Incrível
Incrível

20 Fotos mostram que ninguém pode fugir do grande poder da nostalgia ao comparar fotos

O passar do tempo se reflete em nosso rosto e muitas vezes necessitamos da ajuda de fotografias para reviver algumas lembranças, ou criar belas memórias que possamos compartilhar com nossos entes queridos. Ficamos encantados quando fazemos muitas fotos para registrar esses momentos incríveis que vivemos diariamente.

No Incrível.club convidamos você para ver as melhores fotos de algumas pessoas, que refletem uma nostalgia pura.

1. “À esquerda está seu pai com ele no colo e, à direita, ele com seu primeiro filho”

2. “Trabalhando duro no meu escritório, de 1992 até 2019”

3. “Meu marido e eu, em 1990 e em 2017”

4. “Minha mãe e eu nos formando advogadas, com 35 anos de diferença”

5. “A mesma mãe, o mesmo filho, o mesmo urso de pelúcia com uns 55 anos de diferença”

6. “Estávamos destinados a montar este Titanic (1998 vs. 2022)”

7. “Meus irmãos e eu”

8. “Meu filho e eu, 1987 e 2017”

9. “Minha mãe no dia do seu casamento, em 1972, e depois, em 2021, exatamente na mesma escadaria”

10. “Eu à esquerda e meu filho à direita, com 39 anos de diferença”

11. “Meus adoráveis avós porto-riquenhos ❤️”

12. “Uma comparação de minha bisavó e minha mãe”

13. “A foto do ensino médio do meu avô paterno comparada comigo, nos meus 20 anos. Sempre disse que não me parecia com meus pais, mas, definitivamente, recebi os genes da família paterna”

14. “Meu avô paterno e eu”

15. “Minha tia-avó e eu na mesma idade”

16. “Os três mosqueteiros”

17. “Minha mãe, aos 21 anos, e eu, aos 27”

18. “Minha avó, em 1955 vs. eu, em 2022. E as árvores ainda não floresceram”

Na Tidal Bassin (Bacia das Marés). Todavia não há flores nas cerejeiras

19. “Meus pais, em 1976 e 2020. Foram casados por 39 anos”

20. “Meu avô e suas rodas, em 1950 e 2020”

Com qual dos seus familiares você mais se parece? Qual é a foto que te provoca mais nostalgia? Conte-nos a história e mostre a imagem nos comentários!

Incrível/Gente/20 Fotos mostram que ninguém pode fugir do grande poder da nostalgia ao comparar fotos
Compartilhar este artigo