Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

12 Atores que há tempos não protagonizam papéis principais (e não por escolha própria)

1--1
26k

Mais cedo ou mais tarde, a carreira de qualquer ator entra em declínio. As razões são as mais diversas: algum escândalo, o fato de o profissional não ter o tipo físico ideal para determinados papéis ou até imprevistos ligados à saúde. Há, ainda, o caso dos artistas que simplesmente querem dar um tempo do mundo da fama e ir curtir a vida.

Nós, do Incrível.club, decidimos lembrar daqueles atores que não víamos há muito tempo nas telinhas, e descobrimos as razões pelas quais não vemos seus nomes com a mesma frequência nos cartazes de filmes. Acompanhe!

1. Jessica Alba teria tido problemas por não ter uma origem muito definida

A atriz atribui a falta de papéis principais na carreira ao fato de que muitos cineastas não conseguem determinar exatamente sua origem étnica — o que, por sua vez, dificulta a indicação para muitos papéis. Alba sempre foi vista como uma atriz exótica demais para certos personagens. Mas ela já conseguiu papéis de destaque em longas como “Honey — No Ritmo dos Seus Sonhos”, “Awake — A Vida por um Fio”, “Sin City — A Cidade do Pecado”“O Quarteto Fantástico”.

Esse último, um filme que poderia ter uma ótima bilheteria, acabou não tendo o sucesso esperado. Os trabalhos subsequentes tiveram avaliações ainda mais baixas. Como se isso não bastasse, a obra de 2011 “Matemática do Amor” foi possivelmente o ponto mais baixo da carreira da atriz. O crítico de cinema Andrew Schenker disse que a atuação de Alba foi “estranha” e “sem entusiasmo”.

Ela teve 3 indicações para o prêmio Framboesa de Ouro (uma espécie de antiOscar, que escolhe os piores filmes) e uma vitória por sua performance em “Entrando Numa Fria Maior Ainda com a Família”. Agora, depois de uma longa pausa, Jessica está tentando voltar à profissão, mas infelizmente, ainda sem sucesso.

2. Tom Hiddleston colocou sua carreira em risco com seu discurso no Globo de Ouro

Tom Hiddleston é considerado um dos artistas mais engajados na profissão, mas na maioria das vezes, não é a primeira escolha dos diretores. A participação de Tom em “A Colina Escarlate” só foi possível depois que o papel foi recusado por Benedict Cumberbatch. Já em “Amantes Eternos”, ele foi o substituto de Michael Fassbender. Até mesmo com o aclamado personagem “Loki” as coisas não foram fáceis: inicialmente o personagem deveria ser interpretado por Jim Carrey.

Ultimamente, Hiddleston tem aparecido somente nos projetos da Marvel. De todas as razões possíveis, podemos mencionar duas principais: um romance conturbado com a cantora Taylor Swift, que muitos acharam que não era genuíno, e o discurso do ator durante a premiação do Globo de Ouro em 2017. A fala foi criticada por muitos como “narcisista” e “arrogante”, o que fez o ator mais tarde se desculpar publicamente.

3. A relação de Gwyneth Paltrow com seus colegas de trabalho foi motivo de risadas (e lágrimas)

Representantes da mídia, colegas de profissão e muitos que têm ou tiveram contato com Gwyneth Paltrow a acusam de ser uma pessoa esnobe. Parceiros de cena já afirmaram (repetidamente) que era muito difícil lidar com a atriz no set de filmagem. Gwyneth é considerada uma profissional desrespeitosa com aqueles que estão abaixo de seu status.

Essa é uma boa razão, mas não é a única. Gwyneth agora só aparece em filmes da Marvel também porque esquece, com frequência, os nomes de seus colegas de cena e até dos projetos dos quais está participando ou participou. Em julho de 2019, em um programa de culinária, a atriz não lembrava que tinha participado do filme “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”. Depois disso, o ator Tom Holland, que interpretou o Homem-Aranha no mesmo filme, brincou dizendo que isso lhe doía o coração.

Outro ator da Marvel, Sebastian Stan, conhecido por seu papel como “Bucky Barnes” nos filmes do Capitão América, também mencionou os esquecimentos de Paltrow. Em sua página do Instagram, Sebastian postou uma foto de um desfile de moda ao qual compareceu, dizendo que teve que se apresentar pela terceira vez à atriz, que aparentemente não lembrava o nome dele.

4. Brendan Fraser não conseguiu lidar com tudo o que estava acontecendo

Brendan Fraser conseguiu escalar o Olimpo de Hollywood bem rápido. Seu papel em “A Múmia” fez dele um dos favoritos do cinema mundial. Em 2008, saiu outro hit com sua participação: “Viagem ao Centro da Terra”. Mas quando chegou a hora de filmar a sequência, os problemas começaram a surgir. O ator se recusou a gravar com o novo diretor e, por isso, Brendan foi substituído por Dwayne Johnson. Após esse incidente, sua carreira começou a descer a ladeira rapidamente, e ele não conseguiu mais papéis principais.

No final de 2016, por conta de sua saída da série “The Affair”, Fraser deu uma entrevista, durante a qual parecia estar triste e desanimado. O astro falava quase sussurrando. O vídeo da entrevista (que pode ser encontrado online) viralizou e gerou muitos memes. Mais tarde, em uma conversa com jornalistas, Fraser disse que pouco antes da entrevista, sua mãe havia morrido de câncer, e por isso ele estava um pouco perdido sem saber como se portar durante a conversa.

Problemas na família, divórcio, doença do filho (transtorno do espectro do autismo), assim como diversas cirurgias foram alguns dos motivos principais que impactaram a saúde mental e emocional do ator. A interrupção de sua carreira de sucesso foi quase uma necessidade. Hoje, Brendan está voltando gradualmente aos trabalhos, participando de alguns seriados.

5. O ex-marido de Uma Thurman a deixou com uma escolha difícil

Uma Thurman chegou a ser uma das estrelas mais badaladas de Hollywood. Isso, claro, devido ao fato de ser uma espécie de queridinha do diretor Quentin Tarantino. Ao longo do tempo, no entanto, o interesse pela atriz foi diminuindo, e agora quase não a vemos nas telas de cinema. Uma das razões para esse declínio de popularidade foi o cachê monumental que Thurman pedia, na época, para participar de alguns projetos. Os diretores não estavam dispostos a assumir tal risco, pois os valores eram, de fato, muito elevados.

Além disso, a carreira de Uma foi influenciada por desavenças com o ex-marido, Arpad Busson. Em 2016, ele deu um ultimato à famosa: se ela voltasse a gravar, não poderia mais ver a filha, Luna. Até advogados entraram no meio para resolver essa briga.

6. A personalidade de Michael Pitt era difícil até mesmo para seu agente

Michael Pitt, conhecido por seus papéis em “Os Sonhadores”“O Universo no Olhar”, foi demitido da série “Boardwalk Empire: O Império do Contrabando” antes do lançamento da 3ª temporada. As razões para isso foram uma violação da ética de trabalho e comportamento inadequado no cenário: ele chegava muitas vezes atrasado, esquecia o texto e discutia frequentemente com o diretor.

Muitas esperanças foram depositadas no ator, mas ninguém estava disposto a aturar seus caprichos. Até mesmo o agente de Pitt não aguentou e se recusou a trabalhar com ele, dizendo que o astro “foi um de seus clientes mais difíceis e que sempre criava problemas”.

7. A gravidez foi o primeiro obstáculo para Hayden Panettiere

Depois de seu papel memorável no seriado “Heroes”, Hayden Panettiere participou da aclamada série “Nashville”, que estreou nos Estados Unidos em 2012. Ela foi indicada para o Globo de Ouro por sua atuação em 2012 e 2013. No entanto, tudo mudou quando a atriz teve sua filha.

Em 2015, ela foi internada por conta de depressão pós-parto. Hayden, desde então, focou seu tempo e energias na recuperação da saúde mental, e por isso se afastou das telas por bastante tempo.

Depois do término do relacionamento com o boxeador Vladimir Kitschko em 2018, Panettiere começou a namorar o ator Brian Hickerson. Pouco tempo depois, no entanto, entrou com uma ação judicial acusando o ex-namorado de violência doméstica. Apesar desse incidente, os dois ainda estão juntos. Dadas as circunstâncias um tanto quanto conturbadas da vida pessoal da atriz, não é de surpreender que sua carreira esteja estagnada.

8. Michael Fassbender encontrou uma atividade alternativa

Por mais triste que seja, devemos admitir que os últimos trabalhos do ator foram um completo fracasso. Em entrevista à revista Time Out, Fassbender disse que pretendia fazer uma pausa em sua carreira profissional e que, possivelmente, não voltaria aos filmes.

