Incrível
Incrível

15+ Pessoas que parecem viver sob uma lógica própria

Às vezes, tentar entender a lógica de outra pessoa é tão inútil quanto procurar o caminho certo em uma floresta densa. Por meio de cálculos mirabolantes e de um raciocínio tão sofisticado, essas pessoas acabam surpreendendo e até confundindo todos ao seu redor.

Incrível.club selecionou 18 histórias sobre pessoas excêntricas cuja lógica parece desafiar tudo, e está pronto para compartilhá-las com você. Confira!

  • Meu amigo decidiu fazer uma surpresa para a esposa e cozinhar alguma coisa. Ele não sabia fazer nada, então foi aconselhado a fazer um peixe no forno porque era fácil e saboroso. De acordo com a receita, ele deveria colocar algumas especiarias e verduras na barriga do peixe. E, por alguma razão, ele decidiu comprar 22 maços de endro. A caixa no supermercado até perguntou se ele precisava mesmo de tanto, mas o masterchef rejeitou os alertas dela. Já em casa, ele percebeu que não caberia tudo no peixe. No fim, assou o peixe, mas o endro que sobrou foi cortado e congelado por sua esposa, e até hoje estamos tentando entender por que ele comprou 22 maços. Nem ele conseguiu explicar. Observação: na época, ele já tinha uns 40 anos de idade. © PinkOctopus / Pikabu
  • Quando eu estava no colégio, um menino veio até mim e me pediu um absorvente porque achou que estava menstruando. Na verdade, ele só tinha se sentado em um picolé derretido. © Lady_Croma / Reddit
  • Quando eu estava no acampamento de verão aos 9 anos, tinha um garoto com uma fixação bizarra por vassouras e varrer o chão. Quando outro garoto foi designado para varrer o chão da cabana, o estranho “garoto da vassoura” enlouqueceu e ameaçou atacá-lo se ele não lhe desse a vassoura para que ele pudesse limpar o chão. © vonbrunk / Reddit
  • Eu era amigo de um casal que só tinha dinheiro para pagar a conta de energia ou a TV a cabo. Eles escolheram pagar a TV. Alguns dias depois a energia foi cortada... © coffcat / Reddit
  • Trabalho em um mercadinho. Uma vez, uma senhora de mais de 80 anos veio e comprou maionese, ervilhas, doce de leite, e depois disse: “Me dá aquele molho branco que vem em um pote, molho de salada”. Passei por todas as opções: creme azedo, mostarda, maionese, iogurte. Não era nenhum, então ela foi embora. Um mês depois, ela voltou e a sessão de adivinhação recomeçou. O pessoal da fila tentou ajudar. Eu já não aguentava mais, comecei a rir e disse: “Bem, não é leite condensado?” A velhinha respondeu: “Ah, sim, isso mesmo, leite condensado”. © Lydia Poplavskaya / Facebook
  • Eu estava tentando desapegar de algumas coisas e coloquei à venda em um site que mostrava apenas o meu nome e o número do telefone. Um homem me ligou perguntando sobre as botas brancas que eu estava vendendo, segue o diálogo:
    — Você parece gostar de branco, não é mesmo?
    — Bem, essas botas não são minhas, mas da minha mãe.
    — O que você está fazendo? O que costuma fazer durante o dia?
    — É uma pergunta bem pessoal, não postei o anúncio para isso...
    — Posso conhecê-la?
    Eu disse que era casada e ele imediatamente desligou. O cara decidiu que queria encontrar alguém ao ver apenas a foto de umas botas... © Overheard / Ideer
  • Trabalho no escritório de uma rede de supermercados em uma cidade do interior. Nosso gerente é bem pragmático: não tem caixa suficiente? O pessoal do departamento de vendas vai para os caixas. Isso acontece muito em feriados e no período de férias. Uma vez, a gerente de vendas pediu demissão. O que aconteceu foi o seguinte: o gerente mandou comprar um produto que é conhecido por ser ruim. Após seis meses, o produto ainda estava nas prateleiras. Então, ele obrigou a gerente de vendas a comprar o que tinha em estoque com o próprio dinheiro. Isso aconteceu na sexta-feira. Quando foi na segunda-feira, ele chegou furioso perguntando por que a gerente do departamento de vendas não tinha trabalhado nos caixas no sábado. Nós explicamos:
    — Não havia pessoal suficiente na loja
    — E a Ivana? (A gerente que se demitiu)
    — Ela se demitiu na sexta-feira.
    — E daí? Não poderia vir ficar no caixa no sábado? © LeraValerrra / Pikabu
