Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20 Histórias sobre entrevistas de emprego para que você saiba o que esperar dos recrutadores

Não importa quantas entrevistas de emprego você faça durante a vida, sempre haverá uma boa chance de o recrutador lhe surpreender. De perguntas capciosas a comportamentos constrangedores, o que não faltam são formas de confundir o candidato e fazê-lo perder a autoconfiança. Felizmente, pessoas com experiência nesse assunto têm muitas dicas sobre como arrasar em uma seleção. E tudo o que elas querem é compartilhar com o mundo seus conhecimentos.

Nós, do Incrível.club, sabemos o quanto entrevistas de emprego podem ser complicadas, então resolvemos mergulhar no mundo do Reddit para encontrar histórias e dicas capazes de deixar seu próximo processo de seleção mais tranquilo. Confira!

Prepare-se para se ver em uma situação constrangedora

Eu me vi em uma situação muito esquisita. Cheguei um pouco cedo ao escritório ao qual me candidatei (empresa de consultoria). A recepcionista disse que eu poderia tomar um café enquanto esperava.

Pedi um café. A garçonete me perguntou:

“Você é cliente?”

Eu respondi: “Não, estou aqui para uma entrevista”.

“Por que você quer trabalhar aqui?”

Achei a pergunta estranha, mas respondi: “Porque quero trabalhar em um ambiente desafiador, e tenho certeza de que esta empresa tem a mentalidade certa para isso”.

“Então você precisa de nós?”

Àquela altura, eu já estava com a guarda totalmente baixa, pensando: “O que está acontecendo? Eu só pedi um café, mas talvez isso seja uma entrevista secreta, e ela vai reportar tudo para seus colaboradores, só pode ser!” E respondi: “Acredito que precisamos um do outro mutuamente, esta empresa não funcionaria sem seu pessoal”.

Ela ainda me fez outras duas perguntas, e tudo foi bem bizarro... Ainda não sei se aquela garçonete era uma pessoa do RH disfarçada. Consegui o emprego. @dinin70

Recentemente, fiz uma entrevista por e-mail antes de ir a uma presencial. Nada de mais. Era uma lista com 10 perguntas. Respondi todas. Conferi duas vezes o que tinha feito. Enviei.

Quando cheguei para a entrevista pessoal, o cara riu de mim e perguntou como eu poderia ser uma pessoa “atenta aos detalhes” se só havia respondido metade das questões. Fiquei sentado ali atarantado, até que perguntei se o resto do meu e-mail não estava na parte de trás da folha de papel.

Estava. Ele tinha impresso nos dois lados, sem nem sequer conferir.

Mas a parte mais difícil foi superar minha gagueira, além da tentação de chamar a atenção do recrutador pelo erro que ele cometeu. @shakespearestark

Esteja pronto para arrasar mesmo diante de perguntas inesperadas

Eles: “Por que deveríamos contratá-lo?”

Eu: “Porque me importo mais com minha família do que com meu trabalho. Se eu tiver que escolher entre eles e o emprego, escolherei eles”.

Me deram o emprego. @AgileCzar

Eu estava em um almoço para uma entrevista de emprego e, ao final, o gerente perguntou:

“Qual o nome de quem nos serviu hoje?”

Eu: “Uhmmm...”

Eu não fazia a menor ideia, já que me foquei mais em ouvir os pratos do dia do que o nome da garçonete. Talvez isso tenha feito com que eu passasse a impressão de ser esnobe, já que não consegui o trabalho. @laterdude

“Você prefere se concentrar em uma coisa só e executá-la 100% corretamente enquanto faz mal outras duas tarefas, ou prefere fazer três coisas 70% corretamente?”

Era uma pergunta difícil.

De cara, respondi que aquela era uma pergunta complicada e que, honestamente, me doo 100% nos meus projetos, pois detesto apresentar resultados que considero aquém dos meus padrões. @Sheepishly_Ragtag

Eu fiz uma entrevista na Marvel, e correu tudo bem. A última pergunta que me fizeram foi: “Qual seu super-herói preferido?” e até hoje eu me arrependo de não ter respondido que era o Agente Phil Coulson. Eu falei que era o Homem-Aranha, só porque tinha um mural gigante do Homem-Aranha bem ao nosso lado.

Não trabalho lá em período integral, mas eles me contratam como freelancer esporadicamente, o que é bem legal. @Rios93

“Na hipótese de um incêndio no prédio, sua primeira prioridade é acionar o alarme ou ligar para a emergência?”

Fui pego desprevenido, e respondi: “Acionar o alarme”.

A resposta certa seria “ambos”... @WeirdWolfGuy

Preste atenção aos sinais vermelhos que indicam: “É melhor que você não trabalhe aqui!”

Na época eu não sabia, mas a expressão “você vai usar muitos chapéus” queria dizer que iam me dar o trabalho equivalente a quatro cargos, mas com o salário de apenas um. Não fiquei nem sequer um ano lá até me demitir. Agora, nem termino de ler anúncios que contêm frases assim. @Couch_slug

Certa vez, a entrevistadora perguntou logo de cara se eu teria problemas em trabalhar de graça aos fins de semana. Respondi que meu tempo livre é mais valioso que qualquer outra coisa, e que a única maneira de abrir mão do meu fim de semana seria se me pagassem e se eu estivesse com vontade de trabalhar nos dias de descanso. Ela ficou muito irritada, encerrando a entrevista imediatamente.