Muitos acusaram Michael de estar apenas fugindo do barco que afundava. Mas ele explicou sua decisão, dizendo que havia trabalhado muito nos últimos anos e que merecia um descanso.

Hoje em dia, o ator dedica o tempo livre ao surfe e ao automobilismo. Ele compete no Ferrari Challenge, um circuito da marca italiana, e já conseguiu várias vitórias.

9. O conflito com Dwayne Johnson deixou Vin Diesel em segundo plano

Nos últimos anos, Vin Diesel só tem feito dublagens. Um de seus momentos mais marcantes, claro, foi no filme “Guardiões da Galáxia”, no qual fez a voz de “Groot”. O ator é bastante popular devido à sua participação em longas franquias. No que diz respeito, porém, a papéis principais em outros tipos de produções, os diretores não estão prontos para apostar suas fichas em Diesel.

Seus trabalhos mais recentes incluem “O Último Caçador de Bruxas”“Triplo X: Reativado”. As arrecadações de bilheteria chegaram a valores equivalentes a, respectivamente, 108 milhões de reais (orçamento — 360 milhões) e 160 milhões de reais (orçamento — 340 milhões). Ou seja, dois fracassos. Há, ainda, a questão da conhecida inimizade com Dwayne Johnson (ator no auge da popularidade), o que indica que não veremos Diesel em papéis principais tão cedo.

10. Os problemas pessoais de Catherine Zeta-Jones chamaram a atenção pelos motivos errados

Problemas pessoais sempre influenciam a vida profissional das pessoas e com atores, claro, não é diferente. Em 2013, o barulho causado pela notícia de que ela e o ator Michael Douglas estavam vivendo separados e que o relacionamento estava à beira do divórcio fez com que a atriz entrasse em depressão. Em 2016, as relações com Douglas melhoraram, mas um problema foi substituído por outro. Catherine deu uma entrevista, na qual falou que sofria de transtorno bipolar. A questão de sua saúde mental se tornou, então, prioridade na sua vida.

Hoje Catherine está gradualmente voltando ao ritmo de trabalho. Em 2017, foi ao ar o seriado “Feud”, no qual ela desempenhou o papel de Olivia de Havilland, uma atriz renomada da chamada Era de ouro do cinema americano. No entanto, a verdadeira Olivia, hoje com 103 anos, não gostou nem um pouco de sua representação na série. Além de ter aberto uma ação contra o diretor Ryan Murphy, a centenária atriz disse que sua representação foi “pura ficção” e que era “malfeita” e “mentirosa”.

11. Ashley Greene finalmente estrelou em um papel principal, mas o resultado passou longe das expectativas

Participar de franquias populares muitas vezes gera resultados positivos, mas outras vezes tem o efeito contrário. Por um lado, todos passaram a saber quem era Ashley Greene, ela ganhou alguns fãs, mas, por outro, muitos não estavam interessados em vê-la em outros papéis.

Em 2012, Greene foi a estrela do filme de terror supernatural “A Aparição”. O longa, no entanto, arrecadou o equivalente a apenas 19 milhões de reais, tendo um orçamento de 68 milhões. Os críticos também não mediram palavras em suas avaliações negativas. Depois dessa experiência pouco positiva, Greene não tem sido procurada para estrelar outros papéis importantes.

12. Para Jessica Biel teria sido mais fácil se Anne Hathaway não existisse

Hoje em dia, Jessica Biel é lembrada mais frequentemente somente por ser a esposa de Justin Timberlake. O único trabalho recente da atriz foi no seriado “The Sinner”, que foi ao ar em 2017.

Os diretores veem a atriz como a “mulher bonita” das comédias românticas, e não estão dispostos a oferecê-la papéis em projetos mais sérios. Em 2012, Jessica fez um teste para o papel de Mulher-Gato no filme de Christopher Nolan “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge”, mas acabou perdendo para Anne Hathaway. Mais tarde, Biel queria ser “Fantine” no musical “Os Miseráveis”, que acabou sendo interpretada por...Hathaway.

A própria Jessica acredita que talvez a sua aparência seja um fator determinante para os diretores. É possível que muitos pensem que por trás de um rosto bonito não possa existir uma atriz talentosa capaz de trabalhar com dramas. Infelizmente, esse estereótipo é mais recorrente do que se imagina.

Qual desses atores você já está com saudade de ver nas telinhas? Comente!

1--1
26k