  • Meu marido trabalha com TI. Ele é gerente em uma multinacional, desenvolve projetos e monitora os outros funcionários para que o projeto flua direitinho. Pedi que ele imprimisse um arquivo do Excel de modo que a impressão ficasse frente e verso. Ele me ligou dizendo: “Olha, temos uma impressora bem estranha aqui. Não sei como fazer para imprimir frente e verso. Vou imprimir normal e você cola as folhas com fita adesiva”. Sério? Fita adesiva? © Overheard / Ideer
  • Cerca de 5 anos atrás, fui com meu marido em um lava-jato. Enquanto o carro estava sendo lavado, fomos tomar café da manhã na cafeteria que tinha no local. Pedi comida e chá verde. O garçom trouxe o chá errado, então eu disse: “Moço, isto é chá preto”. Ele apontou o dedo para o rótulo do saquinho e respondeu: “Veja, o rótulo é verde, então é chá verde”. Fiquei sem argumentos, apenas bebi o chá preto mesmo. © Domokozjwka / Pikabu
  • Uma conhecida minha trabalhou em um armarinho. Uma vez, uma cliente lhe fez uma pergunta sussurrando: “Moça, você já ficou constipada?” Minha conhecida respondeu: “Sim”. Depois, a cliente revelou que estava precisando comprar um zíper... © Marina Taylor / Facebook
  • Trabalho no setor de carnes de um supermercado. Um dia, uma cliente se aproximou de mim e perguntou: “Essa bisteca é de porco ou de vaca?” Tentei explicar a diferença. Ela começou a resmungar: “Não me faça de boba, sei tanto sobre carne quanto você”, bateu no vidro do balcão e foi embora. © Elena Nepomnyashchaya / Facebook
  • Tenho uma mania estranha para me acalmar depois de discussões, começo a afiar facas. Fervorosamente. Meus pais já estão acostumados, nem prestam atenção. Mas agora estou morando com meu namorado. A primeira vez que brigamos, você deveria ter visto a cara dele quando entrou na cozinha e me viu afiando facas. Ele simplesmente se sentou e ficou quietinho. Acho que nunca mais vamos brigar. © Overheard / Ideer
  • Fui bartender por anos (14) em um clube privado que era um local popular para casamentos, e provavelmente trabalhei em cerca de 800-1.000 casamentos no total. Uma vez, tinha uma noiva que era uma verdadeira dor de cabeça para todos: ligava 3-4 vezes ao dia para falar sobre pequenas coisas, mandava e-mails. Ela tinha cerca de 40 anos e este era seu terceiro casamento, mas o primeiro do seu noivo. Chegou o grande dia, a noiva apareceu mais cedo para supervisionar como estavam as coisas, e tudo ia bem até que chegaram as flores... e não eram exatamente as que ela pediu. Tentei acalmá-la dizendo que ninguém vinha celebrar as flores, era ela a principal atração. Superamos isso e já estava esperando pelo pior à noite, mas surpreendentemente correu tudo bem. No final da festa, fui perguntar as impressões dela enquanto seu marido estava há poucos metros conversando com um amigo. Ela se virou para mim com um brilho no olhar e disse: “Foi perfeito, quero fazer o meu próximo aqui”. O marido ficou surpreso e eu, meio sem palavras, balbuciei: “Estou feliz que tenha gostado”. © slingerofpoisoncups / Reddit
  • Uns clientes vieram devolver um papel de parede porque não gostaram de como ficou o resultado na parede, mas já tinham colocado cola. Eu disse que não aceitava de volta papel de parede com cola. Eles concordaram e foram embora. © Olga Vasilieva / Facebook
  • Trabalhei em uma loja que compartilhava o mesmo espaço com uma padaria. Uma vez, uma mulher veio até mim para comprar balões para o aniversário de seu filho. Ela já havia coletado o bolo na padaria ao lado. Então, do nada, ela falou:
    — Ugh, não acredito nisso?! Dê uma olhada neste bolo!
    Ela abriu a caixa e era um belo bolo decorado. Tinha escrito: “Feliz aniversário, Jackson!” Fiquei perdido sem entender. E então a mulher começou a reclamar:
    — Por que escreveram em cursivo? Ele tem apenas 2 anos!
    — Seu filho sabe ler?
    Ela ficou vermelha e não falou mais nada enquanto eu enchia os balões. © rachelmaryl / Reddit

Alguma pessoa com lógica estranha já apareceu em sua vida? Conhece alguém tão excêntrico que acaba criando situações parecidas com as do nosso artigo de hoje? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo