Incrível
Incrível

A história da atriz que resolveu priorizar a família mesmo após estrelar um sucesso mundial

Atriz, cantora e modelo, Lynda Carter deu início a uma carreira promissora durante a década de 1970. Após viver a Mulher-Maravilha, heroína de quadrinhos da DC Comics que virou febre mundial, ela viu todas as portas se abrirem. Entretanto, Carter resolveu sacrificar a carreira pelo bem da família, e precisamos dizer que aquela decisão deixa muita gente tocada até hoje.

Ela tinha uma carreira promissora

Image supplied by Capital Pictures/EAST NEWS

Carter estará sempre nos corações dos fãs de quadrinhos por ter sido a primeira pessoa a viver nas telas a personagem Diana Prince, mais conhecida como Mulher-Maravilha. Porém, o papel tinha uma importância que ia além disso, com a atriz comprometida a fazer da atração algo divertido e verdadeiro.

Ao rodar cenas do episódio em que a Mulher-Maravilha aparece pendurada em um helicóptero, Carter saltou na aeronave sem prendedores no pulso ou qualquer outro equipamento de segurança. A coragem demonstrada pela atriz era digna de uma super-heroína. “Foi muito divertido. Onde mais eu poderia ter vivido tantas aventuras?” disse a atriz ao comentar aquele icônico episódio.

Nem sempre sua vida pessoal foi um mar de rosas

Adam Scull/PHOTOlink/Everett Collection/East News

Ao mesmo tempo em que via a carreira prosperar e seguir um caminho brilhante, Carter passava por um período obscuro na vida pessoal. Seu primeiro casamento, com Ron Samuels, durou seis anos e não foi nada fácil.

Carter considera que a juventude atrapalhou aquela união. Ela diz que, se pudesse voltar no tempo, daria a si mesma o seguinte conselho: “Não se case com a primeira pessoa que pedir a sua mão!” Em certa altura, o casal se separou. Foi quando Carter deu início a um período marcado por comportamentos autodestrutivos.

Mas ela conseguiu encontrar sua alma gêmea

Entretanto, Carter acabou encontrando sua alma gêmea, construindo uma relação que durou quase quatro décadas. A atriz conheceu o marido, Robert Altman, após o divórcio. Os dois estabeleceram uma ligação que serviu como cura para a famosa. “Ele me faz rir”, disse Carter sobre o companheiro. “Quando entro nas minhas minúcias, ele é quem me leva ao limite”, acrescentou. O casamento ajudou a atriz a superar os momentos difíceis, resultando no nascimento de duas crianças.

Infelizmente, Altman faleceu em 2021. Em memória ao marido e para permitir que outras pessoas sejam salvas da doença que o vitimou, Carter criou um fundo para financiar pesquisas relacionadas à mielofibrose.

Ela desistiu de tudo pelos filhos

James Altman e Jessica Carter Altman, filhos de Lynda e Robert, são hoje adultos. Ambos seguiram os passos profissionais do pai, tornando-se advogados. Porém, os dois compartilham a mesma paixão da mãe pela música, tanto que Jessica tem pretensões no ramo, chegando a gravar um EP.

Para garantir que os filhos teriam uma criação normal e toda a atenção dos pais, Carter se afastou dos holofotes e interrompeu uma carreira promissora. O resultado disso foi que a mãe desenvolveu uma ligação única com os filhos. Até hoje, Jessica e James acompanham a famosa em eventos de tapete vermelho.

Van Tine Dennis/ABACA/EAST NEWS, FayesVision / WENN.com/agefotostock/East News

Com uma história de vida tão única, Carter acredita até hoje que o maior papel de sua carreira foi o de mãe de seus filhos. “Acabou que minha maior aventura foi virar mãe. E eu tenho adorado cada minuto dela”, escreveu a atriz.

O que você acha da trajetória de Lynda Carter?

Imagem de capa Image supplied by Capital Pictures/EAST NEWS, reallyndacarter / Instagram
Incrível/Gente/A história da atriz que resolveu priorizar a família mesmo após estrelar um sucesso mundial
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos