Incrível

Confira o antes e o depois dos atores mirins de Punky, A Levada da Breca

Se você foi criança nas décadas de 1980 e 1990, certamente se lembra das aventuras vividas por Punky Brewster, a pequena protagonista do seriado Punky, A Levada da Breca. A produção, que mostrava as peripécias de uma pequena órfã que não tinha onde morar e foi adotada por um fotógrafo, conquistou uma legião de fãs mundo afora. Sempre na companhia do cachorro Pinky, a menina sardenta de roupas coloridas e lenço amarrado na calça aprontava poucas e boas ao lado dos amigos Cátia, Júnior e Margot. Mas o seriado não abordava apenas temas leves ligados à infância. Em alguns episódios, foram tratados assuntos sensíveis.

Nós, do Incrível.club, adoramos reviver bons momentos que ficaram no passado. Por isso, decidimos relembrar os principais personagens da saga, aproveitando ainda para mostrar como eles estão hoje em dia e para revelar algumas curiosidades sobre o programa. Quem, assim como nós, também era fã da Punky, vai adorar este post, que traz também um bônus especial sobre o companheiro de quatro patas da protagonista.

Punky Brewster — Soleil Moon Frye

Na trama, Punky vivia apenas com a mãe, mas é deixada por ela em um shopping center da cidade americana de Chicago. A personagem, junto com seu cão, passa a morar em um apartamento vazio situado no prédio administrado pelo fotógrafo Arthur Bicudo, que a adota.

Soleil Moon Frye, a protagonista da série, tinha apenas 8 anos quando foi escolhida para viver o papel. Hoje, ela está com 43 anos, e é mãe de 3 filhos. Anos depois do fim da produção, ela voltaria a ser vista na TV, mas em trabalhos de menor repercussão. A atriz participou, por exemplo, de um episódio de Friends, e esteve no elenco de Sabrina, Aprendiz de Feiticeira, vivendo o papel de Roxie.

Uma curiosidade: você sabia que “Punky” é, na verdade, um apelido? O verdadeiro nome da personagem é Penélope.

Cátia — Cherie Johnson

Hoje com 44 anos, Cherie Johnson tinha apenas 9 anos quando foi ao ar o episódio de estreia do seriado. Originalmente, seu personagem na trama tinha o mesmo nome da atriz, mas na versão para o Brasil, foi adaptado para “Cátia”. A atriz não emprestou apenas seu nome à melhor amiga de Punky no programa: a personalidade da personagem também foi moldada com base nos trejeitos da Cherie do mundo real.

Após o fim de Punky, A Levada da Breca, Cherie continuou participando de produções para TV e cinema, trabalhando em algumas delas não apenas como atriz, mas também como produtora. Mãe de 2 crianças, ela vem se aventurando também como escritora. A multitalentosa profissional lançou 5 livros, sendo que um deles, intitulado Stupid Guys Diary (algo como Diário dos Homens Estúpidos, em tradução livre), é baseado na sua vida amorosa.

O hábito da leitura fez com que Cherie se tornasse porta-voz de uma campanha realizada para mostrar que ler é sempre importante, independentemente da área de atuação profissional.

Júnior — Casey Ellison

Atualmente com 44 anos, o ator dava vida a Júnior, outro companheiro da protagonista em suas peripécias. Com um jeito atrapalhado, o personagem rendeu a Casey duas indicações ao Young Artist Awards, prêmio voltado a artistas jovens. Depois do fim do seriado, ele chegou a participar de outras produções, mas em papéis de menor expressão. Casey chegou a aparecer em outra série de muito sucesso, Anos Incríveis, mas em apenas um episódio.

Com o passar dos anos, o artista decidiu apostar na carreira de cantor. Atualmente, viaja pelos Estados Unidos com o espetáculo Heartland Country, em que solta a voz interpretando músicas icônicas do gênero musical tipicamente americano.

Margot — Ami Foster

A personagem de Ami Foster em Punky, A Levada da Breca era, de certa forma, a antítese da protagonista. Enquanto Punky começa a trama como uma menina órfã e sem-teto, Margot era uma garota rica e mimada, que sempre queria se destacar por ser talentosa e ter um comportamento perfeito.

Mesmo antes de entrar para o elenco da série, Ami já deixava claro seu talento. Ela participou de um show de calouros na TV quando tinha apenas 5 anos, e posteriormente venceu um campeonato de dança. Seu talento para a dança, aliás, foi muito aproveitado pelos produtores de Punky, A Levada da Breca, já que a personagem Margot chegou a aparecer na produção dando demonstrações de sapateado.

Ami, que é casada com um bombeiro e mãe de 2 crianças, está afastada das telas desde a década de 1990. Seu irmão, Shawn Foster, é vencedor de um Grammy como produtor do vídeo Feel What U Feel, de Lisa Loeb.

Arthur Bicudo — George Gaynes

Falecido em 2016, aos 98 anos, George Gaynes era finlandês de nascimento, e interpretou o pai adotivo de Punky. Arthur Bicudo arrancava risadas do público com o jeito durão, mas ao mesmo tempo carinhoso, com que cuidava da pequena órfã.

A vida de George em si já renderia um belo filme ou série: morando na França, ele se viu forçado a fugir para os Pireneus, mas acabou sendo preso na Espanha. Após sua libertação, alistou-se nas forças armadas holandesas, e se destacou por ser poliglota (ele falava holandês, inglês, francês, italiano e russo).

Convidado por um diretor americano para interpretar um papel na Broadway, ele se mudou para Nova Iorque, EUA, onde deu início a uma muito bem-sucedida carreira. Além de Punky, A Levada da Breca, talvez você se lembre dele como o comandante Eric Lassard de Loucademia de Polícia.

Luíza — Susie Garrett

A intérprete da avó de Cherie também nos deixou antes do que gostaríamos. A atriz Susie Garrett viveu até o ano de 2002 tendo completado 72 anos. Porém, deixou para sempre sua marca na memória dos fãs da saga da pequena Punky.

Quem assistia ao seriado, porém, dificilmente imaginaria que aquela senhora simpática era, na vida real, formada em psicologia, e que tinha começado na vida artística cantando jazz em bares da cidade americana de Detroit. Ela era irmã da também atriz, cantora e comediante Marla Gibbs.

Bônus: o que aconteceu com Pinky?

Na série, Punky estava sempre ao lado do cachorro Pinky, cãozinho que já acompanhava a personagem, antes de ela conhecer Arthur Bicudo, quando se viu sozinha no mundo. Porém, o cachorro, que na versão em inglês da série se chamava Brandon, era, na verdade, uma cadela, de nome Sandy.

Para a produção televisiva, o personagem vivido por Sandy ganhou o nome de Brandon em homenagem a Brandon Tartikoff, que na época comandava a emissora NBC.

Recentemente, a atriz Soleil Moon Frye ficou sabendo qual foi o destino do animal após o fim do seriado. Sandy foi adotada pelo pai de um garoto que cresceu e tornou-se cinegrafista do site TMZ, especializado em mídia e celebridades. O próprio cinegrafista revelou para a intérprete de Punky, durante um evento, que a cadelinha tinha falecido anos antes.

Você assistia a Punky, A Levada da Breca quando era criança? Qual era seu personagem predileto? Lembra algum episódio em particular? A qual programa infantil você mais gostava de assistir quando criança? Comente!