Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Usuário da rede criou um tutorial para superar um término difícil (e promete ser infalível)

3-4-
297

Quem já passou por um término de relacionamento sabe o quanto essa experiência pode ser complicada. Em alguns casos, aprender a lidar com a ausência de um amor do passado é um processo longo e difícil, especialmente quando o ex parece não ter enfrentado nenhum problema para quebrar tal vínculo.

Pensando nisso, um usuário do Reddit criou um passo a passo que promete ser infalível na hora de superar um rompimento atribulado. E nós, do Incrível.club, vamos detalhar cada uma das etapas ensinadas por ele. Acompanhe!

Os passos do tutorial são divididos por meses. Em cada um deles, o usuário dá dicas sobre o que uma pessoa deve ou não fazer durante o período pós-separação. Ele promete que este guia, quando seguido à risca, irá auxiliar aqueles que precisam de ajuda para superar o fim de uma relação.

1º mês

A fase inicial é como um choque de realidade. A pessoa que antes estava ao seu lado o tempo todo, de repente, já não faz mais parte da sua vida. De acordo com o criador do passo a passo, muitas lágrimas vão rolar durante esse período e você ainda alimentará uma esperança de reconciliação.

O que você deve fazer:

  • Aguente firme;
  • Tente tirar uma folga do trabalho;
  • Ou trabalhe se o seu emprego não exigir muito esforço mental;
  • Colega de quarto, pais, melhor amigo... encontre alguém para, literalmente, observar você e estar perto de você;
  • Não faça nenhum contato com o seu ex de forma precipitada;
  • Escreva um diário.

O que você NÃO deve fazer:

  • Comprar presentes para o seu ex;
  • Tomar decisões financeiras relacionadas a vocês dois;
  • Assinar documentos;
  • Implorar ou demonstrar fraqueza para o seu ex (isso é quase impossível, mas tente);
  • Comentar sobre o assunto com várias pessoas;
  • Definitivamente, não apareça em nenhum lugar onde o seu ex estiver;
  • Ter uma recaída e ficar com o seu ex (acredite, isso destrói você).

2º mês

O conselheiro afirma que esse mês pode ser ainda pior que o primeiro. É geralmente nesse momento que você começa a “cair na real” e percebe que a pessoa, de fato, se foi. Seu ex provavelmente lhe bloqueou nas redes sociais e já está engatando novos relacionamentos.

O que você deve fazer:

  • Bloqueie o seu ex de forma preventiva, se puder;
  • Se tiver oportunidade, saia da cidade ou, pelo menos, evite lugares muito comuns da sua região;
  • Fique próximo de pessoas queridas;
  • Tente começar a deixar a tristeza de lado.

O que você NÃO deve fazer:

  • Perguntar para o seu ex com quem ele está saindo;
  • Estragar tudo a essa altura... você pode ter, no máximo, um mês de carência;
  • Ficar na cama o dia inteiro.

3º mês

No terceiro mês, seguindo as etapas do guia, começa a se estabelecer o processo de aceitação. Você já consegue entender melhor tudo o que aconteceu e tenta se reconectar consigo mesmo para “sair do buraco”.

O que você deve fazer:

  • Vá à academia. É hora de começar a se alimentar bem e fazer exercícios;
  • Continue se cercando de velhos amigos. Não tente fazer novas amizades ainda;
  • Leia livros que não tenham nada a ver com separações;
  • Pare de contar quantos dias fazem que você e o seu ex não se falam;
  • Pare de procurar coisas na Internet sobre rompimentos.

O que você NÃO deve fazer:

  • Conhecer pessoas novas. Ainda não é o momento;
  • Tomar decisões drásticas sobre a sua vida. Não, não vá para a Tanzânia.

4º mês

A pior parte já passou. É hora de voltar a ser feliz. No quarto mês depois do término, segundo o tutorial, você começa a se relacionar com outras pessoas novamente. Seu ex, a partir de agora, é coisa do passado. Mas é sempre bom ter cuidado com as recaídas!

O que você deve fazer:

  • Novos amigos;
  • Tenha encontros casuais com outras pessoas. Se você está melhorando, então está pronto para isso. Mas não faça do outro uma prioridade. Seu objetivo aqui é sair de um trauma como uma linda borboleta para atrair alguém melhor;
  • Você percebe que já não quer mais o seu ex. Desfaça-se das últimas coisas relacionadas a ele que você ainda estava guardando escondidas. No meu caso, eram fotos polaroides.

O que você NÃO deve fazer:

  • Parar de evoluir;
  • Tomar decisões drásticas sobre o seu estilo de vida;
  • Fazer do seu novo “contatinho” uma prioridade.

Do 5º ao 7º mês

Chegou o momento de se redescobrir e retomar as rédeas de sua própria vida. Nesta etapa, de acordo com as dicas, você irá aproveitar de forma plena a emancipação, com total liberdade para fazer escolhas de forma autônoma e consciente.

O que você deve fazer:

  • Pode começar a tomar grandes decisões. Você realmente gosta do seu trabalho? E do lugar onde mora? Você, provavelmente, estará esclarecido o suficiente a esta altura para tomar decisões de forma independente;
  • Cultive as novas amizades;
  • Comece a investir nas suas paixões. Sempre quis praticar mountain bike? Então faça! Aquarela? Legal!;
  • Continue se exercitando. Não desista. Se você está praticando desde o terceiro mês, verá bons resultados;
  • Viaje, se quiser;
  • Ou foque no seu trabalho. Tudo bem usá-lo, nessa fase, como uma válvula de escape.

O que você NÃO deve fazer:

  • Ter um relacionamento sério;
  • Interromper o seu progresso;
  • Deixar o seu ex retornar para a sua vida. Alguns, geralmente, tentam se esgueirar de volta nesse período. Você perderá todo o seu respeito próprio se permitir que isso aconteça.

Do 8º ao 12º mês

Chegamos à última etapa. Nos meses finais, segundo o manual promete, você estará completamente recuperado e poderá sair comemorando aos quatro ventos: “Eu superei!”

O que você deve fazer:

  • Se você seguir esses passos, se sentirá melhor. E tudo bem começar a procurar por um amor novamente. Seja aquela linda borboleta.

O que você NÃO deve fazer:

  • Voltar para o seu ex. Ou, se você fizer isso, tenha certeza de que ele passou pelo mesmo processo que o seu. Você acabou de evoluir e pode conseguir coisa melhor. Ele é o melhor?

Outras atitudes que podem ajudar

O criador do passo a passo também fez uma lista de hábitos que, de forma geral, o ampararam durante todo o processo. Confira:

  • Fazer terapia (de forma mais frequente possível);
  • Tirar um tempo longe do trabalho;
  • Fazer trabalhos manuais;
  • Ler livros de autoajuda;
  • Conversar com velhos amigos diariamente;
  • Ficar com uma pessoa atraente;
  • Praticar exercícios físicos;
  • Fazer trabalhos voluntários;
  • Viajar (posteriormente, não faça isso nos primeiros meses);
  • Ter novos hobbies;
  • Construir memórias em novos lugares;
  • Abster-se de vícios pelo maior tempo possível;
  • Parar de visitar as redes sociais do ex;
  • Aceitar que o ex está se relacionando com outras pessoas;
  • Tentar meditar;
  • Evitar contar (por exemplo, quantos dias passaram desde a última vez que você falou com o seu ex).

Você já passou por uma separação difícil? Tem alguma história de término de relacionamento para contar? Compartilhe o seu relato com a gente nos comentários!

3-4-
297