. Ele foi ridicularizado durante anos e esteve prestes a cometer suicídio. Mas isso só até perceber que é impossível querer agradar todo mundo.

Darius tornou-se um modelo muito requisitado, e hoje tem a chance de mostrar ao mundo que a beleza assume diferentes formas.

Xing Ye Zhi Jian

Xing Ye Zhi Jian, da China, simplesmente "quebrou" as redes sociais com sua aparência incrível. Vendo sua foto, é impossível não sentir algum tipo de atração.

Sabe-se pouco sobre Xing Ye: é um fotógrafo que costuma trabalhar também como modelo. Alguns o chamam de "elfo chinês", enquanto outros criticam sua feminilidade. Isso só demonstra, mais uma vez, que sempre haverá gente perdendo tempo se importando com a aparência alheia. Mas prova também que, quando resolvemos ser quem somos, sentindo orgulho disso, somos capazes de conquistar o mundo.

Imagem de capa raindovemodel
1---
15k