Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Esta mulher passou 38 anos procurando a enfermeira que salvou a sua vida

Quando bebê, Amanda Scarpinati chegou ao centro médico em Albany, nos Estados Unidos, com queimaduras graves de um vaporizador caseiro. Durante o processo de recuperação, quem cuidou dela era uma jovem enfermeira. Suas fotos foram publicadas no anuário do hospital, em 1977, que Amanda conservou durante toda a sua vida esperando um dia encontrar aquela mulher e, assim, poder agradecer o que ela fez.

Ao olhar essas fotos, Amanda encontrava forças para enfrentar os momentos mais difíceis de sua vida. "As imagens me faziam lutar diante das dificuldades. Mesmo sem conhecer a enfermeira que cuidou de mim no momento mais difícil da minha vida, ao olhar para as fotos, eu sentia todo o seu amor".

Durante muitos anos, Amanda tentou encontrar a enfermeira, mas nunca conseguiu. Em uma das tentativas, usou as redes sociais, nas quais publicou fotos e detalhes da sua história. A resposta chegou no mesmo dia: a jovem enfermeira se chama Susan Berger.

Susan se lembrou da menina da foto: "Ela era tão tranquila. Em geral, após uma cirurgia as crianças ou dormem ou choram, mas ela não, continuou tranquila, com cara de que confiava em mim. Foi incrível".

Duas semanas depois, elas se encontraram no mesmo centro médico onde a história delas começou, 38 anos atrás.

Nas fotos, Susan tinha apenas 21 anos e a bebê em seus braços era uma de suas primeiras pacientes. Ela jamais esperou um reencontro tão acolhedor, ainda mais 38 anos depois. Susan nunca ajudou os pacientes esperando algo em troca, ela sempre fez o que tinha que ser feito. "Não sei quantas enfermeiras tiveram a sorte que eu tive de encontrar uma pessoa que pensou em mim durante toda a sua vida".

Tradução e adaptação Incrível.club
Produzido com base em material de WHNT News, The Sydney Morning Gerald