Incrível
Incrível

15+ Tatuagens que nem mesmo quem não gosta dessa arte corporal pode condenar

De acordo com um estudo recente, os desenhos mais pedidos em estúdios de tatuagens são rosas ou citações populares. No entanto, para algumas pessoas, fazer uma tatuagem é uma decisão muito importante e elas não estão dispostas a escolher um desenho qualquer entre as opções disponíveis no catálogo.

Nós, do Incrível.club, mergulhamos na internet e encontramos algumas tatuagens com histórias realmente comoventes por trás delas.

“Meu pai faleceu em 2016. Ontem fiz uma tatuagem em sua homenagem”

“À memória do meu amigo que faleceu há alguns anos. Foi ele quem fez este desenho”

“Alguns meses atrás minha paciente de 78 anos me perguntou se eu poderia ajudá-la a riscar um dos itens da sua lista de desejos. E hoje é o dia”

“Ontem fiz a minha primeira tatuagem. Em homenagem à minha avó”

  • Quando adolescente eu morava com minha avó. Tomávamos café juntas todas as manhãs e conversávamos. Ela sempre pintava seus lábios, e eu costumava chamá-la “minha vovozinha bonitinha”. Sinto muito, muito a falta dela!

“A primeira tatuagem foi um clarinete que meu pai desenhou”

“Mudei-me de Sydney para a Irlanda aos 10 anos. Agora tenho 20, e esta é a minha primeira tatuagem”

“Meu gato entrando no quarto”

“Eu e minha irmã fizemos tatuagens que se complementam”

“Eu e meu cachorro”

Uma “faixa” de braço para comemorar a viagem de um ano ao redor do mundo

“Meu pai faleceu na semana passada. Repeti sua tatuagem à memória dele”

“Três gerações de uma tatoo”

“Um retrato da minha mãe”

“O retrato do meu melhor amigo”

Uma tatuagem que não deixa nenhuma chance para aqueles que gostam de fazer perguntas bobas

“Você sabe que essa tatuagem é permanente, né?”

“Minha filha criou um monstro de papel colorido. Pedi ao meu tatuador que o fizesse no meu braço”

“O retrato do meu gato”

“A entrada da casa dos meus avós”

Você tem uma tatuagem? Compartilhe sua foto nos comentários!

Imagem de capa barks1212 / Reddit
Incrível/Gente/15+ Tatuagens que nem mesmo quem não gosta dessa arte corporal pode condenar
Compartilhar este artigo