Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

13 Histórias que mostram quão importante são os amigos

2---
28k

A amizade deveria ser a base de qualquer publicação. Afinal, os amigos de verdade sempre estão por perto para nos ajudar quando precisamos e para comemorar conosco as conquistas. O Incrivel.club escolheu 13 histórias que contam sobre como é importante ter grandes amigos. Cuide deles.

  • "Quando éramos estudantes, nós, 3 jovens, conhecemos uma moça no metrô. Ao nos despedirmos dela, sugerimos nos encontrar outra vez. A mim e a um amigo, ela disse não, mas com o terceiro ela começou a sair. Um ano mais tarde, se separaram, e nós perguntamos a nosso amigo: "Por que ela te escolheu naquele dia?" Ele sorriu e nos disse: "Enquanto vocês estavam na fila para comprar o bilhete do metrô, eu disse a ela que vocês eram casados e que, simplesmente, não estavam usando a aliança."
  • No segundo grau, eu já treinava boxe há sete anos. Nós praticávamos em uma academia normal, na periferia da cidade, onde havia alguns garotos de nosso bairro e também da escola, todos com uma amizade muito forte uns com os outros. Uma vez o treinador nos propôs ir no verão, por uma semana, a um lugar especial para descansar de forma saudável e esportiva. Os garotos, seis meses antes, encontraram diversos trabalhos de meio período para ganhar algum dinheiro. Quando chegou a hora da viagem, o treinador nos reuniu dizendo que um de nós, Carlos, não poderia ir pois sua mãe estava muito doente e todas as suas economias foram gastas com o tratamento dela. Então, o mais velho de nós, disse que também não iria na viagem, porque Carlos precisava mais do dinheiro e ele o daria ao nosso amigo. E os 6 garotos que trabalharam duro durante meio ano para descansar uma semana nas montanhas, apoiaram de maneira unânime a ideia. Tudo o que foi arrecadado foi entregue naquela mesma noite ao pai de Carlos.
  • Trabalho em um colégio. Temos um aluno que sofre com problemas em uma das pernas e caminha com muletas. Sua mãe se esforçou para que ele estudasse em uma classe regular com os outros alunos. É uma criança alegre, sociável, independente e seus amiguinhos de classe, logicamente, o amam e ajudam. Agora, ele está cursando o segundo grau. Um dia, um garoto difícil, e três anos mais velho, começou a atormentá-lo: tirou dele a muleta, começou a dar risadas dele e de sua irmã. Mas os adultos apenas souberam disso mais tarde, quando souberam que os garotos de 12 anos haviam encarado aquele grandalhão de 15 apenas para defender o amigo.
  • Havia um colega da sala do meu pai, na sua infância, que tinha um mascote não muito comum: um macaco chamado Nono. O pai do garoto era marinheiro e o havia presenteado com o bichinho depois que chegou de uma viagem. Nono era bastante travesso: não gostava de deixar o seu dono ir à escola e o sujava com qualquer coisa que encontrasse pelo caminho, como geleia, mel, iogurte, e começava a se esfregar nas cortinas e nos móveis. O garoto precisava recolher tudo bem rápido e, às vezes, chegava atrasado na escola. E não existia ninguém mais feliz no mundo que o pequeno Nono, quando ouvia que seu dono estava de volta em casa depois de voltar da escola.

  • Uma noite, voltando de uma curta viagem de ônibus, eu e minha namorada pedimos a um amigo para nos buscar na estação de carro, já que era tarde e o transporte público já não estaria mais operando. O carro dele estava na oficina, mas ele nos prometeu que pediria emprestado um outro carro a um terceiro. Esse terceiro, naquele momento, estava dormindo profundamente, visto que ninguém o havia avisado da situação antes. Mas como promessa é dívida... No final, ele veio nos buscar. Ele caminhou uns 40 minutos até a estação para ir nos buscar. A pé. Mas cumpriu a sua promessa. Voltamos, os três, caminhando.

  • Eu sofri uma pequena queimadura nas axilas por causa de um desodorante de má qualidade. Não é uma sensação muito agradável, e para aliviar um pouco, de vez em quando, levantava os braços e por alguns momentos eu fico sentado como se estivesse me espreguiçando. Mas meus amigos já sabem de toda a história. Então, cada vez que levanto minhas mãos, eles gritam pra mim, "Louvado seja o sol!" Eles são meus verdadeiros amigo, eu os amo.

  • Vivo em Baltimore, Estados Unidos, na casa de um americano de origem chilena. Ele fala inglês e espanhol. Tem 68 anos. Quando ele me leva à algum lugar, no caminho sempre me conta coisas que ele considera interessantes. Hoje me contou uma história sobre como são os amigos: são como as folhas, galhos e raízes. As folhas são pouco confiáveis, e sugam a sua seiva. Os galhos são melhores mas eles se quebram com o vento. As raízes, à primeira vista, não se veem, mas fazem tudo o que é mais importante.

  • Em 2010, estive em um festival esportivo ao ar livre, em uma floresta. O festival era celebrado de sexta à domingo e nós chegamos na quinta com a intenção de desfrutar mais tempo o local e a natureza. Os outros tinham que chegar na sexta ao meio dia. Passamos uma tarde incrível e na manhã seguinte nos demos conta de que naquela noite havia chovido e a lenha, que nós nos esquecemos de recolher, se molhou. Ligamos para um amigo que estava por chegar e lhe pedimos que trouxesse carvão. Nos secamos sem pressa e quando se passaram um par de horas o nosso amigo chegou com o carvão. Carvão ativado! Daqueles usados contra diarreia! Ele pensou que nós estávamos nos sentindo mal depois de tudo o que havíamos vivido no dia anterior e para nos ajudar a melhorar nos comprou nada menos que 10 pacotes.

  • Isso aconteceu quando eu estava na escola. Eu gostava de uma garota que estudava comigo na mesma sala. Eu tinha um grande amigo, e em cada classe havia uma menina que ele gostava, se não a todas, a maioria delas. Uma vez, meu amigo, a menina e eu, estávamos voltando juntos da escola. E ela permitiu que o meu amigo a beijasse. Depois do ocorrido, meu amigo fez uma careta e disse: "Aff, que beijo amargo." Eu parei de gostar da menina imediatamente.

2---
28k