Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Este homem encontrou uma cura temporária para o Alzheimer

É fato: as conquistas da Ciência nos têm permitido viver cada vez mais. É comum, hoje em dia, conhecermos gente com 80, 90 e, em alguns casos, até 100 anos. Mas, juntamente com o aumento da idade, vêm algumas doenças características dessa fase da vida. E o Alzheimer, uma espécie de demência, é uma delas. A Associação Internacional da Doença de Alzheimer (ADI) estima que haja, atualmente, 35 milhões de pessoas no mundo com algum tipo de demência. Para 2050, esse número deve chegar a 115 milhões de pessoas.

O Alzheimer é uma doença triste. É como se a memória de curto prazo fosse se apagando, num quadro que, em geral, só tende a piorar, fazendo com que o paciente dependa dos outros pra tudo.

Sabendo disso, Incrível.club trazemos uma história que vai fazer você refletir sobre os momentos preciosos com seus entes queridos e a importância de valorizar cada segundo com seus avós.

Este foi Ted McDermott... antes de o Alzheimer raptar sua sanidade. Uma doença incurável, egoísta e odiosa, que tende a desaparecer com a sabedoria e a doçura dos doentes. Muitos pensam que se trata apenas da perda de memória, mas vai muito além. O Alzheimer rouba lembranças e torna suas vítimas agressivas.

Ted se esqueceu de alguns de seus parentes e apresentou episódios de violência. Mac, seu filho e herói desta história, descobriu a maneira de recuperar pequenos momentos de ouro com seu pai, por meio de sua grande paixão, a música.

Ted é um cantor entusiasmado, por isso seu filho decidiu levá-lo para dar passeios de carro e colocar as suas músicas favoritas. É quando Ted se transforma e volta a ser ele mesmo, 'o songaminute man', como seus amigos o conheciam.

Basta olhar para este vídeo para ver o poder da música: praticamente é capaz de fazer voltar o tempo e trazer Ted de volta à vida. A voz poderosa dele faz qualquer um se emocionar.

Seu filho compartilhou nas redes sociais os vídeos do pai cantando, com o objetivo de angariar fundos para a Sociedade do Alzheimer no Reino Unido, especialmente em homenagem às operadoras de telefone da Sociedade, para quem Mac ligava pedindo ajuda ou conselho quando seu pai saía do controle.

"Não posso descrever como a voz de um estranho ao telefone conseguia nos ajudar, quando as coisas se tornavam desagradáveis", diz Mac.

A meta inicial era arrecadar 1.000 libras, mas, graças às gravações, os vídeos viralizaram e Ted e sua família arrecadaram mais de 83.210 libras, que serão doados à Sociedade, em agradecimento às telefonistas dispostas a ajudar 24 horas por dia.