Foi o maior sinal vermelho que eu já vi, pois eles nem sequer tentaram disfarçar. @lempiraholio

Há cerca de 20 anos, fiz uma entrevista em uma empresa de seguros. Eles exigiram que eu entregasse uma lista com nada menos que 100 contatos de amigos e parentes. Pulei fora na mesma hora. @stupidlyugly

Quando você está preenchendo todos os formulários que eles deram, levando um bom tempo para ler cada documento para entender completamente onde está se metendo, e as pessoas começam a entrar falando que não é preciso ler aquilo, que é só assinar embaixo, e tal... @Saxon_Shields69

Empregos em que as prerrogativas do cargo não ficam claras. A pessoa contratante precisa ser capaz de dar ao menos uma ideia clara, de maneira prática, de quais serão suas responsabilidades no dia a dia do trabalho. Afinal, isso mostra que a empresa sabe o que quer daquele cargo.

Trabalhei em algumas funções que a empresa tinha dificuldade em definir quem deveria fazer o quê, e isso provocava muita confusão, o que ficou claro já nas entrevistas. Se a companhia para a qual você trabalha não consegue dizer como ser bem-sucedido em determinada posição, você também não conseguirá fazê-lo. @Xerodo

Faça as perguntas certas e prefira usar sapatos brilhantes

Minha companheira sempre usa sapatos brilhantes, e ela chama isso de “teoria do sapato”. Quando se usam calçados brilhantes, o entrevistador relembra disso ao analisar os candidatos. Por exemplo: “Ah, de que candidato você mais gostou?” — “Daquele com os sapatos brilhantes”.

Isso parece dar certo com ela. Sempre que minha companheira recebe uma resposta, mencionam seus calçados e a oferecem a vaga. @KaiRaiUnknown

Ao fim da entrevista, é sempre uma boa ideia questionar o recrutador: “Me conte algo positivo sobre o trabalho aqui, e que eu não encontraria em outras empresas”.

Quanto mais pessoal for a resposta, (“a Débora traz bolinhas às sextas-feiras”, “Fazemos viagens em grupo todo mês de julho”) melhor o emprego será. E quanto mais parecer uma versão reformulada dos princípios da empresa, pior será. @DDodgeSilver

Eu começo todas as minhas entrevistas com: “Antes de eu apresentar minha experiência, você poderia descrever como seria seu candidato ideal e o que se espera do ocupante da função para que ele seja bem-sucedido?” Em seguida, passo o resto do tempo relatando toda a minha experiência especificamente em relação ao que eles respondem. A única vez em que não recebi uma proposta de emprego foi quando fiz uma entrevista no Google. Acredito que o fato de eu me sair bem nos processos seletivos tem a ver apenas com essa minha abordagem.

Além disso, participo de processos de seleção só por diversão, e faço isso com certa frequência. A cada dois ou três meses, vou a entrevistas se algum recrutador me mandar mensagem no LinkedIn. Quando você não tem nenhuma intenção de procurar emprego, esta é uma ótima oportunidade para praticar. E assim, quando chegar a hora de escolher o emprego que realmente quiser, ficará 1000% mais confiante. Além disso, a estratégia permite ter uma ideia de quanto o mercado está disposto a pagar por sua experiência, e você poderá aproveitar isso para negociar quando receber uma proposta profissional. @t***sprinkles1130

Não tenha medo de perguntas como “quais são suas maiores fraquezas?”

Minha resposta a esta pergunta em uma sorveteria foi “Minha maior fraqueza é chocolate.”

Consegui o trabalho. E uma bola de sorvete de chocolate grátis por cada dia trabalhado lá. @M3l0n_L0rd

“Tenho pavor de falar em público” costuma ser minha resposta padrão. Pouca gente se identifica com ela, mas também é fácil dizer que superei a dificuldade com a prática. Além disso, tem a vantagem de ser absolutamente verdade. @EnigmaticInk

Uma resposta honesta seguida pelas estratégias que você adota para se superar.

“Tenho uma tendência a procrastinar, mas evito isso ao fazer uma lista de tarefas diárias”, etc. @willis1988

Isso talvez valha apenas para quem acaba de sair da faculdade ou está procurando um emprego de nível básico, mas um professor me disse para citar sempre “falta de experiência”. Afinal, se você estiver se candidatando a um emprego de nível iniciante, a falta de experiência é algo esperado e que não é sua culpa, o que pode se tornar o motivo para que você consiga o emprego. @BicuspidSumo2

O ano era 2015, e eu estava fazendo uma entrevista para o meu primeiro emprego em um estúdio de games que nem tinha nome. Estava muito nervoso, fiz os testes anteriores e eles gostaram. E então veio aquela pergunta.

“Fico muito nervoso, falo demais e fico divagando. É quase um vômito de palavras até que meu cérebro alcança minha boca e eu me dou conta do que acabei de dizer. E na maioria das vezes, não consigo lembrar direito do assunto...”

Aquilo arrancou muitas risadas na sala, mas eu realmente não conseguia lembrar naquela hora o que o diretor tinha acabado de perguntar. @D1STR4CT10N

Qual o relato mais curioso ou engraçado sobre entrevista de emprego que você já ouviu? Tem suas próprias dicas para que seja possível sair-se bem em um processo seletivo? Deixe seu comentário!

Compartilhar este artigo